Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/23904
Title in Portuguese: Avaliação da equivalência terapêutica das cópias genéricas do mesilato de imatinibe no tratamento inicial da Leucemia Mieloide Crônica em primeira fase crônica em um centro de referência
Author: Quixadá, Acy Telles de Souza
Advisor(s): Lemes, Romélia Pinheiro Gonçalves
Keywords: Leucemia Mieloide Crônica BCR-ABL Positiva
Proteína Tirosina Quinase
Cromossomo Philadelphia
Medicamentos Genéricos
Issue Date: 13-Jul-2016
Citation: QUIXADA, A. T. S. Avaliação da equivalência terapêutica das cópias genéricas do mesilato de imatinibe no tratamento inicial da Leucemia Mieloide Crônica em primeira fase crônica em um centro de referência. 2016. 85 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
Abstract in Portuguese: O imatinibe revolucionou o tratamento da Leucemia Mielóide Crônica (LMC) ao modificar sua história natural. Vários estudos já evidenciaram que alcançar e manter a resposta molecular maior é uma meta que, ao ser obtida, oferece ao paciente expectativa de vida semelhante à da população em geral. Entretanto, há poucos dados consistentes na literatura sobre a eficácia e efeitos adversos das apresentações genéricas do imatinibe. O presente estudo teve como objetivo avaliar a resposta ao tratamento com imatinibe genérico, 400 mg/dia em pacientes adultos de um hospital universitário, portadores de LMC em fase crônica e compará-la com a do grupo que fez uso do imatinibe de referência. O estudo, observacional e retrospectivo, analisou os registros de prontuários de 80 pacientes, 40 em cada grupo, sem incluir fase experimental. Foram incluídos na análise comparativa os 29 pacientes que usaram a medicação de referência e os 32 que fizeram uso da apresentação genérica, por 12 meses consecutivos. A resposta ao tratamento foi avaliada segundo os critérios da European Leukemia Network (ELN). Foram analisados os resultados de exames de monitorização da resposta terapêutica aos três, seis e doze meses de tratamento com o medicamento de referência e a cópia genérica. A análise estatística utilizou o programa Statistical Package for Social Sciences (SPSS), versão 22.0, empregando os testes de Kolmogorov Smirnov, Mann Whitney e Log-rank Mantel-Cox, com nível de significância de 5%. Com a medicação de referência, aos três meses de tratamento a resposta ótima (BCRABL1EI ≤ 10%) foi alcançada por 62% (18/29) dos pacientes. Aos seis meses, 41,4% (12/29) atingiu a resposta ótima com redução de pelo menos 2 logs (BCR-ABL1EI ≤ 1%) e aos 12 meses, 48,3% (14/29) dos pacientes alcançou a resposta molecular maior (RMM) que corresponde ao BCR-ABL1EI ≤ 0,1%. Com a medicação genérica, uma resposta ótima aos três meses foi atingida por 62,5% (20/32). Aos seis meses, 71,9% dos pacientes conseguiu um resultado ótimo (23/32), E por fim, aos doze meses, 53,1% (17/32) dos pacientes obteve a meta de RMM. Foi observado um discreto aumento da prevalência dos eventos adversos não hematológicos do trato gastrointestinal no grupo genérico. Os resultados deste estudo sugerem que o perfil da resposta dos pacientes adultos portadores de LMC-FC em uso de imatinibe 400 mg/dia em sua apresentação genérica se equipara na primeira avaliação, e até ultrapassa, os resultados obtidos com a medicação de referência. Concluímos que inexistiu, nesta amostra, inferioridade de ação do medicamento em sua apresentação genérica.
Abstract: Imatinib has revolutionized the treatment of Chronic Myeloid Leukemia by modifying its natural history. Several studies have demonstrated that achieving and maintaining major molecular response is a goal that, when achieved, offers the patient life expectancy similar to that of the general population. However, there are few consistent data on the efficacy and adverse effects of generic imatinib presentations. This study aimed to evaluate the response to treatment with generic imatinib 400 mg QD day for adult patients with chronic phase CML at a university hospital, and compare it with the group that used the brand imatinibe. The study, retrospective and observational, analyzed the records of 80 patients, 40 in each group, without experimental step. The comparative analysis included 29 patients who used the brand medication and 32 who used the generic presentation for 12 consecutive months. Treatment response was assessed according to the European Leukemia Network (ELN) criteria. We analyzed the results of the monitoring tests for therapeutic response at three, six and twelve months of treatment with the brand product and generic copy. The statistical analysis used the Statistical Package Program for Social Sciences (SPSS) 22.0, and applied Kolmogorov Smirnov, Mann Whitney and Log-rank Mantel-Cox tests, with 5% significance level. With the original medicine, at three months, the optimal treatment response (BCR-ABL1IS ≤ 10%) was achieved by 62% (18/29) of patients. At six months, 41.4% (12/29) hit the optimal response with the reduction of at least 2 logs (BCR-ABL1IS ≤ 1%). Finally, at 12 months, 48.2% (14/29) of patients achieved major molecular response (MMR) which corresponds to the BCR-ABL1IS ≤ 0.1%. With the generic medication, major response at three months was achieved by 62.5% (20/32). At six months, 71.9% of patients achieved an optimal response (23/32). Finally, at twelve months, 53.1% (17/32) of patients achieved the target of RMM. A slight increase in the prevalence of non-hematological adverse events of the gastrointestinal tract in the generic group was observed. The results of this study suggests that the response profile of adult patients with CP-CML using imatinib 400 mg QD in its generic presentation is comparable in the first evaluation and even surpasses the results obtained with the brand medication. We conclude that, in this sample, does not exist inferiority of the drug in its generic presentation.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/23904
Appears in Collections:DFAR - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_dis_atsquixada.pdf4,56 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.