Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22408
Título: Narrativas simbólicas do lulismo: uma análise das campanhas eleitorais de Dilma Rousseff (2010 e 2014)
Título em inglês: Symbolic narratives of Lulism: an analysis of elections campaigns of Dilma Rousseff (2010 and 2014)
Autor(es): Lopes, Monalisa Soares
Orientador(es): Carvalho, Rejane Vasconcelos Accioly de
Palavras-chave: Silva, Luíz Inácio Lula da, 1945- Influência politica
Brasil - Eleições 2010 – análise critica
Marketing politico – Brasil
Electoral campaign
Symbolic narratives
Data do documento: 2016
Citação: Lopes, M. S.; Carvalho, R. V. A. (2016)
Resumo: Esta pesquisa objetiva compreender como se estruturou uma narrativa simbólica do lulismo nas disputas eleitorais de 2010 e 2014 para o executivo federal. O trabalho fortalece a interpretação de que os governos liderados por Lula e Dilma configuram um ciclo político, posto que instituem uma temporalidade política marcada pela continuidade de ações governativas e marcas simbólicas. As campanhas eleitorais são aqui tomadas como espaços privilegiados para a observação de aspectos simbólicos que constituem estratégias de busca por adesão em prol da permanência de grupos no poder. Desse modo, a análise aqui desenvolvida toma o Horário Gratuito de Propaganda Eleitoral (HGPE) como o lócus de visibilidade das narrativas caracterizadoras de um candidato/grupo ou ciclo político. A metodologia da pesquisa seguiu os percursos que permeiam os estudos no âmbito interdisciplinar da comunicação política. A noção de enquadramento interpretativo (PORTO, 2002) foi mobilizada com vistas a compreender as discursividades (textuais e visuais) que compõem as narrativas apresentadas no HGPE. O córpus de análise constituiu-se de 40 programas eleitorais, 20 de cada campanha, sendo 10 de cada turno. Além destes foram inclusos também na análise os programas partidários do PT nos períodos pré-eleitorais (2009, 2010, 2013 e 2014). A análise empreendida identificou que a narrativa simbólica do lulismo foi construída através do enquadramento interpretativo de um legado que se caracterizaria pela instiuição de um novo momento da história política do país. Esse novo tempo se evidenciaria pela execução de um projeto político que promoveu a inclusão social como “nunca antes na história do país”. A narrativa simbólica delimita, portanto, uma definição de temporalidades, o lulismo versus o passado, definidas em função da existência ou não de direitos sociais e cidadania para amplas parcelas da população.
Abstract: This research aims to understand how the symbolic narrative of lulismo was structured in the 2010 and 2014 presidential campaigns. The paper strengthens the interpretation which says the governments led by Lula and Dilma configures a policy cycle, because they instituted a temporality of policies marked by a continuation of governamental actions and symbolic brands. The election campaigns are here understood as a privileged space to observe symbolic aspects which build strategies interested in accession to ensure groups in power. In this sense, the analyses here developed takes the Free Political Electoral Time (HGPE) as a lócus of visibility of narratives which configure one candidate/group or policy cycle. The understanding of interpretative framing (PORTO, 2002) was mobilized to understand speeches (textual and visual) that compose the narratives presented in HGPE. The córpus of analyses is made of 40 electoral programmes, 20 from each campaign, it means 10 per round. Beside those information, analyses of party programmes of PT in the periods pre-electoral (2009, 2010, 2013 and 2014) were also included. The analyses identifed the fact which says the symbolic narratives from lulismo were built thru a inerpretative framing of a legacy which configures itself through a new brazilian historical moment startup. This new era was shown up by an execution of a political project that promoted the social inclusion as “never before in the country history”. The symbolic narrative delimits, therefore, a definition of temporality, the lulism versus the past, defined in existence function or not of social rights and citizenship to broad parts of population.
Descrição: LOPES, Monalisa Soares. Narrativas simbólicas do lulismo: uma análise das campanhas eleitorais de Dilma Rousseff (2010 e 2014). 2016. 306f. – Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-Graduação em Sociologia, Fortaleza (CE), 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22408
Aparece nas coleções:PPGS - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_tese_mslopes.pdf3,8 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.