Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2224
Título: Avaliação dos efeitos anticonvulsivantes e neuroprotetores da doxiciclina em ratos adultos jovens
Título em inglês: Evaluation of anticonvulsivants and neuroprotective effects of doxycycline in adult rats
Autor(es): Nogueira, Carlos Renato Alves
Orientador(es): Viana , Glauce Socorro de Barros
Palavras-chave: Epilepsia
Doxiciclina
Fármacos Neuroprotetores
Data do documento: 2008
Citação: NOGUEIRA, C. R. A. (2008)
Resumo: A Pilocarpina é um agonista colinérgico característico por induzir convulsões que evoluem para status epilépticus, similar à epilepsia do lobo temporal humana. Neste presente trabalho, nós avaliamos a possível ação neuroprotetora da doxiciclina, uma tetraciclina de segunda geração, nas convulsões induzidas pela pilocarpina em ratos Wistar machos, que receberam pilocarpina (300mg/kg i.p) presença ou na ausência de doxiciclina (25 à 100 mg/kg) administrada intraperitonealmente uma vez ao dia durante sete dias. Após a injeção de pilocarpina, foram observados os sinais colinérgicos periféricos, as latências de 1° convulsão e de morte. Foram determinadas as concentrações de aminoácidos no córtex temporal através de cromatografia líquida de alta eficiência HPLC, e a atividade do sistema antioxidante, catalase e as dosagens dos níveis de TBARS e nitrito. Os resultados mostraram que a doxiciclina não alterou os sinais colinérgicos periféricos, contudo aumentou a latência decorrida para a primeira convulsão (1.6 a 5 vezes), quando comparada ao grupo (P300). Resultados semelhantes foram demonstrados com a latência de morte, que foi aumentada de 1.9 a 9.9 vezes. Observou - se que o pré-tratamento com doxiciclina 50 mg/kg foi capaz de reduzir em 25% os níveis de MDA, 64% os níveis de nitrito e 67.7% a atividade da catalase no córtex temporal desses animais, demonstrando com clareza seu potencial antioxidante. Interessantemente, a doxiciclina diminuiu as concentrações de glutamato de 28 a 33%, e aumentou GABA em 112 e 91%, nas dose de 50 e 100mg/kg respectivamente nos animais administrados com P300, Na maior dose, a droga alterou os níveis de aspartato e taurina, diminuindo em 61% aspartato enquanto elevou os níveis de taurina em cerca de 34%. Surpreendentemente, somente a menor dose alterou os níveis de glicina, aumentendo a concentração deste aminoácido em 132%. Em conclusão, mostramos que o início e a intensidade das convulsões induzidas pela pilocarpina foram significativamente reduzidos pela doxiciclina. Portanto, pelo menos em parte, este mecanismo de ação parece estar relacionado a uma diminuição nos níveis de aminoácidos excitatórios e a um aumento nas concentrações de aminoácidos inibitórios no córtex temporal desses animais.
Abstract: Pilocarpine is known to induce convulsions leading to status epilepticus, similar to the temporal lobe epilepsy in humans. In the present work, we evaluated the possible protection affored by doxycyvline, a 2nd generation tetracycline, agaist pilocarpine- induced convulsions in male Wistar rats (P300mg/kg, i.p) in the absence and in the presence of doxicycline (25 to 100 mg/kg i.p.) daily for 7 days.After the pilocarpine injection, all groups were observed for cholinergic signs, latency to the first convulsion and latency to death. Besides, amino acid concentrations in temporal córtices were determined by RP-HPLC, as well catalase activity and levels of TBARS and Nitrite. Results showed that doxycycline did not alter cholinergic signs but increased the latency time to the first convulsion (1.6 to 5 times increase), as compared to P300, and the highest effect was observed with the dose of 25 mg/kg. Similar results were demonstrated to death latency that increased from 1.9 to 9.9 times with doxyciclyne at the doses of 25, 50 and 100 mg/kg. In fact we showed that the pre-treatment with doxycycline decreased in 25% MDA levels, 64% nitrite levels and 67.7% catalase activity. Interestingly, doxycycline decreased glutamate concentrations in 28 and 33% and increased GABA in 112 and 91% at the doses of 50 and 100mg/kg respectively. At the higher dose the drug altered aspartate and taurine concentrations, decreased aspartate levels in 61%, while increasing taurine levels in 34%. Surprisingly, only the lower dose altered glycine levels, increasing its concentration by 132%. In conclusion, we showed that the onset and intensity of pilocarpine-induced seizures were significantly reduced by doxycycline. Furthermore, at least in part, its mechanism of action seems to be mediated by the decrease and increase of excitatory and inhibitory aminoacids, respectively. In addiction the doxycycline capacity to reduce the oxidative stress associated with the pilocarpine-induced may also play a role
Descrição: NOGUEIRA, Carlos Renato Alves. Avaliação dos efeitos anticonvulsivantes e neuroprotetores da doxiciclina em ratos adultos jovens. 2008. 97 f. Dissertação (Mestrado em Farmacologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, 2008.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2224
Aparece nas coleções:DFIFA - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2008_dis_cranogueira.pdf5,05 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.