Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22211
Título: Potencial formativo emancipatório na sociedade administrada: análise da realidade contraditória, no IFCE, Campus Iguatu
Título em inglês: Emancipatory formative potential in managed society: analysis of contradictory reality, at the IFCE, Iguatu campus
Autor(es): Silva, Adriana Alves da
Orientador(es): Oliveira, Elenilce Gomes de Oliveira
Palavras-chave: Curso Integrado – Iguatu (CE)
Contradições Sociais – Iguatu (CE)
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - Iguatu (CE)
Critical theory
Vocational education
Data do documento: 2016
Citação: Silva, A. A.; Oliveira, E. G. O. (2016)
Resumo: O objeto desta tese é a relação entre emancipação e Educação com suporte nos pressupostos da Teoria Critica e ênfase no pensamento de Theodor W. Adorno. Tem o objetivo de identificar as possibilidades formativas educacionais de cunho emancipatório na sociedade administrada, com recorte na Educação brasileira, no âmbito do Ensino Médio Integrado à Educação Profissional. O estudo empírico ocorreu no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Campus Iguatu, por meio de observação não-participante com registro em diário de campo e conversão em protocolo, envolvendo 211 educadores (95 professores e 116 técnicos administrativos em Educação) e 225 alunos. A interpretação e análise dos dados, oriundos das observações, se deram pela metodologia da Hermenêutica Objetiva de Ulrich Oevermann e se nortearam por questionamentos das situações descritas e pela percepção dos seguintes elementos: antagonismos e contradições da sociedade instrumental e capitalista; ações de resistência e contestação; e, ações que sinalizassem novas relações sociais e educativas emancipatórias. Os resultados evidenciaram contradições da sociedade administrada que se espraiam e constituem a formação. Não obstante a emergência das contradições, essas não são em sua maioria apropriadas por educadores, familiares e alunos e, quando assim são, se fazem de modo inconsciente e irrefletido, reduzidas a problemas circunstanciais, sem articulação com a totalidade social e esvaziados de conteúdos racionais objetivos, contribuindo para perpetuação do estado de dominação. Consequência direta da não apropriação das contradições, os antagonismos da sociedade do capital são citados, mencionados, mas não questionados em seus fundamentos e contradições, tampouco desdobram-se em práticas que sinalizem novas relações emancipatórias de modo consciente e intensional. Ainda asssim, identificou-se potencial emancipatórios na formação educacional do Campus Iguatu, à medida que sobressaíram elementos como segurança, maturidade, autonomia, protagonismo, solidariedade, respeito, reflexão crítica, capacidade de conexão tecnológica, dentre outros, os quais denominamos de possibilidades perdidas de desenvolvimento de potencial critico, por não serem canalizados para a emancipação. Tais elementos, se estimulados a reflexão e ao questionamento dos seus fundamentos, poderiam desenvolver no discente uma racionalidade objetiva capaz de articular meios e fins, o pensar e o ser, o entendimento e a sensibilidade, a teoria e prática social, indicando uma práxis transformadora. Conclui-se que embora os elementos potencializadores estejam presentes na formação, estes não são utilizados para o indício de novas relações emancipatórias, se constituindo em desafio o seu alinhamento com uma Educação que considere a permanente crítica da realidade existente, para que possa contribuir para mudança das concepções e práticas da racionalidade instrumental no caminho de uma racionalidade emancipadora.
Descrição: SILVA, Adriana Alves da. Potencial formativo emancipatório na sociedade administrada: análise da realidade contraditória, no IFCE, Campus Iguatu. 2016. 186f. – Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza (CE), 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22211
Aparece nas coleções:PPGEB - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_tese_aasilva.pdf1,38 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.