Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22577
Título: Mortality related to tuberculosis-HIV/AIDS co-infection in Brazil, 2000-2011: epidemiological patterns and time trends
Título(s) alternativo(s): Mortalidade relacionada à coinfecção tuberculose e HIV/AIDS no Brasil, 2000-2011: padrões epidemiológicos e tendências temporais
Autor(es): Lima, Mauricélia da Silveira
Martins-Melo, Francisco Rogerlândio
Heukelbach, Jorg
Alencar, Carlos Henrique
Boigny, Reagan Nzundu
Ramos Júnior, Alberto Novaes
Palavras-chave: Tuberculose
HIV
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida
Data do documento: Out-2016
Editor: Cadernos de Saúde Pública
Citação: LIMA, M. S. ; MARTINS-MELO, F. R. ; HEUKELBACH, J. ; ALENCAR, C. H. ; BOIGNY, R. N. ; RAMOS JÚNIOR, A. N. (2016)
Resumo: coinfecção tuberculose (TB)-HIV/AIDS é um problema de saúde pública persistente no Brasil. Neste estudo, descrevem-se padrões epidemiológicos e tendências temporais da mortalidade relacionada à coinfecção TB-HIV/AIDS. Baseado em dados de mortalidade de 2000-2011 (quase 12,5 milhões de mortes), foram analisados 19.815 óbitos relacionados à coinfecção. O coeficiente médio de mortalidade padronizado por idade foi de 0,97 óbitos/100 mil habitantes. Os maiores coeficientes de mortalidade foram verificados no sexo masculino, grupos etários economicamente produtivos, raça/cor negra e residentes da Região Sul. Houve diminuição significativa dos coeficientes de mortalidade em nível nacional (variação percentual anual média: -1,7%; IC95%: -2,4; -1,0), com diferentes padrões entre regiões: aumento nas regiões Norte, Nordeste e Centro-oeste, redução na Sudeste e estabilização na Sul. A integração estratégica dos programas de controle de TB-HIV/AIDS é fundamental para reduzir a carga de mortalidade relacionada à coinfecção no Brasil.
Abstract: Co-infection of tuberculosis (TB)-HIV/AIDS is a persistent public health problem in Brazil. This study describes epidemiological patterns and time trends of mortality related to TB-HIV/AIDS co-infection. Based on mortal - ity data from 2000-2011 (almost 12.5 million deaths), 19,815 deaths re - lated to co-infection were analyzed. The average age-adjusted mortality rate was 0.97 deaths/100,000 inhabitants. The highest mortality rates were found among males, those in economically productive age groups, black race/color and residents of the South region. There was a significant re - duction in the mortality coefficient at the national level (annual average percent change: -1.7%; 95%CI: -2.4; -1.0), with different patterns among regions: increases in the North, Northeast and Central regions, a reduction in the Southeast and a stabilization in the South. The strategic integration of TB-HIV/AIDS control programmes is fundamental to reduce the burden of mortality related to co-infection in Brazil.
Descrição: LIMA, Mauricélia da Silveira et al. Mortality related to tuberculosis-HIV/AIDS co-infection in Brazil, 2000-2011 : epidemiological patterns and time trends. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 32, n. 10, p. 1-11, out. 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22577
ISSN: 1678-4464 On line
Aparece nas coleções:DSC - Artigos publicados em revista científica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_art_mslima.pdf306,06 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.