Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2586
Título: Mecanismo antiinflamatório do peptídeo mimético da Apolipoproteína E (COG 133) na recuperação da mucosite intestinal induzida por 5-Fluoruracil em camundongos Swiss
Título em inglês: echanism of anti-inflammatory peptide mimetic of Apolipoprotein E (COG 133) in the recovery of intestinal mucositis induced by 5-fluorouracil in mice
Autor(es): Ripardo, Orleâncio Gomes
Orientador(es): Oriá , Reinaldo Barreto
Palavras-chave: Citocinas
Mucosite
Data do documento: 2010
Citação: RIPARDO, O. G. (2010)
Resumo: O câncer é uma doença grave que atinge milhares de pessoas no mundo, possuindo altos índices de morbidade e mortalidade. Atualmente existem diversos alvos terapêuticos no tratamento do câncer, um deles reside no fato de inibir a replicação do DNA impossibilitando a célula tumoral de se duplicar como é o caso do 5-fluoruracil (5-FU).O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito antiinflamatório do peptídeo mimético da ApoE (COG 133) em camundongos Swiss desafiados pela mucosite intestinal induzida pelo 5-FU. Utilizamos camundongos Swiss machos com peso de 30g, sendo desafiados com injeção (dose única) intraperitoneal de 5-FU (450 mg/kg).Alguns animais foram tratados com diferentes doses (0,3, 1,0 e 3,0 µM) do peptídeo mimético da apolipoproteína E (ApoE) COG133 por via intra-peritoneal, após o desafio com 5-FU. Animais tratados com PBS foram usados como controles. Os camundongos foram sacrificados com solução de deslocamento cervical 3 dias após o desafio com 5-FU.Algumas amostras de intestino foram congeladas imediatamente em nitrogênio líquido e em seguida armazenadas em freezer a -80ºC para biologia molecular. Outras amostras foram fixadas em formaldeído para processamento histológico.Monitoramos o peso corporal dos animais e fizemos leucometria a partir de coleta retrorbital de sangue para avaliação do efeito citotóxico mielosupressor do 5-FU nos grupos experimentais.Avaliamosos parâmetros morfométricos de altura de vilo e profundidade de cripta em segmentos do duodeno. Para a detecção de proteínas de interesse, utilizamos o Western blot com a utilização dos seguintes anticorpos IL-1β, TNF-α e iNOS. Para o RT-PCR, avaliamos os seguintes primers IL-1β, TNF-α e iNOS. No ensaio de citocinas por ELISA, utilizamos os seguintes anticorpos IL-1β, IL-10, TNF-α. Nas análises morfométricas de duodeno, encontramos uma grande redução na altura de vilos e profundidade de criptas nosanimais tratados com 5-FU, que foi reduzida com com a utilização do peptídeo COG133 na dose 3,0 µM (p<0,001).Nas análises histopatológicas, observamos um intensoinfiltrado inflamatório nos animais do grupo que foi injetadocomo 5-FU, que foi parcialmente revertido pela administração do peptídeo COG133.Os dados de ELISA evidenciaram um aumento da quantidade de citocinas pró-inflamatórias IL-1β (p<0,05), TNF-α (p<0,05) e uma redução da citocina antiinflamatória IL-10 (p<0,05), quando comparados ao controle salina, em duodenos de animais que foram injetados com 5-FU. A administração do peptídeo COG 133 reduziu os níveis de IL-1β de maneira estatisticamente significante (p<0,05 1μM; p<0,001 3μM), TNF-α (p<0,001 na dose de 1,0 μM); p<0,001 na dose de 3μM) e para IL-10 (p<0,001 na dose de 3μM).Dados de Western blot evidenciam que o peptídeo na dose de 3μM reduziu de maneira estatisticamente significante a expressão de citocinas como IL-1β (p<0,001), TNF-α (p<0,05) e do mediador inflamatório iNOS (p<0,05) no duodeno. Pelo protocolo de RT-PCR,encontramos uma elevação na expressão do transcrito para TNF-α e iNOS nos animais injetados com 5-FU, o que foi parcialmente diminuído pela administração do peptídeo na dose de 3μM para TNF-α (p<0,05) e iNOS (p<0,05)pelo ANOVA.A partir dos nossos achados, podemos concluir que o peptídeo mimético da ApoE (COG 133) possui uma ação anti-inflamatória, especialmente no segmento duodeno, visto que reduz a expressão de citocinas pró-inflamatórias de animais desafiados, dessa forma sugerindo sua utilização em humanos com mucosite intestinal sob quimio/radioterapia.
Descrição: AZEVEDO, Orleâncio Gomes Ripardo de. Mecanismo antiinflamatório do peptídeo mimético da Apolipoproteína E (COG 133) na recuperação da mucosite intestinal induzida por 5-Fluoruracil em camundongos Swiss. 2010. 107 f. Dissertação (Mestrado em Farmacologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2586
Aparece nas coleções:DFIFA - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_dis_ogripardo.pdf2,74 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.