Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22563
Título: Redução das emissões gasosas através da camada de cobertura de aterros sanitários utilizando diversos tipos de materiais
Título em inglês: Reduction of gas emissions through the land covering layer sanitary use using various types of materials
Autor(es): Monteiro, Lorena Soares
Orientador(es): Mota, Francisco Suetônio Bastos
Palavras-chave: Saneamento
Resíduos sólidos
Biogás
Fluxo de gases
Data do documento: 10-Ago-2016
Citação: MONTEIRO, L. S. (2016)
Resumo: O crescimento populacional é responsável pelo aumento na geração de resíduos sólidos, e pela necessidade da correta destinação, processamento e redução destes resíduos. Este trabalho objetivou avaliar o desempenho no aprisionamento dos gases de aterro por diferentes materiais usados como camada de cobertura em uma Célula Experimental (CE) e na Célula Central (CC) do Aterro Sanitário Metropolitano Oeste de Caucaia (ASMOC). As estimativas das emissões de gases foram realizadas por meio de ensaios com placa de fluxo estático na cobertura convencional e nas coberturas alternativas, além das medições feitas nos drenos. Os gases gerados na CE e lançados pelo dreno continham, em média, 16,48% de CH4, 13,23% de CO2 e 11,10% de; já na CC, as médias de emissão de CH4 variaram de 48,20% a 62%, com volumes de CO2 variando de 28,45% a 40,43%, e concentrações de O2 bem baixas, variando de 0,02% a 6,4%. A CC permitiu o escape de, em média, 0,5% de CH4 e 0,3% de CO2 na CE, enquanto que a CC diferiu apenas na média de CO2 com 0,8%. A CE apresentou valores médios de fluxo mássico de CH4 na camada de cobertura de 0,78 g/m².s.10-2 e de 1,2x10-2 g/m².s, para CO2. Já a CC apresentou média de fluxo mássico de CH4 de 0,77 g/m².s.10-2 e de 1,54x10-2 g/m².s para CO2. No tocante às emissões pelas camadas alternativas na CE, a camada vegetada com grama Esmeralda teve melhor resultado entre as demais, mas ainda permitiu a emissão de 1,1% a mais de CH4, deixando escapar 4,3 vezes mais CO2 quando comparada à da cobertura convencional. O módulo da CC coberto com grama Esmerada conseguiu reter 50,8% mais CH4 e 24,6% mais CO2 que a camada de cobertura convencional; o capim Mombaça emitiu 13,4% menos CH4 que a camada convencional. A capina seca, apesar de emitir 12,4% a mais de CH4 que a camada convencional, melhorou em quase três vezes seu desempenho com relação ao experimento anterior. Já a camada sobreposta de capina seca-Cx emitiu 17,2% menos CH4 e 85,5% menos CO2 que a camada convencional. O RCC foi o material com o pior resultado entre todos os módulos analisados, 1820,9% a mais de emissão de CH4 e 1205,8% de emissão de CO2 para a atmosfera, se comparada à camada convencional de cobertura. Já se for considerada a camada sobreposta de RCC-Cx, a diminuição na emissão de CH4 comparada à camada convencional de cobertura é de 12,9% e de 59,0% menos CO2. Os fluxos mássicos em ambos os experimentos apresentaram uma ampla faixa de variação do CH4 e CO2, o que indica que vários fatores externos à célula são responsáveis por esta variação, porém seguem um comportamento congruente às emissões de CH4 e CO2 fortemente influenciadas pelo regime de chuvas. Os dados coletados mostraram que a grama Esmeralda, em ambos os experimentos, minimizam a perda dos gases para atmosfera, além de tornar mais agradável o ambiente de alta vulnerabilidade.
Abstract: Population growth is responsible for the increase in solid waste generation, And the necessity of the correct destination, processing and reduction of this waste. This one The objective of this study was to evaluate the performance of landfill gas trapping by Different materials used as a cover layer in an Experimental Cell (CE) and in the Central Cell (CC) of the Western Metropolitan Sanitary Landfill of Caucaia (ASMOC). Estimates of the gas emissions were carried out by means of With static flow plate in the conventional cover and in the alternative covers, Besides the measurements made in the drains. The gases generated in the EC and released by the drain Contained, on average, 16.48% CH 4, 13.23% CO 2 and 11.10%; Already in the CC, Average CH4 emissions ranged from 48.20% to 62%, with varying CO2 volumes From 28.45% to 40.43%, and very low O2 concentrations, ranging from 0.02% to 6.4%. THE CC allowed the escape of an average of 0.5% of CH4 and 0.3% of CO2 in the EC, while CC differed only in the average of CO2 with 0.8%. The EC presented average values ​​of Mass flux of CH4 in the cover layer of 0.78 g / m².s.10-2 and 1.2x10-2 g / m².s, For CO2. On the other hand, the CC presented a mean CH4 mass flow of 0.77 g / m².s.10-2 and 1.54x10-2 g / m².s for CO2. Regarding emissions by alternative layers in the EC, the Layer vegetated with grass Esmeralda had better result among the others, but Still allowed the emission of 1.1% more than CH4, allowing 4.3 times more CO2 to escape When compared to conventional coverage. The DC module covered with grass Esmerada was able to retain 50.8% more CH4 and 24.6% more CO2 than the Conventional coverage; The Mombaça grass emitted 13.4% less CH4 than the layer conventional. The dry weed, although emitting 12.4% more of CH4 than the Has improved its performance over almost three times Previous experiment. The overlapping layer of dry weed-Cx emitted 17.2% less CH4 and 85.5% less CO2 than the conventional layer. The RCC was the material with the worst Between all the analyzed modules, 1820.9% more than CH4 emission and 1205.8% CO2 emission to the atmosphere, when compared to the conventional layer of roof. If the overlapped layer of RCC-Cx is considered, the decrease in Emission of CH4 compared to the conventional coverage layer is 12.9% and 59.0% Less CO2. The mass fluxes in both experiments presented a wide Range of CH4 and CO2, which indicates that several factors external to the cell are Responsible for this variation, but follow a behavior consistent with CH4 and CO2 emissions strongly influenced by the rainfall regime. The data Showed that the Esmeralda grass, in both experiments, Loss of gases into the atmosphere, in addition to making the high vulnerability.
Descrição: MONTEIRO, L. S. Redução das emissões gasosas através da camada de cobertura de aterros sanitários utilizando diversos tipos de materiais. 2016. 155 f. Tese (Doutorado em Engenharia Civil: Saneamento Ambiental) – Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22563
Aparece nas coleções:DEHA - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_tese_lsmonteiro.pdf13,06 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.