Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2288
Título: Afetividade e ambiente esportivo: sentimentos e emoções de atletas de competição
Título em inglês: Affection and sportif environmental: fellings and emotions in compection athlethes.
Autor(es): Viana, Lívia Gomes
Orientador(es): Bomfim, Zulmira Áurea Cruz
Palavras-chave: Ambiente Esportivo
Afetividade
Psicologia Ambiental
Psicologia do Esporte
Sporting Environment
Affection
Environmental Psychology
Psychology of Sports
Emoções
Atletas – Fortaleza (CE) – Psicologia
Data do documento: 2009
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: Viana, L. G.; Bomfim, Z. A. C. (2009)
Resumo: A presente pesquisa objetivou estudar as emoções no ambiente esportivo a partir da articulação entre a Psicologia Ambiental e a Psicologia do Esporte. Esse estudo possibilitou a formulação de uma nova relação entre emoção e ambiente esportivo a partir dos estudos da afetividade. Para isso, investigamos a afetividade (sentimentos e emoções) de atletas de competição de diversas modalidades esportivas. Utilizamos como metodologia de apreensão dos afetos os mapas afetivos, essa metodologia de investigação científica foi cunhada por Bomfim (2003) em sua pesquisa de doutorado. A partir dos mapas afetivos investigamos as emoções dos sujeitos em relação aos ambientes por meio de desenhos e metáforas, permitindo a elaboração de imagens que apontam para a compreensão da afetividade em relação aos ambientes. Participaram dessa pesquisa 81 atletas, escolhidos por conveniência e saturação, formalizando um estudo do tipo analítico-interpretativo (qualitativo) com uma análise estatística complementar proporcionada por uma escala Likert. Os mapas afetivos permitem a construção de imagens afetivas que relacionam a vinculação do indivíduo ao ambiente quando são imagens que geram estima positiva e potencializam a ação dos indivíduos. Mas também podem gerar estima negativa na relação do sujeito com o ambiente. Nesse estudo, os atletas de competição elaboraram as imagens de pertencimento, agradabilidade, atração, contrastes, insegurança e destruição. As imagens com estima positiva foram a de agradabilidade, pertencimento, contraste e atração, enquanto que as imagens que geraram estima negativa foram a de destruição e insegurança. A imagem de agradabilidade foi elaborada pela maioria, nela os atletas referem-se ao ambiente esportivo com qualidades e sentimentos como sendo de um ambiente ótimo, bonito e harmonioso. Na imagem de pertencimento, os indivíduos que percebem a relação com o ambiente esportivo como uma possibilidade para bons encontros e aproximação com seus semelhantes. A imagem de contrastes se relacionada ao ambiente esportivo no qual os atletas representam com sentimentos, emoções e palavras contraditórias que apresentam uma polarização positiva e negativa. A imagem de atração é aquela em que os atletas percebem seu ambiente esportivo como propiciador de crescimento, aprendizado e superação. Já as imagens com estima negativa, destruição e insegurança, foram elaboradas por uma parcela mínima dos respondentes, mas possibilitou uma rica reflexão sobre a possibilidade do ambiente esportivo não ser potencializador das ações dos atletas. Esses resultados foram articulados ao significado de desempenho esportivo elaborado pelos próprios atletas. Verificamos que os ambientes esportivos que geraram imagens com estima positiva – agradabilidade, pertencimento, contrastes e atração – parecem favorecer a uma idéia de desempenho ligado a metas de processo o que contribuía para a ação dos atletas. Já para as imagens com estima negativa percebemos que a noção de desempenho ligava-se a metas de resultado o que dificulta a ação dos atletas e a vinculação com o seu ambiente esportivo. Diante desses resultados a compreensão das emoções no ambiente esportivo a partir da afetividade, pôde permitir que técnicos, atletas e psicólogos desportivos planejem o envolvimento dos atletas ao esporte não somente focando a preparação física, mas também atentando para a identificação dos atletas com seus ambientes, pois essa vinculação mostrou ser potencializadora das ações dos indivíduos o que pode levar a uma melhora do desempenho.
Abstract: This research aimed to explore the emotions in the environment of sport links between Environmental Psychology and Psychology of Sports. This study enabled the formulation of a new relationship between emotion and sporting environment from studies of affection. For this, we investigated the affective (feelings and emotions) from competition of athletes from various sports. We utilize the methodology of the seizure of affection affective maps, the methodology of scientific research was coined by Bomfim (2003) in their search for doctorate. From the maps the emotional feelings of the subjects investigated in relation to environments using drawings and metaphors, allowing the production of images that point to understand the affection for environments. 81 athletes participated in this research, chosen for convenience and saturation, formalizing an analytical study of type-interpretative (qualitative) with an additional statistical analysis provided by a Likert scale. The maps allow the construction of affective emotional images that relate to linking the individual to the environment when there are images that generate positive esteem and lead to action of individuals. But may also generate negative estimates in respect of the subject with the environment. In this study, athletes in competition produced images of belonging, pleasantness, attraction, contrast, insecurity and destruction. The images were positive with estimates of the pleasantness, proximity, contrast and attraction, while the negative images that were generated estimates of the destruction and insecurity. The image of pleasantness was prepared by the majority of the athletes it relates to the environment with good qualities and feelings as a great environment, beautiful and harmonious. The image of belonging, individuals who perceive the relationship with the environment as a good opportunity for good approximation to their meetings and similar. The image contrast is related to the sporting environment in which the athletes to represent feelings, emotions and words that have a contradictory positive and negative polarization. The image of attraction is that in which the athletes perceive their environment as offering good growth, learning and overcoming. Those negative images with esteem, insecurity and destruction, were prepared by a minimum of respondents, but has a rich reflection on the possibility of the sports environment is not enhanced the actions of athletes. These results were linked to the meaning of sports performance prepared by the athletes. We note that sports environments that generated images with positive esteem - pleasantness, proximity, contrast and attraction - seems to promote an idea of performance targets linked to the process contributing to the action of the athletes. For the images with negative estimates found that the concept of performance targets linked to the outcome of hampering the action of the athletes and their linkage with the sports environment. From these results the understanding of emotions in the sports environment from affection, could enable technicians, athletes and sports psychologists plan the involvement of athletes in sports not only focusing on the physical preparation, but also paying attention to the identification of athletes with their environments, because this binding was shown to be enhanced the actions of individuals which can lead to an improvement in performance.
Descrição: VIANA Lívia Gomes. Afetividade e ambiente esportivo: sentimentos e emoções de atletas de competição. 2009. 129 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Fortaleza-CE, 2009.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2288
Aparece nas coleções:PPGP - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_dis_LGViana.PDF752,91 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.