Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22136
Título: Caracterização físico-química e avaliação in vitro de diferentes formulações da solução de Carnoy sobre substratos ósseo e dentário humanos
Título em inglês: Physical-chemical characterization and in vitro evaluation of different formulations of the Carnoy’s solution on human bone and dental substrates
Autor(es): Carvalho, Francisco Samuel Rodrigues
Orientador(es): Costa , Fabio Wildson Gurgel
Palavras-chave: Terapêutica
Osso e Ossos
Dente Serotino
Propriedades Físicas e Químicas
Técnicas In Vitro
Data do documento: 6-Fev-2017
Citação: CARVALHO, F. S. R. ; COSTA, F. W. G. (2017)
Resumo: A região maxilofacial pode ser afetada por uma variedade de lesões benignas (odontogênicas e não-odontogênicas), mas localmente invasivas. O emprego de um tratamento conservador pode gerar altas taxas de recorrência, enquanto que uma abordagem radical pode acarretar desordens estético-funcionais. O uso da solução de Carnoy, enquanto terapia complementar ao tratamento cirúrgico, tem sido descrito na literatura com o propósito de reduzir as taxas de recorrências dessas lesões, além de minimizar danos decorrentes de um tratamento cirúrgico agressivo. Dessa forma, a presente dissertação é constituída por dois capítulos que têm como objetivo, respectivamente: 1) caracterizar as propriedades físico-químicas e farmacológicas da solução de Carnoy com e sem clorofórmio; 2) avaliar in vitro o efeito de diferentes formulações da solução de Carnoy sobre substratos humanos calcificados. Como abordagens metodológicas, foram realizados estudos laboratoriais. No Capítulo 1, procedeu-se com a avaliação das propriedades físico-químicas/farmacológicas e comportamento de diferentes formulações da solução de Carnoy utilizada em cirurgia oral e maxilo-facial através de microespectroscopia Raman, espectrofotometria UV/Visível, entre outras. Os resultados, desse estudo, evidenciaram que a solução de Carnoy apresenta pH ácido e, quando da presença do clorofórmio, esta torna-se levemente mais ácida, bem como confere à solução maior viscosidade. Quando as soluções não foram filtradas após sua preparação ocorreu precipitação de sais de ferro após o sétimo dia quando da utilização do clorofórmio em sua composição. No Capítulo 2, foi realizado um estudo com 36 terceiros molares inferiores e 18 fragmentos ósseos mandibulares, ambos doados e coletados de humanos, os quais foram divididos em três grupos: dois grupos experimentais (Grupo I = solução de Carnoy com clorofórmio; Grupo II = solução de Carnoy sem clorofórmio) e um grupo controle (solução salina). As amostras foram avaliadas através de microespectroscopia Raman, teste de microdureza Knoop e microscopia eletrônica de varredura (MEV) com análise do espectro de energia dispersiva de raios X (EDX). Houve desmineralização/degradação das estruturas dentárias tanto nas relações matriz mineral/matriz orgânica e carbonato/fosfato (GI e GII; p<0,05), quanto na relação entre os subtipos de colágeno (GII; p<0,05). No tecido ósseo foi observada degradação pela redução na relação entre os subtipos de colágeno (GI e GII; p<0,05). A presença do clorofórmio resultou em uma redução estatisticamente significante na microdureza superficial das amostras de tecidos dentários (p=0,036). Nos grupos experimentais, o MEV/EDX evidenciou significativas alterações estruturais em todas as amostras analisadas. Como conclusões de ambos os estudos, tem-se que: (1) a solução de Carnoy é uma solução estável quando armazenada em temperatura ambiente que, na presença de clorofórmio, é passível de precipitação de sais de ferro, sofre aumento de sua viscosidade, e seu pH torna-se levemente mais ácido; (2) ambas as formulações da solução de Carnoy (com ou sem clorofórmio) apresentam capacidade de desmineralização quando aplicada sobre tecidos humanos calcificados, promovendo alteração tanto na matriz mineral quanto na matriz orgânica; (3) a presença do clorofórmio na solução de Carnoy propicia um maior potencial de desmineralização e penetrabilidade teciduais.
Abstract: The maxillofacial region may be affected by a variety of benign lesions (odontogenic and non-odontogenic), but locally invasive. The use of a conservative treatment can generate high rates of recurrence, whereas a radical approach can lead to aesthetic-functional disorders. The use of Carnoy's solution, as a complementary therapy to surgical treatment, has been described in the literature with the purpose of reducing the recurrence rates of these lesions, in addition to minimizing damages resulting from an aggressive surgical treatment. Thus, the present dissertation is constituted by two chapters that aim, respectively: 1) to characterize the physico-chemical and pharmacological properties of Carnoy's solution with and without chloroform; 2) to evaluate in vitro the effect of different formulations of Carnoy's solution on calcified human substrates. As methodological approaches, laboratory studies were performed. In Chapter 1, the physico-chemical / pharmacological properties and behavior of different formulations of the Carnoy solution used in oral and maxillofacial surgery were evaluated through Raman microspectroscopy, UV / Visible spectrophotometry, among others. The results of this study showed that the Carnoy solution presents acidic pH and, when chloroform is present, it becomes slightly more acidic, as well as giving the solution a higher viscosity. When the solutions were not filtered after preparation, precipitation of iron salts occurred after the seventh day when the chloroform was used in its composition. A study was carried out with 36 lower third molars and 18 mandibular bone fragments, both donated and collected from humans, which were divided into three groups: two groups (Group I = Carnoy solution with chloroform, Group II = Carnoy solution without chloroform) and a control group (saline solution). The samples were evaluated through Raman microspectroscopy, Knoop microhardness test and scanning electron microscopy (SEM) with X-ray dispersive energy spectrum (EDX). There was demineralization / degradation of dental structures in both the mineral matrix / organic matrix and carbonate / phosphate (GI and GII, p <0.05) and in the relationship between the collagen subtypes (GII, p <0.05). In the bone tissue degradation was observed by the reduction in the ratio between the collagen subtypes (GI and GII, p <0.05). The presence of chloroform resulted in a statistically significant reduction in the surface microhardness of dental tissue samples (p = 0.036). In the experimental groups, the MEV / EDX showed significant structural changes in all samples analyzed. As conclusions of both studies, we have: (1) Carnoy's solution is a stable solution when stored at room temperature which, in the presence of chloroform, is prone to precipitation of iron salts, increases its viscosity, And its pH becomes slightly more acidic; (2) both formulations of the Carnoy solution (with or without chloroform) exhibit demineralization ability when applied to calcified human tissues, promoting alteration in both the mineral matrix and the organic matrix; (3) the presence of chloroform in Carnoy's solution provides a greater potential for tissue demineralization and penetrability.
Descrição: CARVALHO, F. S. R. Caracterização físico-química e avaliação in vitro de diferentes formulações da solução de Carnoy sobre substratos ósseo e dentário humanos. 2017. 129 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22136
Aparece nas coleções:DCOD - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_dis_fsrcarvalho.pdf4,09 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.