Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/23902
Title in Portuguese: Acurácia das características definidoras do diagnóstico de enfermagem fadiga em mulheres com câncer de mama em radioterapia
Author: Rocha, Suzy Ramos
Advisor(s): Santos, Miria Conceição Lavinas
Keywords: Diagnóstico de enfermagem
Fadiga
Neoplasias da Mama
Enfermagem
Issue Date: 8-May-2017
Citation: ROCHA, S. R. Acurácia das características definidoras do diagnóstico de enfermagem fadiga em mulheres com câncer de mama em radioterapia. 2017. 77 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017.
Abstract in Portuguese: A fadiga é um dos sintomas mais frequentes na população oncológica, definida como uma sensação subjetiva de cansaço físico, emocional e cognitivo ou exaustão relacionada ao câncer ou ao seu tratamento, com destaque para a radioterapia, responsável pela indução de fadiga precoce em 80% dos casos. Sua complexidade é contemplada no diagnóstico de enfermagem, que, se acurados, permitem a elaboração de intervenções direcionadas. Diante disso, o estudo objetivou avaliar a acurácia das características definidoras do diagnóstico de enfermagem Fadiga em mulheres com câncer de mama em radioterapia. Trata-se de estudo de acurácia diagnóstica das características definidoras do diagnóstico de enfermagem Fadiga, realizado no setor de radioterapia de dois hospitais de referência em oncologia localizados na cidade de Fortaleza-CE. A amostra foi composta por 128 mulheres com câncer de mama, maiores de 18 anos, em tratamento radioterápico. A coleta de dados foi realizada de maio a setembro de 2016, aplicando-se um instrumento de coleta de dados elaborado pela autora do estudo que contém informações sociodemográficas clínicas e dados subjetivos das características definidoras do diagnóstico de enfermagem fadiga. Para verificar sensibilidade e especificidade das características definidoras do diagnóstico em questão, foi utilizado o método de Análise de Classes Latentes. A maioria das entrevistadas eram de cor parda (56,9%), casadas ou em união estável (53,1%), procedentes do interior do estado (60,5%), desempregadas até a data da entrevista (38%) e com renda familiar entre um e dois salários mínimos (67,7%); estadiamento para tumor primário T2 (45,4%), para linfonodo N0 (42,3%) e, para metástase à distância, M0 (96,9%), com uma média de 11,86 meses de tempo do diagnóstico (DP= 4,33). Cerca de 86,2% das entrevistadas foram submetidas à quimioterapia prévia e apresentaram uma média de 22,38 sessões de radioterapia (DP=3,54) até a data da entrevista. 21,9% da população estudada manifestaram o diagnóstico em estudo. A característica que apresentou maior sensibilidade foi Capacidade prejudicada para manter o nível habitual de atividade física, enquanto Capacidade prejudicada para manter as rotinas habituais e Desinteresse quanto ao ambiente que o cerca apresentaram maior especificidade. Identificar o perfil diagnóstico nessa população pode contribuir para que as intervenções de enfermagem sejam orientadas por diagnósticos acurados, facilitando, assim, a construção de um plano de ações adequado para essa população.
Abstract: Fatigue is one of the most frequent symptoms in the cancer population, defined as a subjective sense of physical, emotional and cognitive fatigue or exhaustion related to cancer or its treatment, with emphasis on radiotherapy, responsible for the induction of early fatigue in 80% of the Cases. Its complexity is contemplated in the nursing diagnosis, which, if accurate, allows the elaboration of directed interventions. Knowing the degree of incapacity of this symptom, the present study aimed to evaluate the accuracy of the defining characteristics of the nursing diagnosis Fatigue in women with breast cancer in radiotherapy. This is a diagnostic accuracy study of the defining characteristics of the nursing diagnosis Fadiga, performed in the radiotherapy sector of two reference hospitals in oncology located in the city of Fortaleza-CE. The sample consisted of 128 women with breast cancer, over 18 years of age, undergoing radiotherapy. The data collection was performed from May to September 2016, applying a data collection instrument prepared by the author of the study, which contains sociodemographic, clinical and subjective data of the defining characteristics of the nursing diagnosis fatigue. To verify sensitivity and specificity of the defining characteristics of the diagnosis in question, the Latent Class Analysis method was used. Most of the interviewees were brown (56.9%), married or in a stable union (53.1%), from the interior of the state (60.5%), unemployed until the interview date (38%) and with family income between one and two minimum wages (67.7%); staging for primary tumor T2 (45.4%), N0 (42.3%) and M0 (96.9%), with an average of 11.86 months of diagnosis time (DP = 4.33). About 86.2% of the interviewees were submitted to previous chemotherapy and presented an average of 22.38 radiotherapy sessions (DP = 3.54) until the date of the interview. 21.9% of the women with breast cancer in radiotherapy expressed the diagnosis under study. The characteristic that presented greater sensitivity was Capacity impaired to maintain the habitual level of physical activity, while Capacity impaired to maintain the habitual routines and Disinterest as to the environment that presented greater specificity. Identifying the diagnostic profile of this population can contribute to ensure that nursing interventions are guided by accurate diagnoses, thus facilitating the construction of an adequate action plan for this population.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/23902
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DENF - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_dis_srrocha.pdf1,28 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.