Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21814
Título: Frequência e sensibilidade antifúngica de candida spp. isoladas de úlceras de pé diabético
Título em inglês: Frequency and antifungal sensitivity of candida spp. Isolated from diabetic foot ulcers
Autor(es): Nascimento, Aristides Àvilo do
Orientador(es): Coelho, Camila Gomes Virginio
Coorientador(es): Ribeiro, Ana Karoline da Costa
Santos, Paulo Roberto
Palavras-chave: Pé Diabético
Leveduras
Candida
Teste de Sensibilidade
Candida albicans
Data do documento: 20-Jan-2017
Editor: Biblioteca da Universidade Federal do Ceará
Citação: NASCIMENTO, A. A.(2017)
Resumo: Pacientes com diabetes representam um grupo único de indivíduos que parecem ser mais propensos a desenvolver infecções do que outros. Os problemas com os pés representam uma das mais importantes complicações crônicas do diabetes mellitus. O risco de amputação de membros inferiores pode ser aumentado se a ulceração é seguida por infecções bacterianas, fúngicas e, em casos mais graves, sinergismo entre infecções bacterianas e fúngicas. Entretanto, há escassez de relatos na literatura da incidência de patógenos fúngicos nessas amostras. Este estudo tem por objetivo descrever, através de um estudo prospectivo, a cultura, isolamento, identificação e teste de sensibilidade de Candida spp. presentes em úlceras dos pés de pacientes diabéticos. A coleta das amostras foi realizada no Hospital Regional Norte, entre setembro de 2015 a setembro de 2016. Foram coletadas 154 amostras de 77 pacientes, onde 50,65 % eram do gênero feminino e 49,35 % eram do gênero masculino. Do total de pacientes, 59,74 % foram diagnosticados com diabetes mellitus tipo 2, onde a hipertensão foi a comorbidade de maior prevalência. Pacientes entre 71-80 anos foram mais susceptíveis às complicações do diabetes e a maioria dos pacientes (70,13 %) estava com valores de glicemia de jejum acima do valor de referência. A doença vascular periférica estava presente em todos os pacientes, onde 97,40 % apresentavam lesões necrosadas e infectadas nos pés, aumentando os casos de desbridamentos e revascularizações. Do total de pacientes, 70,13 % tinham amputação local ou generalizada, sendo classificados em grau 4 ou 5, pela Classificação de Wagner, onde, consequentemente, todos estes estavam em uso de antibacterianos, porém nenhum estava em uso de antifúngico. No total, 59,74 % e 54,54 % dos pacientes nunca receberam orientação para os cuidados ou fizeram autoexame diário dos pés, respectivamente; e 97,40 % tiveram suas feridas reinfectadas, sendo necessário realizar novos procedimentos vasculares. As espécies fúngicas que cresceram em cultivo foram identificadas através da metodologia micológica convencional. A maioria das amostras identificadas foram C. tropicalis (44,33 %) e todas as amostras de C. albicans identificadas e isoladas no estudo foram realizadas testes de sensibilidade antifúngica. Espécies de Candida não albicans estão sendo mais incidentes que a espécie de C. albicans. Todas as amostras de C. albicans deste estudo foram consideradas sensíveis ao teste de sensibilidade, segundo a metodologia e referências do CLSI-M27A2. Foi preocupante a quantidade de óbitos dos pacientes relacionados ao pé diabético neste estudo (14,29 %). Medidas preventivas e primárias devem ser tomadas para diminuir a elevada taxa de mortalidade em pacientes diabéticos com úlceras nos pés. O autocuidado é fator importante na prevenção de complicações em pés diabéticos e, para bom controle da doença, é preciso autogerenciamento efetivo. Nós acreditamos que nossos resultados têm implicações importantes para a prevenção e reconhecimento sobre as infecções fúngicas no pé diabético e recomendamos que pacientes diabéticos com problemas nos pés devam ser examinados rotineiramente para avaliação micológica, pois os fungos possuem papel potencial na patogênese da ulceração.
Abstract: Patients with diabetes represent a unique group of individuals who appear to be more likely to develop infections than others. Foot problems represent one of the most important chronic complications of diabetes mellitus. The risk of lower limb amputation can be increased if ulceration is followed by bacterial, fungal, and, in more severe cases, synergism between bacterial and fungal infections. However, there is a lack of reports in the literature of the incidence of fungal pathogens in these samples. This study aims to describe, through a prospective study, the culture, isolation, identification and sensitivity test of Candida spp. present in diabetic patient´s foot ulcers. Samples were collected at the North Regional Hospital from September 2015 to September 2016. A total of 154 samples were collected from 77 patients, where 50.65 % were female and 49.35 % were male. Of the total number of patients, 59.74 % were diagnosed with type 2 diabetes mellitus, where hypertension was the most prevalent comorbidity. Patients aged 71-80 years were more susceptible to complications of diabetes and the majority of patients (70.13 %) had fasting glycemia values above the reference value. Peripheral vascular disease was present in all patients, where 97.40 % had necrotic and infected lesions in the feet, increasing cases of debridement and revascularization. Of the total number of pacientes, 70.13 % had local or generalized amputation, being classified in grade 4 or 5, by Wagner's Classification, where, consequently, all of them were in antibacterial use, but none were using antifungal. In total, 59.74 % and 54.54 % of the patients never received care orientation or did daily selfexamination of the feet, respectively; and 97.40 % had their wounds reinfected, being necessary to perform new vascular procedures. The fungal species that grew in culture were identified through the conventional mycological methodology. Most of the samples identified were C. tropicalis (44.33 %) and all samples of C. albicans identified and isolated in the study were tested for antifungal sensitivity. Species of Candida nonalbicans are being more incident than the species of C. albicans. All C. albicans samples from this study were considered sensitive to the sensitivity test, according to the methodology and references of CLSI-M27A2. The number of deaths of patients related to diabetic foot in this study was worrisome (14.29 %). Preventive and primary measures should be taken to decrease the high mortality rate in diabetic patients with foot ulcers. Self-care is an important factor in the prevention of complications in diabetic feet and, for good disease control, effective self-management is necessary. We believe that our results have important implications for the prevention and recognition of fungal infections in diabetic foot and we recommend that diabetic patients with foot problems should be routinely examined for mycological evaluation because fungi play a potential role in the pathogenesis of ulceration.
Descrição: NASCIMENTO, A. A. Frequência e sensibilidade antifúngica de candida spp. isoladas de úlceras de pé diabético. 2017. 110 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Curso de Medicina, Campus de Sobral, Universidade Federal do Ceará, Sobral, 2017
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21814
Aparece nas coleções:PPGCS - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_dis_aanascimento.pdfNASCIMENTO, A. A. Frequência e sensibilidade antifúngica de candida spp. isoladas de úlceras de pé diabético. 2017. 110 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Curso de Medicina, Campus de Sobral, Universidade Federal do Ceará, Sobral, 20171,4 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.