Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2690
Título: Características clínicas e epidemiológicas de 146 pacientes com esclerose múltipla acompanhados na cidade de Fortaleza, CE, Brasil, entre os anos 1979 e 2010
Título em inglês: Clinical and epidemiological characteristics of 146 patients with multiple sclerosis followed up in the city of Fortaleza, CE, Brazil, between 1979 and 2010
Autor(es): Teixeira, Carlos Augusto Ciarlini
Orientador(es): Moraes Filho , Manoel Odorico de
Coorientador(es): Vale, Otoni Cardoso do
Palavras-chave: Esclerose Múltipla
Doenças Desmielinizantes
Prevalência
Data do documento: 2011
Citação: TEIXEIRA, C. A. C. (2011)
Resumo: Para analisar a história natural da Esclerose Múltipla (EM) no estado do Ceará, Brasil, o autor estuda retrospectivamente 146 pacientes diagnosticados por critérios de Poser e / ou McDonald-2010. Casuística e métodos: dados biográficos, clínicos e para-clínicos obtidos em visitas ambulatoriais e nos surtos. Considera como desfechos de incapacidade os marcos EDSS 4, 6 e 7. Com software estatístico R ( RKWard 0.5.3 ) faz análise descritiva, teste exato de Fisher (p < 0,05) e curvas de análise de tempo até o evento ( Kaplan-Meier). Mais de 75 % dos pacientes são acompanhados durante até 15 anos. Resultados: EM predomina no sexo feminino (80,82 %); tem início antes dos 30 anos de idade em 47,9 % dos casos. Pacientes com educação de nível superior (33,5 %) representam mais do dobro do esperado na população em geral. Nas avaliações inicial e evolutiva predominam os sintomas sensitivos, motores e esfincterianos. Pacientes mais jovens e com evolução recorrente – remitente atingem EDSS 4 após maior intervalo de tempo. A proporção de casos de EM benigna é de 4,7 %. A taxa anualizada de surtos é 0,6. Os dois primeiros surtos da maioria dos pacientes ocorreram nos primeiros 3 anos. O tempo entre 1º e 2º surtos tem relação positiva com o tempo para atingir EDSS 4, 6 e 7. A duração da doença até o óbito (8 casos, 5,4 %) foi em média de 14,4 anos. Prevalência de EM no estado do Ceará é estimada em 2,9 / 100.000 habitantes. Conclusão: As características clínicas e evolutivas da EM, no estado do Ceará (latitude sul entre 2o 46’ e 7o 52’), são semelhantes às observadas mundialmente.
Abstract: In order to study the natural history of Multiple Sclerosis (MS) in the state of Ceará, Brazil, the author retrospectively analyzes 146 patients diagnosed according to Poser and/or McDonald-2010 criteria. Cases and methods: biographical, clinical and para-clinical data collected on outpatient visits and at relapses. EDSS scores 4, 6 and 7 used as disability outcomes. Statistical software R (RKWard 0.5.3) used to perform descriptive analysis, Fisher exact test (p< 0,05) and time-to-the-event curves (Kaplan-Meier). Results: over 75 % of the patients followed for as long as 15 years; disease onset before 30 years of age in 47,9 %, with female sex preponderance (80.82 %). Patients with university education (33,5 %) are in high proportion when compared to the general population. Sensory, motor and sphincter complaints are the most common, in both initial and final examinations. Younger patients with relapsing-remitting MS took a longer time to reach EDSS 4. The proportion of benign MS cases was 4, 7 %. Annualized relapse rate was 0,6 . For most patients, the first two relapses took place in the initial three years of illness.Time between 1st. and 2nd relapses bears a positive relationship with time to reach EDSS 4, 6 and 7. Disease duration until death (8 cases , 5,4 %) was an average of 14,4 years. The prevalence of MS in the state of Ceará, Brazil, is estimated as 2,9 / 100.000 inhabitants. Conclusion: Clinical course of MS in the state of Ceará, Brazil (south latitudes between 2o 46’ and 7o 52’ ) is similar to that observed worldwide.
Descrição: CAMARA, Carlos Campos. Estudo dos efeitos analgésicos, comportamentais e regenerativos do tratamento com gabapentina em modelos experimental de dor neuropática . 2009. 227 f. Tese (Doutorado em Farmacologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2009.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2690
Aparece nas coleções:DFIFA - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_tese_cacteixeira.pdf6,32 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.