Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/26958
Title in Portuguese: Do marketing verde às estratégias de greenwashing: análise de rotulagens em produtos de conveniência
Author: Varela, Danilson Mascarenhas
Advisor(s): Reinaldo, Hugo Osvaldo Acosta
Keywords: Rotulagem ambiental
Marketing ecológico
Issue Date: 2014
Citation: VARELA, Danilson Mascarenhas. Do marketing verde às estratégias de greenwashing: análise de rotulagens em produtos de conveniência. 2014. 64 f. TCC (graduação em Administração) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade, Fortaleza/CE, 2014.
Abstract in Portuguese: Num cenário em que os desafios macroeconômicos, sociais e ambientais são multidisciplinares, globais e multidimensionais, várias ações mercadológicas tem sido implementadas para atender às exigências e demandas do consumidor, principalmente para os que apresentam uma conduta ambiental consciente e diferenciada. O presente estudo trata sobre greenwashing, termo utilizado para designar o uso inadequado de procedimento de marketing que ajuda a construir uma imagem de responsabilidade ambiental de empresas e produtos que não são sustentáveis. O método conduzido segue um delineamento exploratório e faz uso de referencial teórico com os eixos temáticos da comunicação organizacional, marketing verde, rotulagem ambiental e greenwashing. A pesquisa foi realizada nos principais supermercados de Fortaleza-CE, constituindo-se em duas etapas principais. Na primeira etapa fez-se análise dos rótulos que apresentam apelos ecológicos, a fim de identificar as formas de incidência de greenwashing. Os resultados apontam que greenwashing se apresenta de diversas formas em um rótulo, principalmente pelo uso de selos falsos (não certificados) e declarações ambientais inverídicas que induzem o consumidor ao erro. Dos 80 produtos de conveniência analisados, contabilizouse 157 apelos ecológicos, tendo uma média de 1,96 apelo por produto. Os resultados apontam ainda que dos 157 apelos ecológicos identificados, 61 configuram como prática de greenwashing, ou seja, 40% dos apelos estão em desacordo com os princípios de rotulagem ambiental. Na segunda etapa analisou-se a influência dos apelos ecológicos na atitude de compra do consumidor. Os resultados obtidos nesta etapa indicaram que o apelo ecológico utilizado nos rótulos como argumento de venda não gerou uma resposta significativamente mais favorável na intenção de compra.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/26958
metadata.dc.type: TCC
Appears in Collections:ADMINISTRAÇÃO - Monografias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2014_tcc_dmvarela.pdf2,13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.