Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22095
Título: As estátuas vivas de Fortaleza-Ce: performance, mimese e gesto
Título em inglês: The living statues of Fortaleza-CE: performance, mimesis and gesture
Autor(es): Soares, Ângela Vieira
Orientador(es): Oliveira Júnior, Antonio Wellington de
Palavras-chave: Artes cénicas – Fortaleza (CE)
Mimese na arte – Fortaleza (CE)
Imitação na arte – Fortaleza (CE)
Performance
Mimesis
Data do documento: 2015
Citação: Soares, A. V.; Oliveira Júnior, A. W. (2015)
Resumo: Esta pesquisa aborda as estátuas vivas de Fortaleza-Ce em dois espaços de atuação: a Praça do Ferreira e a Avenida Beira-Mar. Durante o ano de 2013 e 2014 os performers foram observados, escolhidos e entrevistados tomando como base das entrevistas as narrativas de suas vidas/trajetórias. Esse recurso foi utilizado para a compreensão dos sujeitos e de suas opiniões sobre o trabalho que fazem e como norteador/inspirador do caminho teórico e analítico a seguir. Partindo das observações e entrevistas a análise teórica se alicerça na mimese, entendendo-a como a base do fazer e do conhecer desses performers cujas estátuas vivas são resultados de um processo de colagem/(re)criação de diversas influências e imagens advindas do que circula em seu meio sociocultural, uma imitação do estatuário material (morto) cujo suporte é o corpo próprio dos performers (vivo). Sobre este par de termos opostos essenciais (morto x vivo) se desdobra outro fundamental para prática e seu fim estético: imobilidade x mobilidade. O jogo entre estes opostos complementares está na performance de estátua viva e no seu comunicar-se silencioso com o público (na relação entre ambos) pautado em certa teatralidade. As estátuas vivas também evocam uma tensão entre o legitimado e seu lugar marginal tanto no que se refere à arte como ao trabalho formal, tensão entre outros termos também opostos que definem o fazer desses performers como um gesto social. Pesquisa desenvolvida junto ao Laboratório de Investigação em Corpo, Comunicação e Arte – LICCA-CNPq.
Abstract: This research deals with the living statues of Fortaleza-Ce in two spaces of acting: Ferreira Square (Praça do Ferreira) and Beira-Mar Avenue. During the years of 2013 and 2014 the performers were observed, chosen and interviewed, having as the bases of the interviews the narratives of their lives/trajectories. This resource was used for the comprehension of the individuals and their opinions about the work they do and as guide/inspiration for the theoretical and analytical path to follow. Departing from the observations and interviews the theoretical analysis founds itself on mimesis, understanding it as the base of the work and knowledge of these performers whose living statues are the result of a process of collage/(re)creation of diverse influences and images coming from what circulates in their sociocultural environment, an imitation of the material statuary (dead) whose base is the performers’ own bodies (alive). Upon this essential pair of opposed terms (dead x alive) unfolds another fundamental one for the practice and its esthetical end: immobility x mobility. The game between these complementary opposed is in the performance of the living statue and in its silence communication with the audience (in the relation between both) guided in certain theatricality. The living statues also evoke a tension between the legitimate and their marginal place as regards the art and formal work, tension between other and also opposed terms that define the doing of these performers as a social gestus. Research developed with the Laboratory of Investigation in Body Communication and Art (Laboratório de Investigação em Corpo Comunicação e Arte) – LICCA-CNPq.
Descrição: SOARES, Ângela Vieira. As estátuas vivas de Fortaleza-CE: performance, mimese e gesto. 2015. 142f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social, Fortaleza (CE), 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22095
Aparece nas coleções:PPGCOM - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_dis_avsoares.pdf4,2 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.