Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2641
Título: Atividade gastroprotetora do 2-O-Metil-L-inositol isolado de Magonia Glabrata St. Hill : possíveis mecanismos
Título em inglês: Gastroprotective activity of 2-o-metil-l-inositol isolated from magonia glabrata st.hill : possible mechanisms of action
Autor(es): Olinda, Tiago Moreira de
Orientador(es): Santos , Flávia Almeida
Palavras-chave: Mucosa Gástrica
Inositol
Ferimentos e Lesões
Data do documento: 2008
Citação: OLINDA, T. M. (2008)
Resumo: O 2-O-metil-L-inoitol, também conhecido como Quebrachitol (QCT), isolado da casca dos frutos (pericarpo) de Magonia glabrata St. Hill (Sapindaceae), popularmente conhecida como tingui-de-bola, foi avaliada em modelos de lesões gástricas induzidas por etanol e indometacina em camundongos. QCT (12,5; 25 e 50 mg/Kg, v.o.) reduziu significativamente (p < 0,05) as lesões gástricas induzidas por etanol absoluto (0,2 mL/animal) em 69, 64 e 53 % respectivamente. QCT (12,5 e 25 mg/Kg, v.o.) também reduziu significativamente as lesões gástricas induzidas por indometacina (30 mg/Kg, v.o.). O mecanismo gastroprotetor do QCT foi analisado na sua dose de 25 mg/Kg, em modelo de lesões gástricas induzidas por etanol em camundongos. Em animais pré-tratados com L-NAME (20 mg/Kg, i.p.), um inibidor da óxido nítrico sintase, ou com glibenclamida (5 mg/Kg, i.p.), droga bloqueadora de canais de potássio ATP-dependentes (KATP), o efeito gastroprotetor de QCT (25 mg/Kg, v.o.) foi inibido significativamente (p < 0,05), sugerindo o papel do óxido nítrico e demonstrando uma provável ativação dos canais de potássio no seu efeito gastroprotetor. De forma semelhante, o efeito gastroprotetor de QCT (25 mg/Kg, v.o.) foi revertido, de maneira significativa (p < 0,05), em camundongos pré-tratados com indometacina (10 mg/Kg, v.o.), um inibidor não seletivo da ciclooxigenase, demonstrando assim o papel das prostaglandinas endógenas. QCT (25 mg/Kg, v.o.) não foi revertido em camundongos pré-tratados com capsazepina (5 mg/Kg, i.p.), um antagonista dos receptores vanilóides TRPV1, não demonstrando a participação dos receptores TRPV1 no mecanismo de ação do QCT. A ação gastroprotetora do QCT (25 mg/Kg, v.o.) envolve, em parte, uma ação antioxidante uma vez que esta foi capaz de restabelecer, de forma parcial, mas significativa (p < 0,05), os níveis de grupos NP-SH gástricos, que são depletados pelo etanol. Contudo, QCT não alterou o volume e pH da secreção gástrica, quando avaliados no modelo da ligadura pilórica em ratos e, tão pouco, alterou o esvaziamento gástrico, quando avaliado no modelo do vermelho de fenol, em camundongos. Os dados obtidos sugerem que o QCT promove gastroproteção contra as lesões gástricas induzidas por etanol e indometacina em camundongos, por mecanismos que incluem o envolvimento de prostaglandinas endógenas, óxido nítrico e ou, dos canais de KATP, além de uma ação antioxidante.
Abstract: 2-O-metil-L-inositol as well known as quebrachitol (QCT) isolated from Magonia glabrata St.Hill’s pericarp (Sapindaceae), spread by the popular alias “tingui-de-bola” was evaluated in ethanol and indometacin-induced gastric lesions models in mice. QCT (12,5, 25 and 50 mg/Kg, v.o.) significantly (p < 0,05) reduced gastric lesions induced through administration of ethanol (0,2 mL/animal) in the order of 69, 64 and 53% respectively. QCT (12 and 25mg/Kg, v.o.) also reduced indometacin-induced gastric injuries. The possible mechanism of gastroprotection was accessed through ethanol-induced gastric lesions model in mice and the dose of 25 mg/Kg of QCT was chosen. Pre-treatment of the animals with L-NAME (20 mg/Kg, i.p.), nitric oxide sintase inhibitor, or glibenclamide (5 mg/Kg, i.p.), Potassium ATP-dependent channel blocker (KATP), inhibits QCT’s gastroprotective effect which suggests a participation of NO and activation of KATP on QCT’s gastroprotection. On the same way, QCT’s gastroprotection was abolished when animals were pre-treated with indometacin (10 mg/Kg, v.o.), a non-selective inhibitor of ciclooxigenase, which demonstrates the role of endogen prostaglandins. QCT’s effect was not abolished when animals were pre-treated with capsazepine (5 mg/Kg, i.p.) which indicates that vanilloid receptors TRPV1 are not involved on QCT’s benefic activities. QCT’s gastroprotective activity involves at least in part an antioxidant action, once this drug was capable to reestablish the NP-SH gastric levels which had been depleted after ethanol administration. Nevertheless, QCT did not altered gastric secretion pH when evaluated by pylorus ligature model in rats and also have not altered gastric emptying process in phenol red model in mice. The data shown suggest that QCT promotes gastroprotection against ethanol and indometacin-induced gastric lesion in mice and endogen prostaglandins, nitric oxide and or KATP channels may play a role besides an antioxidant activity.
Descrição: OLINDA, Tiago Moreira de. Atividade gastroprotetora do 2-o-metil-L-inositol isolado de magonia glabrata St. Hill : possíveis mecanismos. 2008. 139 f. Dissertação (Mestrado em Farmacologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2008.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2641
Aparece nas coleções:DFIFA - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2008_dis_tmolinda.pdf1,12 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.