Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22543
Título: Formação médica para a APS: percepções de egressos da UFC
Título em inglês: Medical education for aps:perceptions of medical graduates at the UFC
Autor(es): Torres, Ana Carolina Souza
Orientador(es): Mota , Maria Vaudelice
Palavras-chave: Escolas Médicas
Saúde da Família
Educação Superior
Data do documento: 31-Ago-2016
Citação: TORRES, A. C. S. ; MOTA, M. V. (2016)
Resumo: O Sistema Único de Saúde aponta a necessidade de mudanças das práticas hegemônicas em saúde, e fomenta transformações do modelo técnico-assistencial que perpassa as práticas de saúde e a formação profissional. Políticas públicas têm sido desenvolvidas visando à reorientação da formação dos profissionais em saúde. O objetivo da pesquisa é avaliar a formação médica para a APS com base nas percepções dos egressos de medicina da UFC à luz das DCN e dos eixos do Pró-Saúde. Trata-se de uma pesquisa de caráter avaliativo, com abordagem qualitativa que contemplou a análise documental do projeto político pedagógico (PPP) do curso de medicina da UFC e coleta de entrevistas semiestruturadas com 10 médicos egressos do curso, graduados entre 2003 e 2011, com atuação na APS em Fortaleza. As entrevistas foram transcritas e analisadas em categorias de acordo com Minayo. Destacam-se como principais achados: dificuldades para integrar o ciclo básico ao profissional no currículo, as competências gerais das DCN não contempladas nas ementas das disciplinas foram Educação Permanente e da Administração e Gerenciamento, necessidade do PPP atualizar o conteúdo das suas ementas, tentativa da IES em estruturar o PPP de acordo com as recomendações das DCN, necessidade de se adequar a pedagogia dos docentes no módulo de ABS, equilibrar o módulo de ABS com maior número de docentes e preceptores com especialização em Medicina de Família, capacitação para os preceptores médicos, a prática no território do SF como potente transformadora da formação, vivências em cenários de práticas diversificados e atividades complementares agregaram aos egressos competências para atuar na APS, formação crítica e alinhada ao paradigma da integralidade, fragilidades na Integração Ensino-Serviço, atividades de Educação Permanente nos serviços de saúde desconectadas das necessidades dos profissionais e da comunidade. Essa pesquisa proporcionou um processo de reflexão-ação acerca das potencialidades e fragilidades no processo formativo dos recursos humanos para o SUS.
Abstract: The Health System indicates the need to change the hegemonic practices in health, and promotes changes in the technical-assistance model that permeates health practices and training. Public politics have been developed aiming at reorienting the training of high level professionals and qualification of service professionals.The objective of the research is to evaluate medical training for PHC based on perceptions of medical graduates at the UFC in the light of DCN and the axes of the Pro-Health. It is an evaluative research study with a qualitative approach that included the documentary analysis of the political pedagogical project (PPP) of the medical course at UFC and semi-structured interviews with 10 medical graduates at the course, graduates between 2003 and 2011, acting at APS in Fortaleza. Stand out as the main findings: difficulties in integrating the basic cycle to the professional curriculum, the general competences of the DCN not included in the disciplines were Permanent Education and Administration and Management, need to the PPP update the content of their disciplines, IES tried to structuring PPP in accordance with the recommendations of the DCN, is need to adapt the pedagogy of teachers in the ABS module, balance the ABS module with the highest number of teachers and tutors with expertise in family medicine, training for preceptors doctors, the practice at SF and at the territory as powerful transformative training, experiences in diverse practice settings and complementary activities had added to the graduates the skills to work in the APS, critical training and aligned to the integrality paradigm, weaknesses in the integration Teaching-service, Permanent education activities in health services disconnected from the needs of professionals and the community. This research provided a process of reflection-action about the strengths and weaknesses in the training process of human resources for SUS.
Descrição: TORRES, A. C. S. Formação médica para a APS: percepções de egressos da UFC. 2016. 118 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22543
Aparece nas coleções:DSC - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_dis_acstorres.pdf1,69 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.