Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22470
Título: Gestão de pessoas e planejamento estratégico em hospitais do sul de Minas Gerais: uma análise de indicadores
Autor(es): Pinto, Lauisa Barbosa
Boas, Ana Alice Vilas
Antonialli, Luiz Marcelo
Silva, Nayara Rezende
Palavras-chave: Hospitais públicos
Sustentabilidade
Administração de pessoal
Data do documento: 2016
Editor: Carlos Adriano Santos Gomes
Citação: PINTO, L. B.; VILAS BOAS, A. A.; ANTONIALLI, L. M.; SILVA, N. R. (2016)
Resumo: O presente trabalho traz à tona a discussão sobre a importância da utilização de ferramentas administrativas, buscando responder às seguintes perguntas: Como o planejamento estratégico é percebido e realizado pelos gestores dos hospitais públicos? Como a gestão de pessoas é percebida pelos gestores desses hospitais? Qual a relação existente entre os indicadores de planejamento estratégico e de gestão de pessoas? O presente artigo concentra esforços na aplicação de um questionário publicado pelo Instituto Peabiru, financiado pela Fundação Avina, no ano de 2001, que engloba sete indicadores. Este trabalho aborda dois indicadores (gestão de pessoas e planejamento estratégico) que podem ser utilizados como instrumento complementar para que as organizações avaliem suas atividades, identifiquem pontos prioritários e estabeleçam políticas e diretrizes que sejam capazes de otimizar os seus resultados.
Abstract: Hospitals are highly specialized organizations inserted in a complex and hostile environment, being under the influence of political, economic and social variables. The present work brings up the discussion on the importance of using administrative tools, seeking answers to the following questions: How does strategic planning is perceived and performed by the managers of the public hospitals? How does Human Resources Management is perceived by the managers of these hospitals? What is the relationship between strategic planning and Human Resource Management? This article focuses on the implementation of a questionnaire published by Peabiru Institute, funded by the Avina Foundation in 2001, which includes seven indicators. The present study approaches two of these indicators (Human Resource Management and strategic planning) that can be used as an additional tool for organizations to assess their activities, identify priority issues and establish policies and guidelines that are able to optimize their results.
Resumo em espanhol: Este trabajo nos lleva a la discusión sobre la importancia de utilizar las herramientas administrativas, tratando de responder a las siguientes preguntas: ¿Cómo la planificación estratégica se percibe y llevadas a cabo por los administradores de los hospitales? A medida que la gestión de las personas es percibida por los gerentes de los hospitales públios? ¿Cuál es la relación entre los indicadores y la gestión de las personas de planificación estratégica? Este artículo se centra esfuerzos en la aplicación de un cuestionario publicado por Peabiru Instituto, financiado por la Fundación Avina en 2001, que incluye siete indicadores. Este documento aborda dos indicadores (la gente de gestión y planificación estratégica) que puede ser utilizado como una herramienta complementaria para las organizaciones para evaluar sus actividades, identificar los temas prioritarios y establecer políticas y directrices que son capaces de optimizar sus resultados.
Descrição: PINTO, Lauisa Barbosa; VILAS BOAS, Ana Alice; ANTONIALLI, Luiz Marcelo; SILVA, Nayara Rezende. Gestão de pessoas e planejamento estratégico em hospitais do sul de Minas Gerais: uma análise de indicadores. Contextus: Revista Contemporânea de Economia e Gestão, Fortaleza , v.14, n.1, p.107-134 , jan./abr. 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22470
Aparece nas coleções:FEAAC - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_art_lbpinto.pdf757,96 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.