Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/26183
Title in Portuguese: A relação entre conhecimentos e ação política em Francis Bacon
Title: The relationship between knowledge and political action in Francis Bacon
Author: Branco, Daniel Artur Emidio
Advisor(s): Brilhante, Átila Amaral
Keywords: Método
Política
Forma
Policy
Form
Issue Date: 2013
Citation: BRANCO, Daniel Artur Emidio. A relação entre conhecimentos e ação política em Francis Bacon. 2013. 84f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Filosofia, Fortaleza (CE), 2013.
Abstract in Portuguese: Esta dissertação tem por objetivo investigar a abordagem da relação entre conhecimento e ação política articulada por Francis Bacon (1561-1626). As obras O Progresso do Conhecimento (1605) e Novum Organum (1620) receberão especial atenção. A renovação metodológica advogada por Bacon será situada no contexto de oposição ao legado aristotélico pelo humanismo renascentista e pela reforma protestante. A utilização da terminologia aristotélica no pensamento de Bacon será apresentada como uma fonte de confusão. Neste sentido, o conceito baconiano de forma será indicado como um caso claríssimo de confusão terminológica. A despeito de suas confusões terminológicas e dos seus erros conceituais, o método indutivo proposto por Bacon fomentou gigantescas modificações na construção do saber científico e influenciou significativamente a vida da sociedade. E mais: ele associou o avanço do conhecimento com o progresso social. Pode-se objetar que o pensamento de Bacon tende a subordinar a ética à técnica, mas não se pode negar que contribuição dele é essencial para a compreensão da Revolução Industrial, do Iluminismo, do Positivismo e das propostas contemporâneas de engenharia social.
Abstract: This dissertation aims at investigating the account of the relationship between knowledge and political action articulated by Francis Bacon (1561-1626). Special attention will be devoted to bacon’s works The Advancement of Learning (1605) and Novum Organum (1620). The methodological renewal advocated by Bacon will be situated in the context of exposition to the aristotelian legacy generated by the Renaissance Humanism and the Protestant Reformation. The use of Aristotelian terminology in Bacon’s thought will be presented as a source of confusion. In this sense, the baconian concept of form will be indicated as a clear-cut case of terminological confusion. Despite its terminological confusions and conceptual problems the method of induction proposed by Bacon fostered massive changes in scientific knowledge and signifintly influenced the life of society. In the addition to this, Bacon associated the advancement of knowledge with the idea of social progress. It may be objected that Bacon’s thought tends to subordinate ethics to technical knowledge, but there is no doubt that his contribution is essential for the understanding of the Industrial Revolution, the Enlightenment, The Positivism and the contemporary proposals of social engineering.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/26183
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:PPGFILO - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013_dis_daebranco.pdf637,51 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.