Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22717
Title in Portuguese: Marcadores de virulência do Helicobacter pylori em crianças e adolescentes residentes em uma comunidade de Fortaleza
Title: Helicobacter pylori virulence markers in children and adolescents living in a community in Fortaleza
Author: Maia, Kassiane Cristine da Silva Costa
Advisor(s): Braga, Lúcia Libanêz Bessa Campelo
Keywords: Helicobacter pylori
Fatores de Virulência
Criança
Doenças Assintomáticas
Issue Date: 29-Sep-2015
Citation: MAIA, K. C. S. C. Marcadores de virulência do Helicobacter pylori em crianças e adolescentes residentes em uma comunidade de Fortaleza. 2015. 77 f. Dissertação (Mestrado em Cirurgia) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2015.
Abstract in Portuguese: O Helicobacter pylori infecta cerca de metade da população mundial e apresenta forte relação com as principais afecções gástricas. A aquisição desta bactéria ocorre principalmente na infância, e a mesma demonstra um alto nível de diversidade genotípica, pela expressão de vários genes que conferem maior patogenicidade a esse microorganismo. O objetivo do presente estudo foi avaliar marcadores genéticos de virulência das cepas de H. pylori em crianças e adolescentes residentes na comunidade Parque Universitário em Fortaleza, Ceará. O suco gástrico, utilizado para cultivo e extração do DNA do H. pylori, foi colhido através do Enteroteste. A genotipagem das cepas foi realizada através da técnica de PCR. Participaram do estudo 94 indivíduos, dos quais 61 (64,9%) foram positivos para H. pylori através da cultura e do PCR para o gene ureA, sendo 30 (49,2%) do gênero masculino e 31 (50,8%) do feminino. A idade variou de 08 a 18 anos, com média de 12,82 + 3,052. A prevalência dos genótipos estudados foi: 50/61 (82,0%) cagA, 26/61 (42,6%) cagE, 18/61 (29,5%) babA2, 14/61 (23,0%) homA, 13/61 (21,3%) homB, 31/61 (50,8%) homA/homB. Não houve associação significativa dos genótipos do H. pylori com gênero, nem tampouco com a faixa etária dos indivíduos. Também não houve associação de cagA com os demais genótipos, embora note-se uma forte tendência de associação deste com homB (p = 0,057). A prevalência encontrada para cagE, babA2 e hom foi abaixo do descrito na literatura para crianças e adultos sintomáticos, sugerindo que, após a infecção na infância, as cepas do indivíduo podem sofrer alterações durante o curso da infecção.
Abstract: The Helicobacter pylori infect about half of the world’s population and is related to the development of gastric disorders. The infection is generally acquired during childhood and the bacterium demonstrates a high level of genotypic diversity, the expression of various genes that confer greater virulence strains. The aim of this study was to evaluate genetic markers of virulence of H. pylori strains in children and adolescents resident in the Community Parque Universitario in Fortaleza, Ceara. The gastric juice, for the culture and the DNA extraction of H. pylori, was collected from Enterotest. The genotyping of strains was carried out by the PCR technique. We evaluated 94 individuals, of which 61 (64.9%) H. pylori positive by culture and PCR for gene ureA, 30 (49.2%) males and 31 (50.8%) females. The age ranged 08-18 years, mean age of 12,82 + 3,052. The prevalence of genotypes was: 50/61 (82.0%) cagA, 26/61 (42.6%) cagE, 18/61 (29.5%) babA2, 14/61 (23.0%) homA, 13/61 (21.3%) homB, 31/61 (50.8%) homA/homB. There was no significant association of H. pylori genotypes with the genre, neither with age range of individuals. There was also no association of cagA with other genotypes, although it noted a strong association with homB (p = 0.057). The prevalence of cagE, babA2, and hom was much lower than that described in the literature for children and symptomatic adults, suggesting that, after infection in childhood, the individual strains may change during the course of infection.
Description: MAIA, K. C. S. C. Marcadores de virulência do Helicobacter pylori em crianças e adolescentes residentes em uma comunidade de Fortaleza. 2015. 77 f. Dissertação (Mestrado em Cirurgia) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/22717
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DCIR - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_dis_kcscmaia.pdf3,11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.