Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2838
Título: Da negrada negada: a negritude fragmentada - o movimento negro e os discursos identitários sobre o negro no Ceará (1982-1995)
Autor(es): Sousa, Antônio Vilamarque Carnaúba de
Orientador(es): Ribard, Franck Pierre Gilbert
Palavras-chave: História do Ceará
Negros
Negritude - Movimentos Sociais
Anti-racismo
Racismo
Africanidades
Histoire du Ceará
Noirs
Mouvement Noir
racisme
Negros - Ceará - Identidade racial - 1982-1995
Negros - Ceará - Condições sociais - 1982-1995
Racismo - Ceará - 1982-1995
Negros - Ceará - Usos e costumes - 1982-1995
Ceará - Relações raciais - 1982-1995
Data do documento: 2006
Editor: www.teses.ufc.br
Citação: Sousa, A. V. C.; Ribard, F. P. G. (2006)
Resumo: Os processos de construção dos discursos identitários negros no Ceará são abordados neste trabalho a partir da historicidade do Movimento Negro cearense, apreendido desde 1982, quando passam a se articular diversos grupos de consciência negra dando origem a uma trajetória militante a qual chamamos de Movimento Negro, até o ano de 1995 quando se consolida um processo de fragmentação da unidade discursiva desse movimento. Nesse período verificamos a instalação de confrontos entre os novos discursos étnicos militantes promovidos pelos diversos grupos componentes do Movimento Negro cearense e os discursos hegemônicos estigmatizando, externamente e internamente, o negro cearense, verificados a partir do senso comum cujas matrizes remetem à tradição historiográfica, as formas especificas do racismo no Ceará e ao processo de alienação e expropriação da cultura negra no Ceará. A nossa análise busca entender, então, a natureza destes embates e confrontos em torno do negro e do movimento negro e avaliar como eles ajudaram no redimensionamento da história, da historiografia, dos discursos e da inserção social do negro na sociedade cearense.
Descrição: SOUSA, Antônio Vilamarque Carnaúba de. negrada negada: a negritude fragmentada - o movimento negro e os discursos identitários sobre o negro no Ceará (1982-1995). 2006. 191 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Ceará, Departamento de História, Programa de Pós-Graduação em História Social, Fortaleza-CE, 2006.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2838
Aparece nas coleções:PPGH - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2006_Dis_AVCSousa.pdf1,22 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.