Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22621
Título: Análise de mitos africanos em uma comunidade quilombola: comunicação, informação e religiosidade
Título(s) alternativo(s): Análisis de los mitos africanos en una comunidad quilombola: la comunicación, la información y la religiosidad
Título em inglês: Analysis of African myths in a quilombola community: communication, information and religiosity
Autor(es): Pereira, Cleyciane Cássia Moreira
Farias, Maria Giovanna Guedes
Palavras-chave: Mitos africanos
Comunidade quilombola
Teoria do imaginário
African Myths
Quilombola community
Imaginary theory
Comunidad quilombola
Teoría imaginaria
Data do documento: 2016
Editor: Revista Comunicação e Informação
Citação: Pereira, C. C. M.; Farias, M. G. G. (2016)
Resumo: Esta comunicação apresenta resultados de pesquisa realizada na Comunidade Quilombola Alcantarense de Itamatatiua, localizada no Maranhão, cujo objetivo centrou-se em identificar e verificar como ocorre a preservação e a compreensão dos mitos africanos presentes nesta comunidade - a exemplo de Oxum, Iemanjá, Nana e Exu -, bem como a possibilidade de contribuição para a continuidade de estudos que retratem a história e memória negra. Esses mitos constituem-se como informações fundamentais das tradições dos moradores de Itamatatiua, os quais se preocupam em preservar os segredos, a religiosidade e as histórias vivenciadas por eles e pelos antepassados, repassando-as para os mais novos e para pesquisadores interessados pela oralidade. Para coleta e análise dos dados utilizou-se a mito análise, a partir da Teoria do Imaginário de Gilbert Durand, concomitante com a metodologia qualitativa de abordagem etnográfica. Os resultados demonstram que analisar as narrativas míticas em linhas diacrônicas e sincrônicas, contribui para o desvendamento de riquezas e tradições adormecidas em um passado de opressão e repressão, o qual pode ser reconstruído e devolvido às populações desconhecedoras de sua própria ancestralidade. Conclui-se que essas informações mitológicas, repassadas pela oralidade, podem, inclusive, devolver a autoestima dessa população.
Abstract: This paper presents research results conducted in the Quilombola Community Alcantarense of Itamatatiua, located in Maranhão, whose goal focused on identify and verify how does the preservation and understanding of African myths present in this community - like Oshun, Yemanja, Nana and Eshu - as well as the possibility of contributing to the continuity of studies that portray the history and black memory. These myths are as fundamental information of the traditions of the inhabitants of Itamatatiua, which are concerned to preserve the secrets, religion and stories experienced by them and by the ancestors, passing them to the newest and researchers interested by orality. To collect and analyze the data we used the myth analysis, from the imaginary theory of Gilbert Durand, concomitant with qualitative methodology of ethnographic approach. The results show that analyze the mythical narratives in diachronic and synchronic lines, contributes to the unveiling of wealth and dormant traditions in a past of oppression and repression, which can be rebuilt and returned to populations unaware of his own ancestry. We conclude that these mythological information, passed on by oral tradition, may even return the self-esteem of this population.
Resumo em espanhol: Este trabajo presenta los resultados de investigaciones realizadas en la Comunidad Quilombola Alcantarense de Itamatatiua, situada en Maranhão, cuyo objetivo se centro en identificar y verificar cómo hace la preservación y la comprensión de los mitos africanos presentes en esta comunidad - como Oshún, Yemanjá, Nana y Eshu -, así como la posibilidad de contribuir a la continuidad de los estudios que retratan la historia y la memoria negro. Estos mitos son información fundamental de las tradiciones de los habitantes de Itamatatiua, que se ocupan de preservar el secreto, la religión y las historias experimentado por ellos y por los antepasados, de pasarlos a los más nuevos y los investigadores interesados por la oralidad. Para recoger y analizar los datos se utilizó el análisis de mito, de la teoría imaginario de Gilbert Durand, concomitante con la metodología cualitativa de enfoque etnográfico. Los resultados muestran que el análisis de los relatos míticos en líneas diacrónicos y sincrónicos, contribuye a la inauguración de la riqueza y las tradiciones latentes en un pasado de opresión y represión, que puede ser reconstruido y regresó a las poblaciones ignorantes de su propia ascendencia. Llegamos a la conclusión de que esta información mitológica, transmitida por tradición oral, incluso puede devolver la autoestima de esta población.
Descrição: PEREIRA, Cleyciane Cássia Moreira; FARIAS, Maria Giovanna Guedes. Análise de mitos africanos em uma comunidade quilombola: comunicação, informação e religiosidade. Comun. & Inf., Goiânia, GO, v. 19, n. 2, p. 53-70, jul./dez. 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22621
ISSN: 1415-5842 (impresso)
2317 - 675X (on line)
Aparece nas coleções:DCI - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_art_ccmpereira.pdf1,08 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.