Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2821
Título: Processos de lexicalização na interlíngua de alunos aprendizes de inglês: uma análise dos verbos de movimento
Título em inglês: Lexicalization processes in the interlanguage of english learners: an analysis of motion verbs
Autor(es): Nogueira, Aline Rodrigues
Orientador(es): Araripe, Leonel Figueiredo de Alencar
Palavras-chave: Aquisição da segunda língua
Língua materna
Língua inglesa – Verbos
Língua inglesa - Estudo e ensino – Falantes de português
Interlíngua(Aprendizagem de línguas)
Data do documento: 2009
Editor: http://www.teses.ufc.br
Citação: Nogueira, A. R.; Araripe, L. F. A. (2009)
Resumo: Na língua, os conteúdos semânticos são expressos por elementos de superfície, e os responsáveis pela variação são os elementos de expressão utilizados. Um dos processos de associação dos elementos semânticos a formas de superfície é o que Talmy (1985, 2000) denomina de lexicalização. Talmy (1985) identificou e descreveu três padrões de lexicalização em eventos de movimento. Para este estudo, enfocaremos dois dos padrões de lexicalização propostos por Talmy: o padrão Movimento + Caminho, que lexicaliza a categoria semântica Caminho no verbo (característica do português), e o padrão Movimento + Modo/Causa, que lexicaliza o modo ou causa do movimento no verbo (característico do inglês). O padrão prototípico da língua inglesa pode ser expandido de modo a realizar construções resultativas fortes. Esta pesquisa, dividida em quatro capítulos, aborda a seguinte questão: após a aquisição de uma primeira língua e de seu padrão de lexicalização, é possível ou não durante o processo de aquisição de uma segunda língua, ‘aprender’ e utilizar um padrão de lexicalização diferente daquele inicialmente adquirido? Para verificar se um indivíduo em fase de aquisição de segunda língua pode apresentar em sua interlíngua o padrão característico da língua-alvo, analisaremos os padrões de lexicalização de eventos de movimento descritos por aprendizes brasileiros de inglês como segunda língua através de narrativas produzidas por eles com base na história em figuras “Frog, Where are you?” de Mayer (1969) assim como Slobin (1996), além de um teste de compreensão sobre construções resultativas fortes. Examinando o corpus coletado e com base na teoria de Talmy, no trabalho sobre alternância verbal nas resultativas fortes do português de Alencar (2006) e na Teoria de Princípios e Parâmetros de Chomsky (1981, 1986), o presente trabalho conclui que aprendizes brasileiros de inglês como segunda língua são capazes de utilizar o padrão da língua-alvo e atribuir novos valores aos parâmetros envolvidos quanto ao padrão de lexicalização utilizado, mas apresentam dificuldade em expandi-lo e produzir construções resultativas fortes, atribuindo novo valor ao parâmetro de resultatividade forte e demonstram forte influência da língua materna em suas descrições de eventos de movimento.
Descrição: NOGUEIRA, Aline Rodrigues. Processos de lexicalização na interlíngua de alunos aprendizes de inglês: uma análise dos verbos de movimento. 2009. 133f. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Letras Vernáculas, Programa de Pós-Graduação em Linguística, Fortaleza-CE, 2009.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2821
Aparece nas coleções:PPGL - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_dis_arnogueira.pdf657,01 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.