Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21871
Título: Juventudes e Ensino Médio: transições, trajetórias e projetos de futuro
Autor(es): Alves, Maria Alda de Sousa
Orientador(es): Diógenes, Gloria Maria dos Santos
Palavras-chave: Transição para a vida ativa
Trabalho e educação
Relação educação-trabalho ensino médio – Fortaleza (CE)
Trajectories of schooling
Projects of future
Data do documento: 2016
Citação: Alves, M. A. S.; Diógenes, G. M. S. (2016)
Resumo: Nesta pesquisa intento trazer uma problematização sobre os sentidos de transição no ensino médio para os jovens. Trata-se de uma discussão que tem como campo duas escolas públicas, uma de ensino médio profissionalizante e outra de ensino médio regular, localizadas na cidade de Fortaleza-Ce. A imagem de juventude como um processo de diferentes transições é uma ideia partilhada por autores como Pais (2009) e Marques (2003), ao acentuarem que, na passagem para a chamada idade adulta, continua a predominar a valorização de determinados marcadores como a obtenção do primeiro emprego, o casamento e o nascimento dos filhos, embora tais rituais (Goffman 2011, McLaren, 1991), nas sociedades contemporâneas, não se apresentem sob a lógica do tempo linear. Um dos principais espaços de socialização e campo no qual se é legitimado tal rito de passagem é a escola, embora atualmente se reconheça a existência de uma crise das instituições modernas ou uma “desinstitucionalização do social” (Abad, 2003, Dubet, 2007). Esta investigação intenta captar os sentidos atribuídos pelos jovens às transições experimentadas no ensino médio visando compreender a relação existente entre esse nível de ensino e seus projetos de futuro. Através de observações, análises de perfis, conversas em grupo, entrevistas individuais e notas etnográficas de campo, realizadas nas duas escolas entre 2014 e 2015, bem como por meio do registro das trajetórias de escolarização de dois jovens interlocutores, procuro analisar aspectos relativos à suas configurações familiares, lugar social, percepções sobre a escola, o ENEM, o estágio ao final do ensino médio profissionalizante, a fruição do tempo e os deslocamentos pela cidade. Cotejando os achados de campo com teorias sócias antropológicas, lanço mão de conceitos como “capital cultural” (Bourdieu, 2015, Lahire, 1995), “transições para a vida adulta” (Pais, 2003, Guerreiro e Abrantes, 2005), “desinstitucionalização do social” (Abad, 2003, Dubet, 2007) “campo de possibilidades” e “projeto” (Velho, 1994), além de considerações significativas de autoras como Spósito (2005), Dayrell (1996, 2007, 2009), Abramo (1994) e Diógenes (1998).
Abstract: This research brings a problematization about the “sense of transition” in the high school for the young students. The field of this discussion are two public schools from the city of Fortaleza, Brazil. One of them is from vocational education system and the other from the “regular” high school. The image of the youth as a process with differents types of transition is present in authors like Pais (2009) and Marques (2003). These researchers stress that, in the transition to adulthood, predominates the valuation of certain key-moments as the fist job, the marriage and children, although these rituals (Goffman 2011,McLaren, 1991) do not show a linear time logic in contemporary societies. One of the main spaces of socialisation for this rite of passage is the school, although it is possible to recognize a crisis of modern institutions, or a “deinstitutionalization”. (Abad, 2003, Dubet, 2007). This investigation aims to recognize the different senses that the young students give to the transitions experienced in high school, trying to understand the links between this level of education and their projects of future. This research involved observation, profile analysis, group conversations, ethnographic field notes and interviews, carried out in the two schools in 2014 and 2015, in addition to the narrative of tragectories of schooling of two students. I try to analyze their familiar configurations, social position, sense about school, ENEM (National Exam of High School), the final stage of vocational education, enjoyment of time and trips around the city. Relacting the empiric material with sociological and anthpological theories, I reach out concepts as “cultural capital” (Bourdieu, 2015, Lahire, 1995), “transitions to adulthood” (Pais, 2003, Guerreiro e Abrantes, 2005), “desinstitucionalization” (Abad, 2003, Dubet, 2007) “field of possibilities” e “project” (Velho, 1994), and also relevant contributions of authors like Spósito (2005), Dayrell (1996, 2007, 2009), Abramo (1994) and Diógenes (1998). Key-words: Youth, high school, tragectories of schooling, projects of future, transition to adulthood.
Descrição: ALVES, Maria Alda de Sousa. Juventudes e Ensino Médio: transições, trajetórias e projetos de futuro. 2016. 220f. – Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Sociologia, Fortaleza (CE), 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21871
Aparece nas coleções:DCSO - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_tese_masalves.pdf2,85 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.