Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/25076
Title in Portuguese: A condição humana na poética de Clarice Lispector
Title: The human condition in the Poetic of Clarice Lispector
Author: Cunha, Wesclei Ribeiro da
Advisor(s): Silva, Odalice de Castro
Keywords: Lispector, Clarice, 1925-1977 – Cidade sitiada (1948) – Angústia (Psicologia)
Lispector, Clarice, 1925-1977 - Análise do discurso
Existencialismo na literatura
Allegory
Introspection
Issue Date: 2017
Citation: LEAL, Wesclei Ribeiro da. A condição humana na poética de Clarice Lispector. 2017. 367f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Ceará, de Pós-graduação em Letras, Fortaleza (CE), 2017.
Abstract in Portuguese: Esta Tese pretende verificar como as narrativas construídas por Clarice Lispector (1920-1977) apreendem o que o pensador Paul Ricoeur (2010c, p.328) considera como “tempo humano”, por meio do vínculo dinâmico entre os âmbitos da introspecção e da exterioridade. Sob estudo comparativo com as narrativas de O Processo (1925) e O Castelo (1926), de Franz Kafka (1883-1924) e com o pensamento de Hannah Arendt (1906-1975), buscaremos interpretar a “condição sitiada” do “homem comum”, nos “tempos sombrios” que antecedem as Grandes Guerras aos anos que as sucedem, a fim de verificar a atualidade da Literatura de Clarice Lispector, no que diz respeito ao seu caráter “contemporâneo” (AGAMBEN: 2009, p. 62). Do entrecruzamento entre as narrativas histórica e ficcional, que compreendem a trajetória literária e cultural de Clarice Lispector, analisaremos a historicidade e as múltiplas temporalidades da narrativa clariceana, enfatizando a experiência como uma categoria fundante, originária, que se diz por meio da linguagem. Para tanto, entre suas obras, destacaremos o terceiro romance da escritora, A cidade sitiada (1949), para análise e aprofundamento do processo de construção de alegorias presentes nessa narrativa para uma interpretação das angústias existenciais das personagens, junto ao conceito de condição humana, sob o lastro dos pensamentos de Walter Benjamin (1892-1940) e Hannah Arendt, que consideramos pertinentes tanto por conta das vivências destes pensadores em face do tempo de “crise dos fundamentos da vida humana” (HOBSBAWN: 2002, p.21), a partir das concepções de Eric Hobsbawn (1917-2012) e Gilberto de Melo Kujawski, quanto por permitir uma análise comparatista em relação ao universo ficcional de Franz Kafka. Este trabalho integra a pesquisa “Histórias de Leitura: Bibliotecas Pessoais”, sob a Coordenação da Profª. Drª. Odalice de Castro Silva, do Programa de Pós-Graduação em Letras – Literatura Brasileira, da Universidade Federal do Ceará.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/25076
metadata.dc.type: Tese
Appears in Collections:PPGLE - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_tese_wrcunha.pdf2,38 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.