Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22096
Título: O gênero discursivo artigo de opinião em práticas de letramento escolar
Título em inglês: The discursive genre opinion article on school literacy practices
Autor(es): Nascimento, Aline de Sousa
Orientador(es): Magalhães, Maria Izabel Santos
Palavras-chave: Artigo de opinião (Gêneros textuais)
Letramento – Ensino fundamental
Gênero textual - Estudo e ensino
Opinion article
Argument types
Data do documento: 2016
Citação: Nascimento, A. S.; Magalhães, M. I. S. (2016)
Resumo: Existem poucas pesquisas que exploram textos argumentativos no Ensino Fundamental. Trabalhar com práticas de letramento em uma sala de nono ano e construir um evento de letramento, no qual o gênero discursivo artigo de opinião tenha sido produzido pelos discentes, mostra que o aluno do Ensino Fundamental é capaz de argumentar e defender sua tese e que essa capacidade de escrever textos argumentativos não deve ser somente abordada e desenvolvida no Ensino Médio. Com esse propósito, trabalhamos com o conceito de letramento com base em Street (2014), Soares (2014), Magalhães (2012) Kleiman (1995; 2007; 2008). Ao falar sobre os tipos de argumento presentes em textos argumentativos e sobre argumentação, baseamo-nos em Fiorin (2015), Cavalcante (2016) e em Gonzaga (2016). Sabe-se que há dificuldades no alunado do Ensino Fundamental de construir textos argumentativos, pois esse gênero exige a construção de tese, sustentada e legitimada por argumentos e contra-argumentos, mais conclusão coerente. Docentes buscam formar o alunado para a escrita com significado, logo a produção do artigo de opinião é um veículo importante de argumentação, refutação e defesa de posição. Com o tema práticas de letramento escolar, objetivamos, nesta dissertação, fazer a ponte entre o letramento e a produção do gênero discursivo artigo de opinião e essa ação é vista como ferramenta de aprendizagem que docentes do Ensino Fundamental possam utilizar e transmitir didaticamente para seu alunado. Utiliza-se a abordagem qualitativa (FLICK, 2009) nesta pesquisa, da qual participaram 18 estudantes do nono ano de uma escola pública que trabalharam com a estrutura do gênero discursivo artigo de opinião. Após a preparação, os estudantes redigiram seu próprio artigo de opinião, em norma culta da língua, sobre o tema “Gravidez na adolescência: causas e consequências”. As categorias de análise dos textos produzidos pelos discentes foram: a) diferenciação do tema da tese; b) desenvolvimento da tese; c) tipos de argumento. Antes da intervenção, apenas 10 discentes diferenciaram o tema da tese; depois da intervenção, 17 diferenciaram e desenvolveram a tese. Houve a utilização de vários tipos de argumento na defesa da ideia central dos produtores dos textos na primeira e na última produção textual. A presente dissertação contribui para o debate acerca do letramento escolar, mediante práticas de letramento (Street, 2012), pois o objetivo final do ensino de língua portuguesa é ampliar a capacidade de utilizar leitura e escrita como práticas sociais.
Abstract: There is little research which shows argumentative texts being worked in elementary education. Working with literacy practices in a ninth grade class and build a literacy event, in which the opinion article discursive genre was produced by students, shows that the elementary school student knows how to argue and defend his thesis and it show that ability to write argumentative texts must not only be addressed and developed in high school. We work with the concept of literacy based on Street (2014), Soares (2014), Magalhães (2012) Kleiman (1995; 2007; 2008). When we talk about the argument types present in argumentative texts and about argumentation, we rely on Fiorin (2015) Cavalcante (2016) and Gonzaga (2016). It is known that there are difficulties among the elementary school students in building argumentative texts, because this genre requires thesis construction, supported and legitimized by arguments and counterarguments, plus a coherent conclusion. Teachers seek to form the students for meaningful writing, thus the production of the opinion piece is an important vehicle of argumentation, refutation and point of view defense. With the theme School Literacy Practices, we aim, in this work, to bridge the gap between literacy and production of the opinion article discursive genre as a learning tool that teachers of elementary school can use and transmit didactically. We use a qualitative approach (FLICK, 2009) in this study, which was attended by 18 students from the ninth grade of a public school, who worked with the structure of the discursive genre opinion article. After preparation, the students wrote their own opinion pieces in Standard Portuguese language, on the theme "Teenager pregnancy: causes and consequences". The analysis categories of texts produced by students were: a) differentiation of the theme from the thesis; b) development of the thesis; c) argument types. Before the intervention, only 10 students had differentiated the theme from the thesis; after the intervention, 17 had differentiated and developed the thesis. There was the use of various types of argument to defense the central idea of the producers of the texts in the first and last text production. This work contributes to the debate about school literacy through practices of literacy (Street, 2012), since the ultimate goal of the Portuguese language teaching is to enlarge the ability to use reading and writing as social practices.
Descrição: NASCIMENTO, Aline de Sousa. O gênero discursivo artigo de opinião em práticas de letramento escolar. 2016. 118f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-Graduação em Letras, Fortaleza (CE), 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22096
Aparece nas coleções:PROFLETRAS - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_dis_asnascimento.pdf23,14 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.