Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21891
Título: O dito e o vivido: concepções e práticas avaliativas na educação infantil da rede municipal de Fortaleza
Título em inglês: The said and lived: concepts and practices in evaluative children of Fortaleza Municipal Education
Autor(es): Gomes, Luciana Kellen de Souza
Orientador(es): Ciasca, Maria Isabel Filgueiras Lima
Palavras-chave: Avaliação da Aprendizagem - Educação Infantil - Fortaleza (CE)
Escolas Públicas Municipais - Educação Infantil - Fortaleza (CE)
Creche - Educação Infantil - Fortaleza (CE)
Pedagogical practices
Child education
Data do documento: 2016
Citação: Gomes, L. K. S.; Ciasca, M. I. F. L. (2016)
Resumo: O objetivo desse estudo é o de investigar a relação entre a sistemática avaliativa para Educação Infantil proposta pela Secretaria Municipal da Educação de Fortaleza e as práticas avaliativas existentes nas unidades de atendimento de Educação Infantil pesquisadas. As balizas desse escopo assentam-se no entendimento da avaliação na Educação Infantil enquanto instrumento de reflexão sobre a prática pedagógica na busca do aperfeiçoamento das experiências da criança no espaço escolar. Em especial, no que se refere a avaliação da criança, esta é tida como contínua, pautada na observação, escuta e registros acerca do processo de desenvolvimento e aprendizagem da criança (BRASIL, 2009a, 2009b, 2009c, 2009d; HOFFMANN, 2000; ROSEMBERG, 1997). Nas instituições de Educação Infantil, a avaliação possui um caráter diferenciado, trazendo novos desafios ao educador que atua nessa etapa de ensino. Como metodologia, esse estudo configurou-se como uma pesquisa de abordagem qualitativa, do tipo documental e de campo, organizada em três etapas. A primeira consistiu na analise das diretrizes e instrumentais propostos pela Secretaria Municipal da Educação de Fortaleza sobre as práticas pedagógicas avaliativas na Educação Infantil. A segunda etapa envolveu o delineamento das concepções docentes sobre a criança, Educação Infantil, formação continuada e processo avaliativo, identificando as aproximações e distanciamentos das práticas pedagógicas nos tipos de unidades de atendimento da rede municipal de Fortaleza. Na terceira e última etapa buscou-se investigar as práticas avaliativas das professoras que atuam na Educação Infantil na rede municipal de Fortaleza. Para a análise dos dados utilizou-se o Programa Atlas TI, software que colaborou na organização e categorização dos dados qualitativos. Tratados os dados, emergiram as categorias que foram analisadas a partir da análise de conteúdo proposta por Bardin (2009). A partir da analise dos dados, os resultados apontaram que é preciso incorporar a cultura de avaliação ao trabalho docente, documentar o que está sendo realizado: registrar os diálogos das crianças, as mediações realizadas, os planejamentos. Contudo, é preciso destacar que não se trata de um registro cotidiano simplesmente para implementação de uma prática avaliativa coerente e singular, é necessário um tipo de formação específica para tal realização, já que exige um conhecimento sobre as diversas dimensões do desenvolvimento infantil e sobre os diversos instrumentos de documentação pedagógica no cotidiano escolar.
Descrição: GOMES, Luciana Kellen de Souza. O dito e o vivido: concepções e práticas avaliativas na educação infantil da rede municipal de Fortaleza. 2016. 209f. – Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza (CE), 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21891
Aparece nas coleções:PPGEB - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_tese_lksgomes.pdf3,58 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.