Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2188
Título: Estimativa da exposição e risco de câncer a compostos carbonílicos e BTEX em postos de gasolina na cidade de Fortaleza-CE
Título em inglês: Estimates of exposure and cancer risk to carbonyl compounds and BTEX in petrol stations in the city of Fortaleza
Autor(es): Sousa, Francisco Wagner de
Orientador(es): Nascimento, Ronaldo Ferreira do
Palavras-chave: Exposição ocupacional
Saneamento
Data do documento: Set-2011
Citação: SOUSA, F. W. de (2011)
Resumo: Os postos revendedores de combustíveis (PRCs) são instalações que exercem a atividade de revenda varejista de combustíveis líquidos derivados do petróleo, gás e álcool combustível. Esta atividade é reconhecida como importante fonte de emissão de compostos orgânicos voláteis (VOCs), dentre os quais destacam-se os BTEX (benzeno, tolueno, etilbenzeno e xilenos) e os compostos carbonílicos (CCs) (formaldeído e acetaldeído). Estes compostos facilmente inalados pelos frentistas e usuários durante o processo de abastecimento dos veículos e exaustão dos carros, constituem um perigo para à saúde humana, mesmo em baixas concentrações. Neste trabalho avaliou-se a exposição ocupacional de trabalhadores frentistas a BTEX e CCs, oriundos das atividades de abastecimento e queima de combustíveis em três PRCs durante os períodos seco (setembro-dezembro/2009) e chuvoso (fevereiro-junho/2010) na cidade de Fortaleza. Os resultados obtidos mostraram que uma comparação direta entre os PRCs durante os períodos seco e chuvoso, revelou que o posto 2 apresentou os maiores níveis de concentração de BTEX, seguido pelo posto 3 e posto 1. As concentrações médias mensais de CCs mostraram que o formaldeído, acetaldeído e acroleína foram as principais carbonilas detectadas. Os resultados mostraram uma estreita relação (R > 0,845) entre o volume de gasolina vendida e a concentração de BTEX. A razão de concentração formaldeído/acetaldeído mostrou que as emissões veiculares e a queima de combustíveis predominam nos PRCs. A probabilidade de risco de câncer para homens ao longo de 30 e 5 anos de exposição para benzeno e formaldeído ficaram acima do limite estabelecido como seguro pela USEPA. A mesma tendência foi observada para as mulheres frentistas, pois de acordo com as equações de risco, este grupo constitui o mais sensível. Neste contexto, programas de treinamento contínuo e soluções técnicas devem ser implementadas para a redução dos riscos ocupacionais a BTEX e CCs em postos revendedores de combustíveis.
Abstract: The gas stations (GS) are facilities engaged in the activity of retail sale of liquid fuels derived from petroleum, gas and alcohol. This activity is recognized as an important source of emissions of volatile organic compounds (VOCs), among which are the BTEX (benzene, toluene, ethylbenzene and xylenes) and carbonyl compounds (CCs) (formaldehyde and acetaldehyde). These compounds easily inhaled by attendants and users during the process of refueling and exhaust of vehicles, are a danger to human health even at low concentrations. In this study we evaluated the occupational exposure of workers to BTEX and CCs attendants, from the activities of refuelling and combustion of gasoline in three GSs during the dry (September to December/2009) and rainy (February to June/2010) in Fortaleza. The results showed that a direct comparison between the GSs during the rainy and dry seasons, revealed that the station 2 had the highest concentrations of BTEX, followed by the station 3 and station 1. The monthly average concentrations of CCs showed that formaldehyde, acetaldehyde and acrolein, were the major carbonyl detected. The results showed a close relationship (R > 0.845) between the volume of gasoline sold and the concentration of BTEX. The concentration ratio formaldehyde / acetaldehyde showed that vehicle emissions and the burning of fuels predominate in GSs. The probability of cancer risk for men over 30 and 5 years of exposure to benzene and formaldehyde were above the limit established as safe by the USEPA. The same trend was observed for women attendants, because according to the equations of risk, this group is the most sensitive. In this context, training programs and technical solutions must be implemented to reduce occupational hazards to BTEX and CCs in fuel service stations.
Descrição: SOUSA, F. W. de. Estimativa da exposição e risco de câncer a compostos carbonílicos e BTEX em postos de gasolina na cidade de Fortaleza-CE. 2011. 186 f. Tese (Doutorado em Engenharia Civil. Saneamento Ambiental) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2011.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2188
Aparece nas coleções:DEHA - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_tese_fwsousa.pdf3,51 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.