Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2322
Título: Os nomes-do-pai no Grande Sertão: veredas para a feminilidade?
Título em inglês: Les nom-du-père dans le Grande Sertão: veredas à la fèminisation ?
Autor(es): MENDES, Magaly Ferreira
Orientador(es): FONTENELE, Laéria Bezerra
Palavras-chave: Grande Sertão Veredas
Função paterna
Feminilidade
Grande Sertão Veredas
Fonction paternelle
Féminisation
Feminilidade
Feminilidade na literatura
Figura paterna
Figura paterna na literatura
Rosa, João Guimarães,1908-1967.Grande Sertão Veredas - Crítica e interpretação
Data do documento: 2007
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: MENDES, M. F. ; FONTENELE, L. B. (2007)
Resumo: Este trabalho realiza um estudo sobre a especificidade da relação entre pai e filha para interrogar se a função paterna teria alguma influência sobre o advento da feminilidade para uma filha. Desta maneira, seu objetivo principal consiste em identificar, a partir da análise do romance Grande Sertão: Veredas, de João Guimarães Rosa, os caminhos que viabilizem um novo dizer no que concerne à relação entre a função paterna e a feminilidade e que esteja alicerçado nas elaborações de Sigmund Freud e Jacques Lacan. Ao recorrer tanto ao romance de Guimarães Rosa quanto às elaborações psicanalíticas de Freud e Lacan, a presente investigação constata a abertura epistêmica promovida por estes textos em torno das questões sobre o pai bem como sobre a feminilidade e se insere na continuidade das reflexões sobre o tema. Para tanto, apóia-se nas formas inéditas de dizer viabilizadas pela criação literária, nos avanços teóricos promovidos pela obra freudiana e nas ampliações destas mesmas aquisições teóricas proporcionadas pelas elaborações lacanianas. Especificamente no que diz respeito a estas últimas, o trabalho conta com o alargamento das reflexões sobre a função paterna na contribuição teórica de Lacan ao introduzir o conceito de Nome-do-Pai. Daí o título desta investigação - “Os Nomes-do-Pai no Grande Sertão: Veredas para a feminilidade?” – ser interrogativo, portanto, não-conclusivo, uma vez que não poderia pretender a insensatez de um fechamento das questões aqui abordadas, tampouco da obra literária. Isto, evidentemente, não impede que algo mais seja dito. Portanto, a hipótese levantada neste trabalho consiste em verificar se, no Grande Sertão: Veredas, a relação mantida entre o personagem Diadorim e seu pai, Joca Ramiro, impediu ou viabilizou o acesso daquele à feminilidade. Ao final, o que se conclui é que esta relação favoreceu um acesso muito peculiar de Diadorim ao infinito em que a feminilidade se constitui. Por conseguinte, as veredas da investigação se mantêm em aberto suscitando novas descobertas.
Descrição: MENDES , Magaly Ferreira. Os nomes-do-pai no Grande Sertão: veredas para a feminilidade?. 2007. 192f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Fortaleza-CE, 2007.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2322
Aparece nas coleções:PPGP - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2007_dis_MFMendes.PDF1,15 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.