Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21971
Título: Ictiofauna da bacia do Rio Mundaú: dieta e morfologia do trato digestório de cinco espécies da família Characidae
Título em inglês: Ichthyofauna of the world river basin. Diet and morphology of the digestive tract of five species of the characidae family (Actinopterygii: Characiformes)
Autor(es): Teixeira, Francisco Keilo
Orientador(es): Rezende, Carla Ferreira
Palavras-chave: Peixes neotropicais
Nordeste Médio Oriental
Plasticidade trófica
Morfologia do trato gastrointestinal
Data do documento: 2015
Citação: TEIXEIRA, F. K. (2015)
Resumo: Os estudos da ictiofauna dulcícola no Brasil estão mais concentrados nas regiões Sul e Sudeste. A região Nordeste é carente de estudos, especialmente a ecorregião hidrográfica Nordeste Médio Oriental (NEMO). Há pouco informações sobre a distribuições da ictiofauna local bem como as relações ecológicas estabelecidas entre essas espécies. A variabilidade hidrológica do NEMO afeta a disponibilidade de recursos alimentar que varia das estações seca e cheia. Dessa forma, os peixes adotam estratégias alimentares para contornar as flutuações de recursos alimentares. Nestas circunstâncias algumas espécies podem apresentar variações no trato digestório como resposta adaptava à disponibilidade e ao tipo de alimento ingerido. Este estudo teve como objetivo realizar um inventário das espécies de peixes da bacia do rio Mundaú (Capitulo I) e analisar a dieta de cinco espécies da família Characidae e sua relação com a morfologia do trato digestório. Para capítulo I foram realizadas amostragens em 35 localidades ao longo de toda bacia do rio Mundaú. Para capítulo II foram realizadas amostras em dois pontos no baixo e médio Mundaú para análise de dieta e aspectos morfológicos do trato digestório. Verificou-se a presença de 55 espécies distribuídas em 50 gêneros, 31 famílias e 10 ordens. Destas, 30 são estritamente de água doce, sete estuarinas e 18 são marinhas. Três espécies (Hemigrammus guyanensis, H. rodwayi e Poecilia sarrafae) constituem novas ocorrências para o NEMO. Além disso, foram registradas duas espécies de cynolebiideos, Hypsolebias sp. e Anablepsoides cearensis, a última classificada como criticamente ameaçada de extinção pelos critérios da IUCN. A dieta das cinco espécies de Characidae analisada é composta basicamente por algas, fragmento vegetal, insetos aquáticos e microcrustáceos. Apenas uma espécie é carnívora, três são herbívoras e uma é onívora evidenciando a importância dos itens de origem vegetal para manutenção das espécies. Duas espécies responderam à variação na dieta com aumento comprimento do intestino e no número de cecos pilóricos. A relação entre dieta e o número de cecos pilóricos não foram verificadas em três das cinco espécies, não havendo, portanto, evidências suficientes para confirmar correlação com o número de cecos e preferência alimentar.
Abstract: Brazilian freshwater ichthyology studies are concentrated at south and southeastern regions. Northeastern region is deficient in studies, especially Middle Eastern northeastern hydrographic micro region. Existing ones focus on small parts of larger regions or reservoirs. Food resources availability vary throughout the year, and fish need to adopt new strategies to acquire food. In these circumstances, some species may present digestive tracts variations as answer to these variations in quality and availability of food. This study aims to list the species in Mundaú River Basin (chapter I) and analyses the diet of five characidae species and their relation to digestive tract morphology (gut length and pyloric caeca number). For chapter I, 35 locations along the entire basin. As for chapter II, samples were taken on two the locations cited above. Fish were captured using seine net, cast net, hand net and bottle traps. Five of these species had their stomach contents analyzed. Mundaú River Basin has 55 species, distributed on 50 genus, 31 families and 10 orders. 30 species are strictly freshwater, seven are estuarine and 18 marine. Three species (Hemigrammus guyanensis, H. rodwayi e Poecilia sarrafae) are new occurrences for Middle Eastern Northeastern region. Besides, two cynolebbiids species, Hypsolebias sp. and Anablepsoides cearensis, the second one being classified as critically endangered by IUCN. Diet were composed mostly of algae, vegetable fragments, aquatic insects and micro crustaceans. Only one species is carnivorous, three are herbivorous and one is omnivorous, what indicates the importance of vegetable items to species maintenance. The relationship between diet and the number of pyloric cecum were not verified in three of the five species, therefore, there was not enough evidence to confirm correlation with the number of cecum and food preference.
Descrição: TEIXEIRA, Francisco Keilo. Ictiofauna da bacia do Rio Mundaú: dieta e morfologia do trato digestório de cinco espécies da família Characidae. 2015. 77 f. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Recursos Naturais)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21971
Aparece nas coleções:DBIO - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_dis_fkteixeira.pdf2,61 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.