Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21935
Título: Validação de um vídeo educativo para o conhecimento, atitude e prática de gestantes na preparação para o parto ativo
Título em inglês: Validation of an educational video for knowledge, the attitude and practice of pregnant in the preparation for active labor
Autor(es): Andrade, Ivna Silva
Orientador(es): Fernandes, Ana Fátima Carvalho
Palavras-chave: Parto
Enfermagem Obstétrica
Tecnologia Educacional
Promoção da Saúde
Data do documento: 12-Dez-2016
Citação: ANDRADE, I. S. ; FERNANDES, A. F. C. (2016)
Resumo: No âmbito da humanização do parto, o parto ativo é, simplesmente, um modo conveniente de se descrever um trabalho de parto normal e o modo como uma parturiente se comporta quando seguem seus próprios instintos, obedecendo à lógica fisiológica do seu corpo, não sendo objeto de uma “condução ativa” pela equipe obstétrica. O estudo objetivou: Validar um vídeo educativo para o parto ativo com o público alvo; verificar o conhecimento, a atitude e prática de gestantes acerca da preparação para o parto ativo; avaliar as implicações da utilização de uma tecnologia educativa para promoção do conhecimento, da atitude e prática de gestantes sobre o parto ativo; correlacionar a adequação do conhecimento, da atitude e prática com os dados sociodemográficos e obstétricos do grupo controle e intervenção; avaliar a experiência e satisfação de mulheres com o parto, por meio de contato telefônico. Estudo dotipo quase experimental, composto de grupo intervenção e grupo controle, desenvolvido em dez Unidades Básicas de Saúde da Família, do município de Eusébio,Ceará, dividido em dois territórios. A população foi composta por gestantes no último trimestre. A coleta de dados deu-se por meio de um instrumento construído e validado composto de quatro partes: dados sociodemográficos, saúde reprodutiva, parto e inquérito CAP, durante o período de setembro de 2015 a fevereiro de 2016.Para o Grupo Intervenção,foi aplicado o inquérito sobre a preparação para o parto, acompanhado de uma sessão educativa, com exposição do vídeo. No Grupo Controle, as atividades desenvolvidas foram aplicadas por meio do questionário de conhecimento, atitude e prática sobre a preparação para o parto e a consulta pré-natal de rotina. Ambos foram avaliados no pós-parto, por meio de ligação telefônica, a fim de certificar o nível de satisfação usando o QESP. Os dados foramtabulados, processados e analisados em tabelas.O estudo foi realizado procurando atender aos preceitos éticos legais, recomendados pela Resolução 466/12, conforme parecer de número 1.148.019. Os resultados apontaram que o grupo intervenção obteve maior adequação no conhecimento, na atitude e prática. Destacam-se os resultados com estatística significativa em todas variáveis quando associadas ao grupo que recebeu a tecnologia, destacando a influência do vídeo educativo para o parto ativo. Com relação ao nível de satisfação das mulheres com relação ao parto, em quase todos os itens, o Grupo Intervenção obteve melhor nível de satisfação do que o Grupo Controle, ou seja, as gestantes que assistiram ao vídeo ficaram mais satisfeitas no período do trabalho de parto, parto, pós-parto e com relação ao nível da dor. Portanto, os cuidados e as orientações realizados no pré-natal para preparação para o parto, atrelados a uma tecnologia educativa, torna-se mais eficaz, quando comparados aos cuidados utilizados de rotina de forma isolado.Conclui-se que a intervenção utilizada promoveu de forma positiva o aumento do nível de conhecimento, atitude e prática degestantes com relação ao parto ativo.
Abstract: In the context of the humanization of labor, active labor is simply a convenient way of describing normal labor and the way a woman parturient behaves when she follows her own instincts, obeying the physiological logic of her body, and is not the object of a "Active driving" by the obstetric team. The study aimed to: Validate an educational video for active delivery with the target audience; Verify the knowledge, attitude and practice of pregnant women about the preparation for active delivery; To evaluate the implications of the use of an educational technology to promote knowledge, attitude and practice of pregnant women about active delivery; Correlate the adequacy of knowledge, attitude and practice with the sociodemographic and obstetric data of the control and intervention group; To evaluate the experience and satisfaction of women with childbirth through telephone contact.A quasi-experimental study, composed of the intervention group and control group, developed in ten Basic Units of Family Health in the municipality of Eusebio, divided into two territories. The population was composed of pregnant women in the last trimester. Data collection was done through a constructed and validated instrument composed of four parts: socio-demographic data, reproductive health, birth and CAP survey during the period from September 2015 to February 2016. For the intervention group it was Applied the survey on childbirth preparation, accompanied by an educational session with video exposure. In the Control Group, the activities developed were the application of the knowledge, attitude and practice questionnaire on the preparation for childbirth and routine prenatal consultation. Both were evaluated in the postpartum period, through a telephone call in order to certify the level of satisfaction using the QESP. The data were tabulated, processed and analyzed in tables. The study was carried out in accordance with the legal ethical precepts recommended in resolution 466/12, under opinion number 1,148,019. The results showed that the intervention group obtained a greater adequacy in knowledge, attitude and practice. We highlight the results with significant statistics in all variables when associated with the group that received the technology, highlighting the influence of the educational video for active delivery. Regarding the level of satisfaction of the women regarding delivery, in almost all items the intervention group obtained a better level of satisfaction than in the control group, that is, the pregnant women who watched the video were more satisfied during the work period of Childbirth, postpartum and in relation to the level of pain. Therefore, the care and guidance performed in prenatal care for childbirth, coupled with an educational technology, becomes more effective when compared to routinely used care in isolation. It was concluded that the intervention used positively promoted the increase in the level of knowledge, attitude and practice of the pregnant woman regarding active delivery.
Descrição: ANDRADE, I. S. Validação de um vídeo educativo para o conhecimento, atitude e prática de gestantes na preparação para o parto ativo. 2016. 87 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21935
Aparece nas coleções:DENF - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_tese_isandrade.pdf898,11 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.