Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22255
Título: Avaliação do modelo de status epilepticus por ouabaína: da administração intracerebroventricular à análise de parâmetros comportamentais e indicadores de dano cerebral
Título em inglês: Evaluating the Ouabain-induced model of Status epilepticus: From intracerebroventricular route to analysis of behavioral and brain damage parameters
Autor(es): Lustosa, Ítalo Rosal
Orientador(es): Lucena , David Freitas de
Palavras-chave: Epilepsia
Doenças Linfáticas
Epidemiologia Experimental
Data do documento: 7-Dez-2016
Citação: LUSTOSA, I. R. ; LUCENA, D. F. (2016)
Resumo: O status epilepticus (SE) é uma forma comum de emergência clínica potencialmente letal. O avanço na terapia antiepiléptica nas últimas décadas não modificou as taxas de responsividade a tratamento desta condição, bem como das epilepsias em geral. A regulação para baixo da tividade de Na+,K+-ATPase (NKA) tem sido implicada na fisiopatologia de diversas doenças neurodegenerativas, inclusive epilepsias. No presente trabalho, foram induzidas crises epilépticas por ouabaína via intracerebroventricular (i.c.v.), um modelo com valor preditivo para crises tônico-clônias generalizadas. Foram delineadas as características etológicas do SE com vistas à semiologia de valor localizatório e mediram-se indicadores neuroquímicos: lipoperoxidação, TBARS; concentração de glutationa, GSH; nitrito, NO2- nas áreas cerebrais córtex pré-frontal (F), hipocampo (H), corpo estriado (E), tálamo (T) e mesencéfalo (M). Cerca de ~85% dos animais que recebem 29,23 µg de ouabaína via i.c.v. exibiram um comportamento consistente de duas crises procursivas intercaladas por freezing seguidas de clono parcial que evolui com clono generalizado e perda do reflexo de endireitamento com fenômenos tônicos tardios. Este padrão é altamente sugestivo de ictogênese primária multifocal em áreas límbica (H) e de tronco encefálico (colículo inferior) seguidas de generalização. A lipoperoxidação esteve significativamente aumentada em relação ao controle em todas as áreas estudadas: F, E e H (p<0,0001); T (p<0,001); M (p<0,01). A [GSH] esteve significativamente reduzida apenas em F (p<0,01) e E (p<0,0001). A [NO2-] esteve aumentada em T e M (p<0,01). Valores de p<0,05 foram considerados significativos. A neuroquímica evidencia grave dano oxidativo, nomeadamente nas membranas lipídicas. O aumento da [NO2-] em estruturas caudais corrobora com a literatura sobre o modelo audiogênico. Fornece-se ainda uma hipótese sobre a fisiopatologia do modelo da ouabaína i.c.v. que pode agregar-lhe relevância patomecanística enquanto construto teórico. Ademais, aportam-se amplas possibilidades para a pesquisa e desenvolvimentos de medicamentos através da implantação do protocolo de via de administração i.c.v. crônica.
Abstract: Status epilepticus (SE) is a common and potentially lethal form of clinical emergency. The advances in antiepileptic therapy in the last decades failed to change the rates of treatment responsiveness in that condition, as well as in epilepsies. Down regulation of Na +, K + -ATPase (NKA) activity has been implicated in the pathophysiology of various neurodegenerative diseases, including epilepsy. In the present study, epileptic seizures were induced through intracerebroventricular (i.c.v.) ouabain, a model with predictive value for generalized tonic-clonic seizures. The ethological characteristics of the seizures were outlined regarding the localizing semiology. Neurochemical analysis were also performed: lipoperoxidation, TBARS; reduced glutathione (GSH) concentration; and nitrite (NO2-) concentration in prefrontal cortex (F), hippocampus (H), striatum (E), thalamus (T) and mesencephalon (M). About ~ 85% of the animals receiving 29.23 μg of i.c.v. ouabain exhibited a behavior consisting of two procursive seizures intercalated by freezing and followed by partial clonus evolving as generalized clonus with loss of the righting reflex and late tonus. This pattern is highly suggestive of primary multifocal ictogenesis in limbic (H) and brainstem (lower colliculus) areas followed by secondary generalization. Lipoperoxidation was significantly increased in relation to control in all studied areas: F, E and H (p <0.0001); T (p <0.001); M (p <0.01). GSH concentration was significantly reduced only in F (p <0.01) and E (p <0.0001). NO2- concentration was increased in T and M (p <0.01); Values of p <0.05 were considered significant. Neurochemistry evidences severe oxidative damage, mainly in lipid membranes. The increase in NO2- in caudal structures corroborates with literature about the audiogenic model. A hypothesis that may aggregate pathomechanistic relevance to the model as theoretical construct is thrown. Furthermore, the implementation of an i.c.v administration protocol offers ample possibilities for the research and drug development.
Descrição: LUSTOSA, I. R. Avaliação do modelo de status epilepticus por ouabaína: da administração intracerebroventricular à análise de parâmetros comportamentais e indicadores de dano cerebral. 2016. 118 f. Dissertação (Mestrado em Farmacologia) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22255
Aparece nas coleções:DFIFA - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_dis_irlustosa.pdf2,21 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.