Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22497
Título: Efeitos comportamentais e neuroquímicos da suplementação de ácidos graxos ômega-3 em ratos submetidos à lesão estriatal com 6-OHDA
Título em inglês: Behavioral and neurochemical effects of ômega-3 fatty acids in rats subject to striatal injurycom 6-OHDA
Autor(es): Barros, Alexandre
Orientador(es): Aguiar, Lissiana Magna
Palavras-chave: Doença de Parkinson
Ômega-3
Neuroproteção
Data do documento: 28-Fev-2013
Citação: BARROS, A. S. (2013)
Resumo: A doença de Parkinson (DP) é caracterizada por uma degeneração progressiva dos neurônios dopaminérgicos da substância negra. A degeneração neuronal pode resultar da convergência de um conjunto de diferentes fatores patogênicos, incluindo apoptose, excitotoxicidade, estresse oxidativo e inflamação. Muitos estudos ressaltam a importância dos ácidos graxos ômega-3 (w-3) em processos vitais, como a manutenção das propriedades das membranas celulares, participação na transdução de sinais e na atividade biodinâmica das membranas neuronais. O presente trabalho objetivou determinar os efeitos da suplementação com w-3 em cérebro de ratos submetidos ao modelo experimental da DP induzido por 6-OHDA. Ratos Wistar machos (200-250g) receberam w-3 (1,5 e 3mg/kg, por gavagem) durante 28 dias. No 4ºdia de tratamento foi realizada a injeção de 6-OHDA no estriado direito (ED). O grupo sham recebeu salina. No 25º dia de tratamento foi observado o comportamento rotacional induzido por apomorfina e no 28º dia os animais foram sacrificados. Os resultados mostraram aumento do número de rotações induzidas por apomorfina nos animais controles (6-OHDA), quando comparado ao grupo sham. Uma recuperação motora parcial foi observada nos animais tratados com w-3, que reduziu o número de rotações em torno de 40 e 75 % (1,5 e 3,0 g/kg, respectivamente). O grupo controle apresentou um declínio de cerca de 70 % sobre na atividade locomotora quando comparado ao grupo sham e o tratamento com w-3, promoveu aumento na atividade exploratória horizontal. A 6- OHDA aumentou o conteúdo de MDA no córtex pré-frontal (CPF), hipocampo (HC) e corpo estriado (CE) (6-OHDA: 75 %, 44 % e 104 %; respectivamente) quando comparado com o sham. O w-3 foi capaz de reduzir a peroxidação lipídica em torno de 40%. O w-3 promoveu redução na concentração de nitrito/nitrato em todas as áreas testadas. Observou uma redução significativa da concentração de dopamina (DA) no lado ipsilateral dos controles (61 %). No entanto, nos animais tratados com w-3 essa redução foi menor. Os resultados deste estudo sugerem que a suplementação com w-3 reverteu às alterações comportamentais e neuroquímicas da 6-OHDA, apresentando efeitos possivelmente benéficos no tratamento da DP.
Abstract: Parkinson's disease (PD) is characterized by a progressive degeneration of dopaminergic neurons in the substantia nigra. The neuronal degeneration may result from the convergence of a number of different pathogenic factors, including apoptosis, excitotoxicity, oxidative stress and inflammation. Many studies emphasize the importance of omega-3 (w-3) in vital processes such as maintenance of the properties of cell membranes, participate in signal transduction and biodynamic activity of neuronal membranes. This study aimed to determine the effects of supplementation with w-3 in the brain of rats subjected to an experimental model of PD induced by 6-OHDA. Male Wistar rats (200-250g) received W-3 (1.5 and 3mg/kg, orally) for 28 days. On the 4th day of treatment was performed 6-OHDA injection into the striatum right (SR). The sham group received saline. On the 25th day of treatment was observed rotational behavior induced by apomorphine and by day 28 the animals were sacrificed. The results showed an increase in the number of apomorphine-induced rotations in the control animals (6-OHDA) compared to the sham group. A motor partial recovery was observed in animals treated with w-3, which reduced the number of rotations around 40 and 75% (1,5 and 3,0 g / kg, respectively). The control group showed a decline of about 70% on locomotor activity when compared to the sham group and treatment with n-3, increased the horizontal exploratory activity. The 6-OHDA promoted increase in MDA content in the prefrontal cortex (PFC), hippocampus (HC) and striatum (CE) (6-OHDA: 75%, 44% and 104%, respectively) compared to sham. The w-3 was capable of reducing the lipid peroxidation about 40%. The w-3 caused a reduction in the concentration of nitrite / nitrate in all areas tested. We observed a significant reduction in the concentration of dopamine (DA) on the ipsilateral controls (61%). However, in animals treated with n-3 this reduction was minor. The results of this study suggest that supplementation with n-3 reversed the behavioral and neurochemical changes of 6-OHDA, with effects potentially beneficial in the treatment of PD.
Descrição: BARROS, A.S. Efeitos comportamentais e neuroquímicos da suplementação de ácidos graxos ômega-3 em ratos submetidos à lesão estriatal com 6-OHDA. 2013. 61f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) – Campus de Sobral, Universidade Federal do Ceará, Sobral, 2013.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22497
Aparece nas coleções:PPGB - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_dis_asbarros.pdfBARROS, A.S. Efeitos comportamentais e neuroquímicos da suplementação de ácidos graxos ômega-3 em ratos submetidos à lesão estriatal com 6-OHDA. 2013. 61f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) – Campus de Sobral, Universidade Federal do Ceará, Sobral, 2013.1,04 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.