Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22072
Título: Experiências de crise: narrativas autobiográficas de sujeitos em sofrimento psíquico
Título em inglês: Crisis experiences: autobiographical narratives of subjects in psychic suffering
Autor(es): Soares, Camila Alves
Orientador(es): Bosi , Maria Lúcia Magalhães
Palavras-chave: Psiquiatria
Saúde Mental
Narrativas Pessoais
Data do documento: 31-Mar-2016
Citação: SOARES, C. A. ; BOSI, M. L. M. (2016)
Resumo: Objetivamos, neste estudo, compreender as experiências de crise de sujeitos em sofrimento psíquico por meio de suas narrativas autobiográficas, identificando as concepções, conhecendo as explicações atribuídas ao surgimento das crises; e analisando as estratégias de cuidado buscadas para essas situações. Historicamente, as crises foram consideradas experiências predominantemente negativas que precisavam ser eliminadas dos sujeitos e o “elemento concreto” da doença mental. Com a contribuição do movimento da Reforma Psiquiátrica, e a premissa de por a “doença mental entre parênteses”, as crises buscaram ser compreendidas numa perspectiva contextualizada, inseridas na história de vida das pessoas. Diversos estudos apontam dificuldades das equipes de saúde no manejo das crises nos serviços, reforçando a “necessidade de hospital Psiquiátrico”, principalmente para essas situações. Na literatura, identificamos as situações de crise como momentos de solidão, medo, despersonalização, incompreensão, alteração da percepção do tempo e espaço, por outro lado, as crises podem ser momentos de passagem, que levam ao aprendizado e transformação. Em termos metodológicos, trata-se de pesquisa de abordagem qualitativa, delineada como um estudo biográfico, vinculado a uma perspectiva narrativista, centrada na experiência e orientada sócioculturalmente. Para os procedimentos de coleta de dados empregamos como instrumento a Entrevista Narrativa e, para o processamento do material empírico, utilizamos como lente a perspectiva hermenêutica contemporânea de Hans-George Gadamer, de modo a compreender o texto e os sujeitos envolvidos nesse ato de interpretação, voltado à compreensão do nosso objeto. Quanto aos resultados, encontramos três dimensões principais de análise: concepções de crise; origem das crises; e cuidado e tratamento. Percebemos que as experiências de crise são de difícil nomeação, dada sua complexidade, porém identificamos características importantes de despersonalização, urgência, inevitabilidade e fragmentação da identidade nessas situações. Os sujeitos atribuem seu surgimento a condições biológicas e experiências relacionadas à pobreza e vulnerabilidade, principalmente as que envolvem a violência contra a mulher. Em busca de ajuda, os sujeitos recorrem à família, ao poder da religião e da espiritualidade, ao remédio, e aos serviços de saúde mental, CAPS e hospitais psiquiátricos, atribuindo-lhes lugares e importâncias distintas. Concluímos, com este estudo, a necessidade da valorização da experiência e do saber de experiência sobre as crises pelos próprios sujeitos em sofrimento psíquico e reafirmamos os serviços substitutivos em saúde mental como lugares estratégicos de cuidado, na promoção de espaços de ressignificação dessas experiências.
Abstract: The objective of this study was to understand the crisis experiences from subjects in psychological distress through their autobiographical narratives, concepts identification, knowledge of the explanations attributed to emergence of the crises, and analysis of the care strategies sought for these situations. Historically, crises have been considered to be mainly negative experiences that had to be eliminated from the subjects and the "concrete element" of mental illness. With contribution from Psychiatric Reform movement, and the premise of putting "mental illness in parentheses”, it has been sought to understand crisis in a contextual perspective, inserted in people’s life history. Several studies point to problems of healthcare teams in crises management in services, strengthening the need for psychiatric hospital, especially for those situations. In the literature, crisis situations are identified as moments of solitude, fear, depersonalization, misunderstanding and altered perception of time and space; on the other hand, crises can be moments of passage that lead to learning and transformation. In terms of methodology, this was a qualitative research, designed as a biographical study, linked to a narrativist perspective, focused on experience, through a socially contextualized way. We used narrative interview as tool, and for empirical material processing, the contemporary hermeneutic perspective of Hans-George Gadamer was used, in order to understand the text and the subjects involved in this act of interpretation, aimed at the understanding of our object. As for the results, we found three main dimensions of analysis: crisis conceptions; origin of the crises; and care and treatment. We realized that the crisis experiences were difficult to nominate, given their complexity; however, we were able to identify important features of depersonalization, urgency, inevitability and identity fragmentation in these situations. The subjects attribute their rise to biological conditions and experiences related to poverty and vulnerability, especially those involving violence against women. In search for help, they turn to family, religion and spirituality, medicines, and to mental health services, CAPS and psychiatric hospitals, assigning them different roles and values. We concluded, with this study, that there is need to valorize the experiences and experience knowledge of the crises by the subjects themselves, when in psychological distress, and reaffirm substitutive mental health services as strategic places of care in order to promote reframing spaces for these experiences.
Descrição: SOARES, C. A. Experiências de crise: narrativas autobiográficas de sujeitos em sofrimento psíquico. 2016. 181 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22072
Aparece nas coleções:DSC - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_dis_casoares.pdf1,83 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.