Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2231
Título: Participação social e estima de lugar: caminhos traçados por jovens estudantes moradores de bairros da Regional III da Cidade de Fortaleza pelos mapas afetivos
Título em inglês: Social participation and esteem of place: path followed by young students residents of neighborhoods of regional III of the City of Fortaleza by affective maps
Autor(es): ALENCAR, Helenira Fonseca de
Orientador(es): BOMFIM, Zulmira Áurea Cruz
Palavras-chave: Participação Social
Estima de Lugar
Atividade Comunitária
Adolescentes
Mapas Afetivos
Social Participation
Esteem of Place
Communitarian Activity
Adolescents
Affective Maps
Psicologia comunitária - Fortaleza (CE)
Interação social - Fortaleza (CE)
Jovens - Psicologia
Data do documento: 2010
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: ALENCAR , H. F. ; BOMFIM, Z. A. C. (2010)
Resumo: Esta pesquisa tem como objetivo investigar a relação existente entre a estima de lugar de 59 adolescentes de ambos os sexos moradores dos bairros Bonsucesso, Henrique Jorge e João XXIII e suas participações sociais nessas localidades. Buscamos esse público em duas escolas públicas municipais instaladas em dois desses bairros. Para melhor alcançar as variáveis envolvidas nessa relação pessoa-ambiente utilizamos um multimétodo composto pelo instrumento gerador dos mapas afetivos, grupo focal, trilhas urbanas e um questionário complementar sobre a participação social dos adolescentes em seus bairros. O levantamento da estima de lugar foi feito através do instrumento gerador dos mapas afetivos (BOMFIM, 2003), cuja metodologia permitiu o levantamento das estimas de lugar a partir da apreensão das seguintes imagens afetivas: Destruição, Insegurança, Contraste, consideradas imagens negativas; e Agradabilidade e Pertença, consideradas positivas. Quanto à participação social dos adolescentes no bairro verificamos uma quase ausência de engajamento desses em movimentos sociais, estando ela majoritariamente ligada a atividades comunitárias esportivas, culturais e religiosas. Ainda assim, verificamos que apenas 35,7% dos adolescentes encontravam-se engajados nelas. Desses 35,7%, participavam de atividades de ação cidadã, culturais, esportivas e religiosas respectivamente 5%, 20%, 30% e 45%. Encontramos também, respaldados pelo teste estatístico do qui-quadrado, uma correlação entre a estima de lugar e a participação social desses adolescentes, de modo que estes tendiam a participar ou não em função de apresentarem uma estima potencializadora ou despotencializadora respectivamente. Uma análise complementar nos mostrou que o tipo de atividade comunitária a qual o adolescente se ligava repercutia na construção de suas estimas de lugar com relação a seus bairros de moradia. Pudemos ainda verificar nesse estudo que os tipos de imagens afetivas que os adolescentes apresentaram com relação a seus bairros de moradia repercutiam diferentemente na participação social deles. Assim, verificamos que as predisposições afetivas que mais influenciaram na despotencialização da estima e não participação social dos adolescentes foram àquelas ligadas à violência urbana, presentes nas imagens afetivas da Insegurança e do Contraste. Isto nos levou, finalmente, a concluir que a paisagem do medo pintada pelo alto índice de violência, criminalidade e drogadição dessa região repercute mais intensamente na despotencialização de seus moradores para as ações de encontro com o bairro.
Abstract: This research aims to investigate the relationship between the esteem of place of 59 adolescents of both sexes residents on the districts of Bonsucesso, Henrique Jorge and João XXIII and its social act in these locations. We picked the public of this research at two public schools located in two of these districts. To better achieve the variables involved in person-environment relationship we used a multi-method composed of the instrument that generates the affective maps, focus group, urban trails and an additional questionnaire on social participation of adolescents in their neighborhoods. The survey of the esteem of place was built through the instrument that generates the affective maps (BOMFIM, 2003), whose methodology has allowed the survey of the esteem of place through the utilization of the following affective images: Destruction, Insecurity, Contrast, considered negative images, and Pleasantness and Belonging, considered positive. As for social participation of adolescents in the neighborhood we found a near absence of such engagement in social movements, while this sort of engagement is related in community activities like sports, cultural and religious events. Still, we found that only 35.7% of adolescents were engaged in them. Of these, 35.7%, participated in civic action activities, cultural, sporting and religious respectively 5%, 20%, 30% and 45%. We also found, backed by statistical test of chi-square, a correlation between the esteem of place and social participation of adolescents, so they tended to participate or not as long as they showed, respectively, a potentiated or unpotentiated esteem. Further analysis has shown that the type of community activity in which the teen was tied affected its esteem of place in relation to their districts of residence. We could still result in this study that the types of affective images that teenagers had about their neighborhoods housing echoed differently in their social participation. Thus, we find that the affective dispositions that most influenced the disempowerment of esteem and social participation of the adolescents were those linked to urban violence in the images of emotional insecurity and Contrast. This led us finally to conclude that the landscape of fear painted by the high rate of violence, crime and drug addiction of this region resonates more intensely in the disempowerment of its residents and its actions of meeting with their district and neighborhood.
Descrição: ALENCAR , Helenira Fonseca de. Participação social e estima de lugar: caminhos traçados por jovens estudantes moradores de bairros da Regional III da Cidade de Fortaleza pelos mapas afetivos. 2010. 239 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Fortaleza-CE, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2231
Aparece nas coleções:PPGP - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_dis_HFDAlencar.PDF4,11 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.