Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22297
Título: A justiça dos jurados
Autor(es): Hungria, Nelson
Palavras-chave: Discurso
Direito penal
Justiça penal
Jurados
Data do documento: 1956
Editor: Revista da Faculdade de Direito
Citação: HUNGRIA, N. (1956)
Resumo: A justiça penal tornou-se uma função que envolve a aprofundada pesquisa da alma humana, a análise dos fatores criminógenos, a crítica esclarecida de cada caso ocorrente para o ajustamento da reação penal à personalidade concreta do delinquente ou ao caráter sintomático da conduta criminosa. Já não pode deixar-se inspirar por sentimentalismos espúrios, por ódios vingativos ou ditames de piedade. Entretanto, essa justiça, e precisamente no que diz com os crimes mais graves, continua sendo confiada à bisonhice, à simpleza, ao canhestrismos de juízes de acaso, aos quais se teima em chamar "jurados", embora já não se lhes peça juramento. Sorteados para o "conselho de sentença", investem-se eles na soberania do despropósito, no incontrolado arbítrio da imperícia, transformando a justiça penal num jogo de cabra-cega ou no azar de uma rinha de galos.
Descrição: HUNGRIA, Nelson. A justiça dos jurados. Revista da Faculdade de Direito, Fortaleza, v.10, 2ª fase, 1956, p. 13-24.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22297
ISSN: 23172940
Aparece nas coleções:FADIR - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
1956_art_nhungria.pdf1,86 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.