Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22257
Título: Efeitos comparativos do glutation, glutamina, alanina e da alanilglutamina adicionados a um perfusato de composição intracelular
Título em inglês: Comparative effects of glutathione, glutamine, alanine and alanylglutamine added to a perfusate of intracellular composition
Autor(es): Araújo Filho, Raimundo Messias de
Orientador(es): Fonteles , Manassés Claudino
Palavras-chave: Preservação de Órgãos
Perfusão
Transplante de Rim
Glutamina
Data do documento: 20-Jan-2017
Citação: ARAÚJO FILHO, R. M. ; FONTELES, M. C. (2017)
Resumo: O transplante renal é a terapia substitutiva de escolha para os pacientes portadores de doença renal crônica avançada. A preservação renal tem como objetivo garantir a sua viabilidade funcional. Todos os procedimentos se concentraram na proteção das funções do órgão, na proteção das reservas de energia e da estrutura morfológica. Objetivos: o estudo fisiofarmacológico do rim perfundido e isolado de coelho com uma solução de composição intracelular rica em potássio e magnésio contendo 4g% de albumina bovina; avaliar os efeitos da glutamina, alanina, alanilglutamina e do glutation em diferentes concentrações e avaliar os efeitos da subnormotermia. Coelhos do sexo masculino foram anestesiados com uretana 1,2g/kg por via intraperitoneal mais 30 mg/kg de pentobarbital por via intramuscular. Após a anestesia ser estabelecida, foi realizada uma incisão na linha média e o ureter esquerdo canulado com um tubo de polietileno. A aorta abdominal foi dissecada e os vasos colaterais ligados. A artéria mesentérica e a renal direita foram ligadas e foi removido o rim direito. A aorta foi canulada com uma cânula metálica estéril e a perfusão do rim esquerdo iniciada sem interrupção do fluxo. A preparação foi então colocada no circuito de perfusão onde foi mantida a 37ºC ou a 22ºC com solução de perfusão contendo 4g% de albumina previamente dialisada por 48 horas e oxigenada por uma mistura de 95% de O2 e 5% de CO2. A cada dez minutos colhia-se material para análise no perfusato e na urina para dosagem de inulina, sódio, potássio e cloreto. O fluxo de perfusato, a resistência vascular e as razões PO2/PCO2 foram monitorizados ao longo da experiência. Os animais foram distribuídos aleatoriamente e divididos em nove grupos: solução A, glutamina 1 mM e 3 mM, alanilglutamina 2 mM e 5 mM, glutamina 1 mM + alanina 2 mM, glutamina 1 mM + glutation 2 mM, glutamina 1 mM + glutation 4 mM e glutamina 1 mM + glutation 2 mM a 22ºC. Não houve, com os tratamentos, alteração nos parâmetros resistência vascular, transporte absoluto e percentual de potássio. O fluxo urinário foi mais alto nos grupos GL1, GL1GSH2 e GL1GSH4(p=0.08). O RFG foi mais alto nos grupos GL1, GL1GSH2 e GL1GSH4(p=0,03). Quando se analisou o transporte absoluto de sódio vimos que os maiores valores pertenciam aos grupos GL1GSH2, GL1GSH4 e ALGL5(p=0,001) e o transporte percentual de sódio tinha seus maiores valores nos grupos GL1GSH2 e ALGL5(p=0,012). Com relação ao transporte absoluto de cloreto o grupo com melhor índice é o GL1GSH2(p=0,002). O transporte percentual de cloreto tem o seu melhor resultado no grupo GL1GSH2(p=0,046). Já o clearance osmolar foi maior nos grupos GL1 e GL1GSH2(p=0,007). Concluímos que a adição de glutamina e de glutation a uma solução de composição intracelular poderá resultar em melhor atividade fisiológica em termos de preservação renal, podendo ser aplicável na preservação renal para transplante.
Abstract: Renal transplantation is the substitutive therapy of choice for patients with advanced chronic kidney disease. Kidney preservation aims to ensure its functional viability. All procedures focused on protecting the body's functions, protecting energy reserves and morphological structure. Objectives: the physiopharmacological study of the perfused and isolated rabbit kidney with a solution of intracellular composition rich in potassium and magnesium containing 4g% of bovine albumin; To evaluate the effects of glutamine, alanine, alanylglutamine and glutathione at different concentrations and to evaluate the effects of subnormotermia. Male rabbits were anesthetized with urethane 1.2 g / kg intraperitoneally and 30 mg / kg pentobarbital intramuscularly. After the anesthesia was established, an incision was made in the midline and the left ureter cannulated with a polyethylene tube. The abdominal aorta was dissected and the collateral vessels connected. The mesenteric and right renal arteries were ligated and the right kidney was removed. The aorta was cannulated with a sterile metal cannula and perfusion of the left kidney started without interruption of flow. The preparation was then placed in the perfusion loop where it was maintained at 37 ° C or 22 ° C with infusion solution containing 4% albumin previously dialysed for 48 hours and oxygenated by a mixture of 95% O 2 and 5% CO 2. Every ten minutes, material was collected for perfusate and urine analysis for dosage of inulin, sodium, potassium and chloride. Perfusate flow, vascular resistance and PO2 / PCO2 ratios were monitored throughout the experiment. The animals were randomly assigned and divided into nine groups: solution A, 1 mM and 3 mM glutamine, 2 mM alanylglutamine and 5 mM, 1 mM glutamine + 2 mM alanine, 1 mM glutamine + 2 mM glutathione, 1 mM glutamine + glutathione 4 1 mM glutamine + 2 mM glutathione at 22 ° C. There were no alterations in the parameters of vascular resistance, absolute transport and percentage of potassium. Urinary flow was higher in GL1, GL1GSH2 and GL1GSH4 groups (p = 0.08). The RFG was higher in the GL1, GL1GSH2 and GL1GSH4 groups (p = 0.03). When the absolute sodium transport was analyzed, the highest values ​​belonged to the GL1GSH2, GL1GSH4 and ALGL5 groups (p = 0.001) and the percentage sodium transport had their highest values ​​in the GL1GSH2 and ALGL5 groups (p = 0.012). Regarding the absolute transport of chloride, the group with the best index is GL1GSH2 (p = 0.002). The percentage transport of chloride has its best result in the GL1GSH2 group (p = 0.046). The osmolar clearance was higher in the GL1 and GL1GSH2 groups (p = 0.007). We conclude that the addition of glutamine and glutathione to an intracellular composition solution may result in better physiological activity in terms of renal preservation and may be applicable in renal preservation for transplantation.
Descrição: ARAÚJO FILHO, R. M. Efeitos comparativos do glutation, glutamina, alanina e da alanilglutamina adicionados a um perfusato de composição intracelular. 2017. 165 f. Tese (Doutorado em Farmacologia) - Faculdade de farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22257
Aparece nas coleções:DFIFA - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2017_tese_rmaraujofilho.pdf5,09 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.