Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2584
Título: Estudo comparativo dos efeitos dos óleos essenciais de Cymbopogon citratus e Cymbopogon winterianus (POACEAE) no sistema nervoso central de camundongos
Título em inglês: Comparative study of the effect of the essentials oils from Cymbopogon citratus and Cymbopogon winterianus (POACEAE) in the central nervous system of mice
Autor(es): Silva, Monalisa Ribeiro
Orientador(es): Viana , Glauce Socorro de Barros
Palavras-chave: Óleos Essenciais
Anticonvulsivantes
Data do documento: 2009
Citação: SILVA, M. R. (2009)
Resumo: O principal objetivo do trabalho atual foi estudar de maneira comparativa o efeito de dois óleos essenciais, isolados das folhas de Cymbopogon citratus (Cc) e de Cymbopogon winterianus (Cw), ervas medicinais pertencentes à família do Poaceae e comuns na região do nordeste brasileiro. Os efeitos dos OEs foram estudados no sistema nervoso central (SNC) de camundongos. Para isso os camundongos de ambos os sexos (25 g) foram tratados agudamente com as doses de 25, 50, 100 e 200 mg/kg, i.p. e submetidos aos testes de convulsões induzidas quimicamente (Pilocarpina, PTZ e Estriquinina), tempo de sono induzido por barbitúrico (para avaliar ação sedativa), campo aberto e rota rod (para avaliar atividade locomotora e coordenação motora), labirinto em cruz elevado e nado forçado (para avaliar atividades ansiolítica e antidepressiva, respectivamente).Os resultados mostraram que no modelo de convulsões induzidas por pilocarpina os efeitos nos animais machos foram mais proeminentes com Cc (200 mg/kg), que aumentou a latência da primeira convulsão (2.2 vezes) e a latência de morte (3.9) quando comparado aos controles. Nas fêmeas um efeito maior foi observado com Cw (200 mg/kg) na latência de morte (aumento 3.9). Ambos os OEs foram mais eficazes no modelo de convulsões induzidos por PTZ, aumentando nos machos a latência da primeira convulsão em 5.9 (Cc) e 2.9 (Cw) e a latência de morte em 15.6 (Cc) e 21.1 (Cw). Efeitos semelhantes, porém menores, foram observados nas fêmeas. Somente o OE de Cw foi de algum modo mais eficaz nas convulsões induzidas por estriquinina e os efeitos foram observados principalmente na latência de morte. Ambos os OEs diminuíram significativamente o tempo de latência para dormir e a duração do sono no teste do sono induzido por barbitúrico, indicativo de atividade sedativa. O efeito das drogas neste último parâmetro foi dose-dependente e o OE de Cw mostrou-se mais potente. Os OEs diminuíram a atividade locomotora principalmente em suas doses mais elevadas, como avaliada pelos testes de campo aberto e rota rod, respectivamente. A menos que para a diminuição no número de entrada nos braços abertos com doses mais elevadas nenhum outro efeito for detectado no teste do labirinto em cruz elevado usado para a avaliação de efeitos ansiolíticos. Os efeitos depressores do SNC de ambos os OEs foram confirmados pelo teste do nado forçado onde os OEs e a imipramina usada como droga de referência aumentaram o tempo de imobilidade. Nos testes in vitro os OEs de Cc e Cw diminuíram drasticamente a liberação da mieloperoxidase MPO (um biomarcador de inflamação) dos neutrófilos humanos, sugerindo uma potente ação antiinflamatória em doses muito baixas como 0.01 µg/ml. Entretanto, os OEs não apresentaram atividade seqüestradora de radicais livres no ensaio de DPPH. Os resultados mostraram que os OEs de Cc e Cw apresentaram efeitos sedativos e hipnóticos nas doses usadas, sendo consideradas potentes drogas depressoras do SNC. Adicionalmente, alguns de seus efeitos tais como o efeito anticonvulsivante parece está associado a uma ação de GABAérgica.
Abstract: The main objective of the present work was to study in a comparative manner the effect of two essential oils, isolated from the leaves of Cymbopogon citratus (Cc) and Cymbopogon winterianus (Cw), medicinal herbs that belong to the Poaceae family and are common to the Northeast Region of Brazil. Their EOs effects were studied on the mice central nervous system (CNS). For that mice from both sexes (25 g) were acutely treated with the doses of 25, 50, 100 and 200 mg/kg, i.p., and submitted to the tests of chemically induced convulsions (pilocarpine, PTZ and strychnine-induced convulsions), barbiturate-induce sleeping time (to evaluate sedative actions), open field and rota rod (to evaluate locomotor activity and motor coordination), plus maze and forced swimming tests (to assess anxiolytic and antidepressant activities respectively). The results showed that in the model of pilocarpine-induced convulsions the effects in males were more prominent with Cc (200 mg/kg) that increased the latency to the 1st convulsion (2.2 times) and the latency to death (3.9) as compared to controls. In females a greater effect was observed with Cw (200 mg/kg) on the latency to death (3.9 increase). Both EO were more efficacious on the PTZ-induced convulsion model, increasing in males the latency to the 1st convulsion in 5.9 (Cc) and 2.9 (Cw) and in 15.6 (Cc) and 21.1 (Cw) times the latency to death. Similar, but lower effects were seen in females. Interestingly, only Cw was somehow more effective on the strychnine-induced convulsions and effects were mainly on the latency to death. Both EOs significantly decreased the latency time to sleep and sleep duration in the barbiturate-induced sleeping time test, indicative of sedative action. The drug`s effect in this last parameter was dose-dependent and Cw was somehow more potent. The EOs decreased the locomotor activity mainly at their highest doses, which also lead to falls, as assessed by the open field and rota rod tests, respectively. Unless for the decrease in the number of entrance in the open arms with higher doses no other effects were detected in the elevated plus maze test used for the evaluation of anxyolytic effects. The CNS depressant effects of both EOs were further confirmed by the forced swimming test where the EOs, unlikely imipramine used as the reference drug, increased the immobility time. In tests in vitro Cc and Cw drastically decreased the myeloperoxidase MPO (a biomarker for inflammation) release from human neutrophils suggesting a potent anti-inflammatory action at doses as low as 0.01 µg/ml. However, neither of the EOs present any radical scavenging activity in the DPPH assay. All together the results showed that the EOs of Cc and Cw present indeed sedative and hypnotic effects and at the range of doses used are potent CNS depressant drugs, making them potentially useful drugs, especially as sedative and hypnotic. Besides, some of their effects such as the anticonvulsant one seems to associated to a GABAergic action similar to that of a DZP-type compound.
Descrição: SILVA, Monalisa Ribeiro. Estudo comparativo dos efeitos dos óleos essenciais de Cymbopogon citratus e Cymbopogon winterianus (POACEAE) no sistema nervoso central de camundongos. 2009. 126 f. Dissertação (Mestrado em Farmacologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2009.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2584
Aparece nas coleções:DFIFA - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_dis_mrsilva.pdf1,26 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.