Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2635
Título: Estudo dos efeitos da inibição crônica do óxido nítrico na reprodução de ratos machos
Título em inglês: Study of the effect of the chronic inhibition of nitric oxide in the reproduction of male rats
Autor(es): Tomé, Adriana da Rocha
Orientador(es): Rao, Vietla Satyanarayana
Palavras-chave: Testosterona
Motilidade Espermática
Fertilidade
Data do documento: 2002
Citação: TOMÉ, A. R. (2002)
Resumo: O óxido nítrico (NO), derivado da L-arginina pela óxido nítrico sintetase (NOS), a qual existe em várias isoformas, é considerado um importante mensageiro molecular em vários órgãos incluindo o trato genital masculino. Este estudo analisou o possível efeito do L-NAME (NG-nitro-L-arginina metil éster), um inibidor não seletivo de NOS sobre a descida testicular, emissão seminal induzida por colinérgico, função testicular, comportamento sexual e fertilidade em ratos Wistar machos. O tratamento de ratos machos de 20 dias de idade com L-NAME na dose de 20mg/kg/dia por 10 dias consecutivos promoveu um significativo retardo na descida testicular comparado ao controle que recebeu salina. Este efeito do L-NAME foi bloqueado em animais pré-tratados com L-arginina (600mg/kg, s.c.), um substrato para a biossíntese de NO, sugerindo que o NO exerce um papel modulador na descida testicular. Em ratos machos adultos, a pilocarpina (0,75 e 3,0 mg/kg, i.p.), droga colinérgica, induziu a emissão seminal de maneira dose-dependente. A emissão seminal em resposta a pilocarpina ( 3,0 mg/kg) foi diminuída em animais atropinizados sugerindo um efeito colinérgico. L-NAME tembém inibiu a emissão seminal induzida por pilocarpina e este efeito foi revertido por L-arginina (600mg/kg, s.c.) ou pela administração conjunta de nitroprussiato de sódio (0,5mg/kg, s.c.). Além disto, a análise urinária de nitrato/nitrito demonstrou marcada alteração em concordância com o tratamento. Estes resultados sugerem que o NO participa na neurotransmissão inibitória responsável pela emissão seminal em ratos estimulados com pilocarpina. Em experimentos realizados para verificar os efeitos da inibição crônica de NOS sobre o comportamento copulatório, o tratamento de ratos com L-NAME (40mg/kg/dia) durante um período de um ciclo completo de espermatogênese uma influência inibitória sobre o comportamento sexual foi evidenciada por um aumento na latência da primeira monta e intromissão e marcada inibição da frequência de intromissão e ejulação. A inibição crônica de NOS também demonstrou alteração na função testicular refletida pela diminuição nos níveis séricos de testosterona, contagem de espermatozóides e anormalidades espermáticas. O número de fêmeas grávidas, de machos que receberam tratamento crônico com L-NAME, foi reduzido resultando em 75% de inibição da fertilidade. O efeito de L-NAME sobre a fertilidade masculina pode dever-se a inibição da NOS periférica e central promovendo inibição da secreção local de androgênios e/ou gonadotrofinas. Os resultados mostram evidências que o NO regula de maneira importante o processo reprodutivo masculino tais como descida testicular, comportamento sexual e fertilidade.
Abstract: Nitric Oxide (NO) derived from L-arginine by the nitric oxide synthase (NOS) which is expressed by various isoforms, is considered to be na important messenger molecule in several organ systems including the male genital tract. This study analysed the possible effects of L-NAME (NG-nitro-L-arginine methyl ester), a nonselective NOS inhibitor on testicilar descent; cholinergic stimulation-induced seminal emission; testicular function; sexual behaviour; and on fertility of male Wistar rats. Treatment of 20 days old male rats with L-NAME at 20mg/kg/day for 10 consecutive days caused a significant delay in the testes descent compared to controls that receives only normal saline. This effect of L-NAME was fully reversed in animals pretreated with L-arginine (600mg/kg, s.c.), a substrate for NO biosynthesis, suggesting stimulant drug pilocarpine (0.75 – 3.0 mg/kg, i.p.) induced a dose-related seminal emission. The seminal emission response to 3.0mg/kg of pilocarpine was greatly diminished in atropinized animals, suggesting a cholinomimetic effect. L-NAME, also inhibited the pilocarpine-induced seminal emission which could be reversed by L-arginine (600mg/kg, s.c.). Further, urine analysis for nitrate/nitrite metabolites showed marked alterations in accordance to the drug treatments. These results suggest that NO mediates the inhibitory neurotransmission responsible for seminal emission in pilocarpine stimulated rats. In experiments carried out to verify the effects of chonic NOS inhibition on copulatory behavior, treatment of rats with L-NAME (40mg/kg/day) for a period of one complete spermatogenic cycle caused an inhibitory influence on sexual behavior as evidenced by a increase in the first mount and intromission latencies and marked inhibitions of the intromission and ejaculation frequencies. Chronic NOS inhibition further evidenced impaired testicular function, reflected by decreases in serum levels of testosterone, epididymal sperm counts and sperm abnormalities. The number of females impregnated with males that received chronic L-NAME treatment was highly reduced, resulting in 75% inhibition of fertility. The adverse influence of L-NAME on male infertility could be due to NOS inhibition at both peripheral and central sites causing inhibition of local androgen and/or gonadotropin secretions. These results provide evidence that NO importantly regulates male reproductive processes such as testicular descent, sexual behavior and fertility.
Descrição: TOMÉ, Adriana da Rocha. Estudo dos efeitos da inibição crônica do óxido nítrico na recuperação de ratos machos. 2002. 112 f. Tese (Doutorado em Farmacologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2002.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2635
Aparece nas coleções:DFIFA - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2002_tese_artome.pdf1,83 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.