Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2241
Título: Teoria vygotskiana e educação: o que falam desta relação os docentes das universidades de Fortaleza?
Título em inglês: Vygotsyan theory and education: What do the Fortaleza University professors say about this relationship?
Autor(es): ARAUJO, Claúdio Romero Pereira de
Orientador(es): COLAÇO, Veriana de Fátima Rodrigues
Palavras-chave: Teoria vygotskiana
Psicologia
Educação
Práticas discursivas
Vygotsyan theory
Psychology
Education
Discoursive practices
Vigotsky, L. S. (Lev Semenovich), 1896-1934
Professores universitários - Fortaleza (CE)
Data do documento: 2007
Editor: http://www.teses.ufc.br
Resumo: A presente pesquisa visou investigar como os docentes dos cursos de Psicologia e Pedagogia das universidades da cidade de Fortaleza significam e compreendem a contribuição da Teoria vygotskiana para a Educação. O estudo se desenvolveu segundo o modelo qualitativo de pesquisa em Psicologia com a adoção do referencial teórico-metodológico das práticas discursivas e de produção de sentidos, segundo a proposta do grupo de pesquisa do qual Mary Jane P. Spink é coordenadora. O referencial teórico da pesquisa foi o da abordagem da Psicologia histórico-cultural, de L. S. Vygotsky. A pesquisa foi realizada através de doze entrevistas com docentes das universidades da cidade de Fortaleza (UFC, UECE e UNIFOR) dos cursos de Pedagogia e Psicologia, tendo sido trabalhadas as categorias de análise: o significado da Teoria de Vygotsky e suas contribuições; conceitos atribuídos como importantes para Teoria geral e para a Educação; e projeto político para a Educação a partir da Teoria de Vygotsky. Após a análise das informações encontradas, ficou constatada não só a compreensão da relevância da teoria para a Educação, mas de toda a sua construção teórica fundada no materialismo histórico e dialético, consolidando uma nova concepção de psiquismo. Nesta perspectiva, foram ressaltados os conceitos relacionados aos processos psicológicos superiores, tais como mediação, internalização, Zona de Desenvolvimento Proximal (ZDP) e formação de conceitos. Deparamos-nos também com a compreensão de que a teoria pode ser pensada em termos políticos, tanto no sentido de concepção de participação social, quanto na viabilidade de ser utilizada para a elaboração de projeto político-pedagógico, como também para uma perspectiva de mudanças e transformações sociais nos moldes do marxismo
Abstract: This study sought to investigate how professors on Psychology and Education courses at universities in the city of Fortaleza see and understand the contribution of Vygotskyan theory to education. The study was base don a qualitative model for research in psychology, with adoption of the theoretical-methodological framework of discoursive practices and production of meaning, according to the proposal by the research group coordinated by Mary Jane P. Spink. The theoretical framework of the research used was that of the historical-cultural Psychological approach of L.S. Vygotsky. The study was undertaken by means of twelve interviews with professors from Fortaleza universities (UFC, UECE and UNIFOR) teaching on Psychology and Education courses, and encompassed the categories of analysis: the meaning of Vygotsky’s theory and its contribution; concepts attributed considered important for general theory and for education; the design of policy for education base don Vygotskyan theory. After analysis of the information obtained, not only was the theory found to be relevant for education, but its entire theoretical construction founded in historic dialectical materialism, consolidating a new concept of the psyche. In this sense, the concepts related to higher psychological processes were emphasized, such as mediation, internalization, Proximal Development Zone (PDZ) and formation of concepts. There was also evidence of the understanding that the theory could be though of in political terms, both in the sense of conception social participation, as well as the feasibility of being used for elaboration of political-pedagogical policy, in addition to the prospect of change and social transformation similar to those of Marxism
Descrição: ARAUJO, Claúdio Romero Pereira de. Teoria vygotskiana e educação: o que falam desta relação os docentes das universidades de Fortaleza? . 2007. 140 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Fortaleza-CE, 2007.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2241
Aparece nas coleções:PPGP - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2007_dis_CRPDAraujo.PDF758,81 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.