Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/23901
Title in Portuguese: Acurácia das características definidoras dos diagnósticos de enfermagem hipotermia, hipertemia e termorregulação ineficaz em recém-nascidos
Author: Aquino, Wislla Ketlly Menezes
Advisor(s): Lopes, Marcos Venícios de Oliveira
Keywords: Diagnóstico de enfermagem
Hipotermia
Hipertermia
Termorregulação
Recém-nascidos
Enfermagem
Issue Date: 14-Jul-2016
Citation: AQUINO, W. K. M. Acurácia das características definidoras dos diagnósticos de enfermagem hipotermia, hipertemia e termorregulação ineficaz em recém-nascidos. 2016. 120 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
Abstract in Portuguese: A presença das alterações térmicas tem sido apontada na literatura como fenômenos de ocorrência comum em recém-nascidos com importante contribuição na taxa de morbidade e mortalidade. Devido à imaturidade dos Recém-Nascidos (RN) para produzir respostas ao frio e ao calor, alguns sinais e sintomas evidentes nas demais faixas etárias podem não ser evidentes nesse grupo. As características definidoras ou indicadores clínicos são os sinais e sintomas úteis para determinar a presença ou ausência do diagnóstico de enfermagem. Compreendendo que o uso de indicadores clínicos acurados pode repercutir nas intervenções e nos resultados de saúde dessa clientela o objetivo desse estudo foi analisar a acurácia das características definidoras dos diagnósticos de Hipotermia, Hipertermia e Termorregulação ineficaz para que sejam estabelecidos com base em evidências clínicas consistentes, que leve a conclusão do diagnóstico voltado para a realidade dessa população. Realizou-se uma revisão integrativa, por meio da qual foram identificadas 32 características definidoras e, apesar de algumas não estarem presentes na NANDA-I para os diagnósticos em questão, aquelas consideradas pertinentes foram também avaliadas neste estudo. Trata-se de um estudo de acurácia diagnóstica, com desenho transversal, desenvolvido em uma Maternidade pertencente à instituição pública federal, localizada em Fortaleza. A amostra foi constituída por 216 RN na primeira semana de vida, admitidos nas Unidades de Cuidado Intermediário Neonatal Convencional (UCINCo) e Unidades de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN). Para a coleta de dados utilizou-se um instrumento subdividido em dados clínicos e exame físico para identificação das características definidoras dos três diagnósticos. Para uniformizar a coleta foi elaborado um roteiro de Procedimento Operacional Padrão contendo as definições operacionais de cada característica definidora mensurada. Os dados foram coletados, durante os meses de outubro de 2015 a março de 2016 pela pesquisadora do estudo e alunas da graduação. Os dados coletados foram analisados pelo pacote estatístico R versão 3.1.1. Utilizou-se o método de análise de classes latentes com efeitos randômicos para calcular a sensibilidade e especificidade de cada característica. A amostra teve uma predominância do sexo masculino, com média da idade gestacional de 34,5 semanas e do peso 2152,7g. Além da prematuridade observou-se também elevada frequência das afecções respiratórias. Identificou-se que os RN com menor peso estavam associados com a presença das características definidoras desconforto respiratório, diminuição da ventilação, não manutenção da sucção, esvaziamento gástrico lento, ganho de peso insuficiente, taquicardia, estupor. As características pele fria e preenchimento capilar diminuído estiveram mais presentes no sexo feminino. RN em uso de fototerapia apresentaram mais chance de manifestar as características icterícia e pele mosqueada. Identificou-se por meio da análise de classe latente a prevalência de apenas 1% e 0,7% para Hipotermia e Termorregulação ineficaz, respectivamente, e 2% para Hipertermia. As características do Diagnóstico de Hipotermia com sensibilidade e especificidade mais elevadas foram esvaziamento gástrico lento, pele fria, irritabilidade e bradicardia. No Diagnóstico Termorregulação ineficaz as características taquipneia e pele quente ao toque apresentaram valores de sensibilidade mais altos e flutuação da temperatura maior nível de especificidade. Referente ao Diagnóstico de Hipertermia, as características com valores de especificidades elevadas foram estupor, vasodilatação, irritabilidade e letargia. Evidenciou-se que as respostas dos recém-nascidos, principalmente de prematuros e de baixo peso podem ser pouco robustas quando exposto ao aumento ou diminuição da temperatura, em relação a crianças mais velhas prejudicando assim estimativa das características definidoras dos diagnósticos estudados.
Abstract: The presence of the thermal changes have been identified in the literature as commonly occurring phenomena in infants with important contribution to morbidity and mortality. The presence of the thermal changes have been identified in the literature as commonly occurring phenomena in infants with important contribution to morbidity and mortality. The defining characteristics and clinical indicators are useful signs and symptoms to determine the presence or absence of the nursing diagnosis. Realizing that the use of accurate clinical indicators may reflect the interventions and health outcomes for these clients the objective of this study was to analyze the accuracy of the defining characteristics of the diagnosis Hypothermia, hyperthermia and thermoregulation ineffective to be established based on consistent clinical evidence, leading to completion of the diagnostic facing the reality of this population. We conducted an integrative review, through which 32 were identified defining characteristics; although some are not present in the NANDA-I for the diagnosis in question, those considered relevant were also evaluated in this study. Trata-se de um estudo de acurácia diagnóstica, com desenho transversal, desenvolvido em uma Maternidade pertencente à instituição pública federal, localizada em Fortaleza. The sample consisted of 216 newborns in the first week of life, admitted to the Care Units Neonatal Intermediate Conventional (CUNICo) and Neonatal Intensive Care Units (NICU). For data collection was used an instrument divided into clinical and physical examination to identify the defining characteristics of the three diagnoses. To standardize the collection was drawn up Standard Operating Procedure script containing operational definitions of each measured defining characteristic. Data were collected during the months of October 2015 to March 2016 by study researcher and graduate students. The collected data were analyzed by statistical package R version 3.1.1. We used the method of analysis of latent classes with random effects to calculate the sensitivity and specificity of each feature. The sample had a predominance of males, with a mean gestational age of 34.5 weeks and the weight 2152,7g. In addition to prematurity also noted it is high frequency of respiratory diseases. It was found that infants with less weight were associated with the presence of the characteristics defining respiratory distress, decreased ventilation, do not maintain suction, slow gastric emptying, insufficient weight gain, tachycardia, stupor. The cold skin characteristics and decreased capillary refill were more frequently found in females. RN in phototherapy use were more likely to express jaundice features and mottled skin. It was identified by latent class analysis the prevalence of only 1% and 0.7% for hypothermia and thermoregulation ineffective, respectively, and 2% to hyperthermia. The Hypothermia Diagnostic features with higher sensitivity and specificity were slow gastric emptying, cold skin, irritability and bradycardia. In diagnosis Thermoregulation ineffective the tachypnea features and skin hot to the touch had higher sensitivity and fluctuation of temperature higher level of specificity. Referring to hyperthermia diagnosis, characteristics with high specificity values were stupor, vasodilation, irritability and lethargy. It was evident that the responses of newborns, especially premature and low birth weight can be little robust when exposed to an increase or decrease in temperature compared to older children thus damaging estimate of the defining characteristics of the studied diagnoses.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/23901
Appears in Collections:DENF - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_dis_wkmaquino.pdf1,53 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.