Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2400
Título: Atividade antimicrobiana de extratos vegetais de plantas do estado do Tocantins
Título em inglês: Antimicrobial Activity of Plant Extracts from the Tocantins State - Brazil
Autor(es): Batista, Hebert Lima
Orientador(es): Moraes , Maria Elisabete Amaral de
Palavras-chave: Extratos Vegetais
Produtos com Ação Antimicrobiana
Data do documento: 2008
Citação: BATISTA, H. L. (2008)
Resumo: A busca de novos medicamentos eficases para o combate das infecções por bactérias multiresistentes é uma das grandes preocupações da área científica mundial, desde o relato de existência de cepas resistentes a penicilina observada por Kirby em 1966. A preocupação é crescente devido à disseminação destas estirpes resistentes, tanto em ambito ambulatorial quanto hospitalar e a diminuição de registro nos últimos anos de novas drogas com potencial de controle das infecções. No intuito de contribuir com o desenvolvimento de novos fármacos através de isolamento de moléculas provenientes de plantas com potencial antimicrobiano, foi proposto o screening dos extratos hexânicos, alcoólicos 95°GL e a 70% de seis plantas - Jenipapo (Genipa americana L.), - Folha da Fortuna (Bryophyllum pinnatum (Lam.) Oken), - Meracilina (Alternanthera cf. brasiliana (L.) Kuntze), - Mangabeira (Lafoensia pacari St. Hil), - Mesocarpo do Babaçu (Orbignya spp.), - Bacuri (Attalea phalerata Mart.); contra oito estirpes de bactérias, cinco Gram-positivas e três Gram-negativas. Os referidos extratos secos de cada planta foram obtidos por masceração, seguido de evaporação do solvente e liofilização. Estes extratos foram solubilizados em DMSO:H20 – 1:1 até concentrações que variaram de 1000 a 1mg/mL para avaliação microbiológica, pela técnica de difusão em agar, com deposito de 50µL do extrato em poços de 6x8mm. As bactérias ensaiadas demonstraram-se resistentes a todos os extratos hexânicos das plantas experimentadas, além dos extratos alcoólicos das folhas de A. brasiliana. Os extratos alcoólicos 95°GL e 70% de folhas de L. pacari e folhas de B. pinnatum inibiram o crescimento de todas as espécies de bactérias apresentando halos de inibição superiores a 15mm e concentração mínima inibitória - CMI entre 250 a 1mg/mL. Os extratos alcoólicos 95°GL e 70% Mesocarpo de Orbignya spp inibiu o crescimento de bactérias gram positivas, com halos de inibição maiores que 10 mm e menores de 20 mm e CMI entre 250 a 100mg/mL. Já o fruto de G. americana e o mesocarpo e epicarpo de A. phalerata inibiram tanto bactérias gram positivas como Gram negativas, mas com resistência a várias estirpes para os extratos alcoólicos 95°GL e 70% com halos de inibição superior a 10mm e inferor a 20mm e CMI de 1000 a 500mg/mL. Os resultados da entrecasca da G. americana obtiveram halos de inibição entre 10 e 15mm com CMI variando entre 1000 a 250 mg/mL. Posteriorente, o extrato alcoólico 70% do Mesocarpo de Orbignya spp foi submetido fracionamento bioguiado por técnicas químicas, cromatograficas e Bioautografia, obtendo 24 frações com potencial para atividade antimicrobiana. Assim, a maioria dos extratos ensaiados mostrou-se eficazes contra microrganismos patogênicos, compreendendo ser uma fonte promissora de fármacos antimicrobianos.
Abstract: The research for new drugs efficient to combat of multiresistant bacteria infections is a great concern of the scientific world, since the report of the existence of strains resistant to penicillin followed by Kirby in 1966. Because to spread of resistant strains in hospital and outpatient and lessen records in recent years of new drugs with potential for control these infections. Thought to contribute to development of new drugs and isolament of molecules from plants with antimicrobial potential, was proposed screening of the hexane extract, 95 ° GL alcohol and 70% of six plants - Jenipapo (Genipa americana L.), -Folha da Fortuna (Bryophyllum pinnatum (Lam.) Oken), -Meracilina (Alternanthera cf. brasiliana (L.) Kuntze ), -Mangabeira (Lafoensia pacari St. Hil), - Mesocarpo do Babaçu (Orbignya spp.), - Bacuri (Attalea phalerata Mart.); against eight strains of bacteria, five Gram-positive and three Gram-negative strains. All dried extracts of each plant were obtained by masceração, followed by evaporation of the solvent and lyophilization. These extracts were solubilized in DMSO: H20 - 1:1 up to concentrations ranging from 1000 to 1mg/ml for microbiological evaluation, the technique of diffusion in agar, with deposit of 50μL of extract in wells of 6x8mm.The bacterias tested showed resistant for hexane extract of all plants, and addition of alcoholic extracts of leaves of A. brasiliana. The extracts alcoholic 95°GL and 70% of leaves of L. pacari and leaves of B. pinnatum inhibited growth of all species of bacterias, and showing halos of inhibition greater than 15mm and minimum inhibitory concentration - MIC of 250 to 1mg/ml. The alcoholic extracts and 95°GL 70% of mesocarp Orbignya spp inhibited the growth of gram positive bacteria, with halos of inhibition larger than 10 mm and less than 20 mm and MIC of 250 to 100mg/mL. The alcohol extracts 95°GL and 70% of G. americana fruit and the A. phalerata mesocarp and epicarp inhibited gram positive and gram-negative bacteria, but with resistance to some strains and demonstrate inhibition halos with 10 to 20mm and MIC of 1000 to 500mg/mL. The results of extracts of sap of G. American show inhibition halos between 10 and 15mm with MIC ranging from 1000 to 250 mg/mL. The alcoholic extract 70% form mesocarp of Orbignya spp was fractionated by chemical techniques guided by biological activity, followed by chromatography and bioautography, were obtained 24 fractions with antimicrobial activity potential. Thus, the most of extracts tested showed to be effective against pathogenic microorganisms, comprising a promising source of antimicrobial agents.
Descrição: BATISTA, Hebert Lima. Atividade antimicrobiana de extratos vegetais de plantas do estado do Tocantins. 2008. 154 f. Dissertação (Mestrado em Farmacologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2008.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2400
Aparece nas coleções:DFIFA - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2008_hlbatista.pdf9,74 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.