Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2594
Título: Avaliação da eficácia terapêutica da mentha crispa no tratamento da giardíase
Título em inglês: Evaluation of the therapeutical effectiveness of mentha crispa in the treatment of the giardíase
Autor(es): Teles, Naracélia Sousa Barbosa
Orientador(es): Moraes , Maria Elisabete Amaral de
Palavras-chave: Giardíase
Parasitos
Antiprotozoários
Data do documento: 2008
Citação: TELES, N. S. B. (2008)
Resumo: A infecção por Giardia lamblia é endêmica em várias partes do mundo. Estima-se que em torno de 200 milhões de pessoas são parasitadas anualmente, sendo a doença uma importante causa de morbidade em todo o mundo. O tratamento atual da giardíase compreende o uso de vários fármacos. Fitoterápicos formulados com Mentha crispa também têm sido empregados como giardicidas, porém a sua eficácia ainda não foi totalmente estabelecida. Assim, o objetivo do presente estudo foi avaliar a eficácia terapêutica da Mentha crispa na giardíase. A pesquisa consistiu, inicialmente, de um estudo transversal para seleção dos sujeitos portadores de giardíase, bem como para a determinação da prevalência das principais parasitoses intestinais. Em seguida, realizou-se um ensaio clínico randomizado, duplo-cego, em paralelo, com controle ativo, para verificar a eficácia terapêutica da Mentha crispa na giardíase. Amostras coprológicas de 1622 pacientes, de ambos os sexos e com idade mínima de cinco anos, foram coletadas no período de maio de 2005 a maio de 2007 para exame coproscópico seriado. Selecionaram-se 96 pacientes portadores de Giardia lamblia, os quais foram distribuídos de forma aleatória em dois grupos: Secnidazol, constituído de 50 pacientes tratados com 2 g de secnidazol (Secnidal®); e Mentha crispa, composto por 46 pacientes medicados com 24 mg de Mentha crispa (Giamebil®). Os tratamentos foram administrados por via oral e em dose única. Após 7 dias, avaliou-se a cura através do ensaio imunoenzimático (Elisa) em uma amostra fecal fresca. Adicionalmente, os sujeitos foram questionados acerca de possíveis efeitos adversos e responderam a um questionário abordando aspectos socioeconômicos e hidrossanitários. Os resultados do estudo transversal mostraram que a prevalência das enteroparasitoses em geral foi de 47,78%. Os protozoários mais prevalentes foram: Endolimax nana (20,47%), Entamoeba coli (18,56%), Giardia lamblia (7,83%) e Entamoeba histolytica (2,22%). Entre os helmintos, os mais prevalentes foram: Ascaris lumbricoides (10,36%) e Trichocephalus trichiurus (2,59%). Um total de 96 pacientes completaram o ensaio clinico, 50 no grupoSecnidazol e 46 no grupo Mentha crispa. Na análise dos dados do ensaio clínico, constatou-se que a taxa de cura observada no grupo Secnidazol (84,00%) foi significantemente maior (P = 0,0002) que a verificada no grupo Mentha crispa (47,83%). As medicações foram bem toleradas uma vez que foram observados apenas três eventos adversos de intensidade leve. Verificou-se que a ocorrência de dor abdominal foi significantemente maior no grupo Mentha crispa. Todavia, o relato de gosto metálico foi significantemente maior no grupo Secnidazol. Por outro lado, a ocorrência de náusea não diferiu significantemente entre os grupos. Os dados do questionário socioeconômico, por sua vez, corroboraram a íntima relação entre pobreza, baixa escolaridade e falta de saneamento e a ocorrência de infecção por Giardia lamblia. Conclui-se, pois, que, na dose empregada, o efeito giardicida da Mentha crispa é inferior ao do secnidazol.
Abstract: Giardia lamblia infection is endemic in lots of parts of the world. It is estimated that around 200 million of people are parasitized every year, being the disease an important reason for morbidity in the entire world. Current treatment for Giardia infection in humans involves the use of lots of medication. Phitotherapics formulated with Mentha crispa has been used also as giardicides, however its efficacy was not yet established. Hence, the aim of the present study was to evaluate the therapeutic efficacy of Mentha crispa in giardiasis. Initially the research constituted a transversal study for selection of subjects with giardiasis, as well as for determination of prevalence of the main intestinal parasitosis. Afterwards it was realized a double-blind, randomized clinical trial with active control to verify the therapeutic efficacy of Mentha crispa in giardiasis. Coprological samples of 1622 patients from both sexes and 5-year old minimum age were collected for the period May, 2005 to May, 2007 for serial coproscopy examination. It was selected 96 patients with Giardia lamblia who were randomly distributed into two groups: Secnidazol, constituted by 50 patients, who were treated with 2 g of secnidazol (Secnidal®); and Mentha crispa, constituted by 46 subjects treated with 24 mg of Mentha crispa (Giamebil®). Treatments were administrated in a single dose orally. After 7 days, cure was evaluated by immunoenzymatic assay (ELISA) in a freshly fecal sample. In addition, subjects were asked for possible side effects, and they answered a questionnaire about hidrosanitary and socioeconomics aspects. Transversal study results showed 47.78% of prevalence of enteroparasitosis in general. More prevalent protozoa were: Endolimax nana (20.47%), Entamoeba coli (18.56%), Giardia lamblia (7.83%), and Entamoeba histolytica (2.22%). Among helminthes, the most prevalent were: Ascaris lumbricoides (10.36%) and Trichocephalus trichiurus (2.59%). During the analysis of the clinical trial, it was found that the cure rate observed in the Secnidazol group (84.00%) was significantly higher (P = 0.0002) than that observed in Mentha crispa group (47.83%). The medications were well tolerated once it was observed only three low intensity adverse events. It was verified that the occurrence of abdominal pain was significantly higher in Mentha crispa group. However, the report of metallic taste was significantly higher in Secnidazol group. On the other side, the occurrence of nausea did not differ significantly between the groups. The data from socioeconomic questionnaire corroborated the relation between poverty, low schoolarity, absence of sanitation, and the occurrence of Giardia lamblia infection. It follows therefore that, at the dose used, the giardicide effect of Mentha crispa is lower than the secnidazol.
Descrição: TELES, Naracélia Sousa Barbosa. Avaliação da Eficácia terapêutica da mentha crispa no tratamento da giardíase. 2008. 163 f. Dissertação (Mestrado em Farmacologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2008.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2594
Aparece nas coleções:DFIFA - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2008_dis_nsbteles.pdf2,17 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.