Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2619
Título: Bioprospecção de substâncias com potencial antitumoral em ascídias do litoral cearense : estudos com Eudistoma vannamei Millar, 1977 (Urochordata, Ascidiacea)
Autor(es): Jimenez, Paula Christine
Orientador(es): Costa-Lotufo, Letícia Veras
Palavras-chave: Ensaios de Seleção de Medicamentos Antitumorais
Urocordados
Data do documento: 2004
Citação: JIMENEZ, P. C. (2004)
Resumo: Este trabalho avaliou, inicialmente, a citotoxicidade dos extratos hidroalcoólicos das 10 espécies de ascídias mais abundantes do litoral cearense através dos seguintes métodos: toxicidade aguda em larvas de artemias, inibição do desenvolvimento dos ovos de ouriço-do-mar, potencial hemolítico e inibição da proliferação celular de linhagens tumorais. A espécie Eudistoma vannamei mostrou-se a mais ativa em 3 dos 4 ensaios performados, sendo, portanto, selecionada para prosseguir com a caracterização química e farmacológica de seus princípios ativos. O extrato foi particionado em diversos solventes e fracionados por cromatografia em sílica gel 60 e sephadex LH-20. A atividade das amostras foi monitorada pelo método do MTT. Das 60 amostras coletadas, 15 foram ativas. A CI50 dessas 15 amostras foi verificada, novamente pelo método do MTT, em 5 linhagens celulares tumorais: CEM, HL-60, MCF-7, HCT-8 e B-16. As frações DCM-14 a DCM-18, derivadas da fase diclorometânica e quimicamente muito semelhantes entre si, como evidenciado por CCDC, foram as mais ativas, apresentando CI50 de até 1,0 ug/mL na maioria das linhagens. A dicetopiperazina 6-etilamino-1-metil-piperazina-2,5-diona foi isolada da fase CHCl2 e detectada como o componente majoritário, no entanto, foi inativa sobre a proliferação celular. O espectro de H1RNM das frações DCM-14 a 18 indicou, como componentes minoritários, uma série de derivados desta dicetopiperazina, que não foram identificados. O estudo dos efeitos das frações sobre a viabilidade (exclusão por azul de tripan), proliferação (incorporação de BrdU e curva de crescimento) e indução de morte (morfologia celular – coloração por H/E – anexina e coloração por BE/AO) nas células HL-60 demonstrou que DCM-16 e 17 são as mais fortes redutoras da proliferação celular. DCM-16 apresentou um pronunciado efeito inibitório sobre a incorporação de BrdU, o que pode indicar uma interferência na duplicação de DNA. DCM-17 inibiu satisfatoriamente a incorporação de BrdU, mas a indução de apoptose é, aparentemente, seu mecanismo predominante. DCM-14 e 15 também apresentam perfis de indutoras de apoptose celular, sendo que a última demonstra alguns indícios de atividade necrótica. Os efeitos de DCM-18 foram pouco pronunciados. As atividades apresentadas por essas frações são concentração-dependente e o aumento do tempo de contato intensifica o efeito citotóxico.
Abstract: The study, initially, evaluated the citotoxity of the hydro-alcoholic extracts of the 10 most abundant ascidian species from the coast of Ceará (Brazil), through the utilization of the following methods: brine shrimps lethality assay; development inhibition of sea urchin eggs; hemolytic potential, and inhibition of in vitro tumor cell growth. In three of the four assays performed, the Eudistoma vannamei species proved to be the most active one, and it was, therefore, selected for chemical and pharmacological characterization of its active principles. The extract was particionated by various solvents and fractionated by chromatography in silica gel 60 and sephadex LH-20 columns. The samples’ activities were monitored through the MTT method. Of the 60 collected samples, 15 were active. The IC50 of the 15 samples was evaluated through the MTT method, in 5 tumor cell lines: CEM, HL-60, MCF-7, HCT-8 e B-16. The fractions DCM-14 to DCM-18, derived from the CHCl2 phase and chemically very similar to each other, as indicated by CCDC, were the most active ones, presenting IC50 under 1,0 ug/mL in the majority of lines. The diketopiperazine 6-ethylamino-1-methyl-piperazine-2,5-dione was isolated from CHCl2 phase and identified as the major component, however, it was inactive upon cell proliferation. The H1RNM spectra of DCM 14 to DCM 18 fractions showed a number of compounds derived from that major diketopiperazine, which were not identified, as minor components. The study about the fractions effect upon HL-60’s viability (exclusion by trypan blue), proliferation (BrdU incorporation and growth curve) and cell death induction (cell morphology - H/E staining – annexin and BE/AO) revealed DCM-16 and 17 as the most potent cell proliferation reducers. DCM-16 displayed a pronounced BrdU uptake inhibitory effect, which may indicate interference in the DNA duplication process. DCM-17 showed a satisfactorily inhibition upon BrdU uptake, however, the apoptosis induction seems to be its main mode of action. DCM-14 and 15 also displayed a cell apoptosis inductor profile, while the latter indicated some signs of necrotic activity. The activities presented by these fractions are concentration and time dependent as longer periods with cell contact intensifies its citotoxic effect.
Descrição: JIMENEZ, Paula Christine. Bioprospecção de substâncias com potencial antitumoral em ascídias do litoral cearense : estudos com Eudistoma vannamei millar, 1977 (urochordata, ascidiacea). 2004. 111 f. Dissertação (Mestrado em Farmacologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2004.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2619
Aparece nas coleções:DFIFA - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2004_dis_pcjimenez.pdf5,36 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.