Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/27018
Title in Portuguese: Técnica de exposição da junção esofagogástrica obtida por meio de afastador flexível de fígado em cirurgia bariátrica
Title: Technique of exposure of the esophagogastric junction obtained through a flexible liver retractor in bariatric surgery
Author: Babadopulos, Rodrigo Feitosa de Albuquerque Lima
Advisor(s): Moraes Filho, Manoel Odorico de
Keywords: Cirurgia Bariátrica
Junção Esofagogástrica
Laparoscopia
Obesidade Mórbida
Issue Date: 21-Oct-2016
Citation: BABADOPULOS, R. F. A. L Técnica de exposição da junção esofagogástrica obtida por meio de afastador flexível de fígado em cirurgia bariátrica. 2016. 81 f. Dissertação (Mestrado Ciências Médico-Cirúrgicas) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceara, Fortaleza, 2016.
Abstract in Portuguese: O bypass gástrico em Y de Roux é a segunda modalidade cirúrgica mais realizada no mundo para tratamento da obesidade. Nesta técnica, os afastadores clássicos de cirurgia laparoscópica são geralmente rígidos, necessitam de uma incisão adicional para sua instalação, ou de manuseio por um auxiliar durante o ato cirúrgico e envolvem risco de injúria hepática. O objetivo deste trabalho foi de avaliar e validar uma técnica de exposição da junção esofagogástrica obtida pelo afastador flexível de fígado em cirurgia bariátrica comparando sua eficácia com a de afastador classicamente utilizado para este fim. Tratou-se de um estudo prospectivo, aberto, controlado e comparativo em pacientes com indicação de cirurgia, distribuídos de forma randomizada em dois grupos: clássico (controle) e afastador flexível (teste). Foram incluídos 100 pacientes (n=50 grupo controle, n=50 grupo teste), sem diferença estatística na distribuição por idade e por morbidezes, havendo diferença estatística somente no gênero (grupo controle obteve proporção maior de homens, p=0,020). Em relação ao tempo médio de realização das cirurgias, não foi constatada diferença estatisticamente. No quesito visibilidade, verificou-se que 100% dos pacientes do grupo afastador flexível obtiveram nível de visibilidade ótima, porém sem significância estatística com relação ao grupo clássico (94%). Invariavelmente, foi necessário um porte a mais de trocarte quando do uso do afastador clássico, representando uma ferida a mais na parede abdominal podendo elevar risco de sangramento, infecção, herniação ou mesmo da resposta inflamatória ao trauma, além de aumentar o número de cicatrizes na pele, uma evidente desvantagem estética. O afastador flexível de fígado demonstrou-se seguro, eficaz, ergonômico, de baixo custo, de perfil estético satisfatório, não requerendo instrumental especifico para uso ou nova curva de adaptação e aprendizado para manuseio.
Abstract: Roux-en-Y gastric bypass is the second most widely performed surgical modality in the world for the treatment of obesity. In this technique, classic laparoscopic surgical retractors are usually rigid, require an additional incision for its installation, or handled by an assistant during the surgical procedure, and involve the risk of liver injury. The objective of this study was to evaluate and validate a technique of exposure of the esophagogastric junction obtained by the flexible liver retractor in bariatric surgery, comparing its efficacy with the retractor classically used for this purpose. It was a prospective, open, controlled and comparative study in patients with indication of surgery, randomly distributed in two groups: classic (control) and flexible (test) retractor. A total of 100 patients (n=50 control group, n=50 test group) were included, with no statistically significant difference in age and morbidity distribution, with only gender differences (control group obtained a higher proportion of males, (p=0.020). Regarding the mean duration of surgery, no statistically significant difference was observed. Regarding the visibility, it was verified that 100% of the patients in the flexible retractor group had an optimal visibility level, although without statistical significance in relation to the classic group (94%). Invariably, it was necessary to carry a trocar when using the classical retractor, representing an additional wound in the abdominal wall, which could increase the risk of bleeding, infection, herniation or even the inflammatory response to trauma, as well as increasing the number of scars on the skin, an obvious aesthetic disadvantage. The flexible liver retractor has shown to be safe, effective, ergonomic, low cost, with a satisfactory aesthetic profile, requiring no specific instruments to be used, neither new adaptation curve and trainning for its handling
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/27018
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DCIR - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_dis_rfalbabadopulos.pdf1,21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.