Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/28624
Title in Portuguese: Análise das notificações de hemovigilância no sistema notivisa do hemocentro coordenador e das agências transfusionais de Teresina-PI no período de 2012 a 2015
Title: Analysis of notifications of hemovigilance in the notivisa system of the hemocentro coordinator and the transfusion agencies of Teresina-PI in the period from 2012 to 2015
Author: Chaves, Lucelia Regina de Castro
Advisor(s): Lima, Vilma de
Co-advisor(s): Chaves, Tatiana Vieira Souza
Keywords: Transfusão de Sangue
Segurança do Sangue
Issue Date: 29-Jan-2016
Citation: CHAVES, L. R. C. Análise das notificações de hemovigilância no sistema notivisa do hemocentro coordenador e das agências transfusionais de Teresina-PI no período de 2012 a 2015. 2016. 60 f. Dissertação (Mestrado em Farmacologia Clínica) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
Abstract in Portuguese: A transfusão de sangue é indispensável no tratamento de alguns pacientes, mas, não isenta de riscos. Além da possível transmissão de doenças infecto contagiosas pelo sangue, podem ocorrer incidentes transfusionais de diferentes graus. Sendo as notificações no sistema NOTIVISA importantes para segurança e qualidade da assistência hemoterápica. Este estudo teve como objetivo analisar os incidentes transfusionais no Sistema de hemovigilância no Hemocentro Coordenador e nas agências transfusionais de Teresina, no período de janeiro de 2012 a julho de 2015. Trata-se de um estudo retrospectivo epidemiológico, observacional e qualitativo. Obteve-se os dados através das notificações realizadas pelos serviços hemoterápicos (HC e AT’s) no Sistema NOTIVISA e analisadas através do programa da Microsoft Office Excel 2013, representados em gráficos e tabelas com um total de 181.657 transfusões e 186 notificações nos quatro anos da análise, sendo o concentrado de hemácias o mais utilizado, com predominância do sexo masculino com faixa etária acima de quarenta anos. O tipo de hemocomponente que apresentou o maior número de reações foi o concentrado de hemácias com (84,95%), em relação ao tempo de aparecimento das reações, as imediatas foram as de maior incidência, totalizando 98,38%, quanto ao diagnóstico a reação febril não hemolítica foi prevalente com (45,16%), e os sintomas clínicos mais frequentes foram, febre, calafrios e urticária. O estudo aponta para um índice elevado de subnotificação ao Sistema NOTIVISA, na área de Hemovigilância nos serviços analisados, comparando-se ao preconizado pela legislação vigente e baseado no cenário do sistema de hemovigilância da França onde são estimadas três reações transfusionais para cada mil transfusões, pois pela quantidade de hemocomponentes transfundidos estima-se 544 RT’s. Espera-se que este trabalho possa subsidiar tanto os serviços de saúde que prestam assistência hemoterápica quanto os profissionais que atuam nessa área, com a implantação e implementação de programas de educação continuada, comitês transfusionais hospitalares, para auxiliar nas boas práticas de hemoterapia, na segurança do paciente, na minimização dos riscos inerentes ao uso terapêutico do sangue e hemocomponentes, prevenindo-os e reduzindo-os, a fim de melhorar a qualidade e a segurança transfusional em todo o ciclo do sangue, do doador ao receptor.
Abstract: Blood transfusion is indispensable in the treatment of some patients, but not without risk. In addition to the possible transmission of infectious diseases by the blood, transfusion incidents of different degrees may occur. The notifications in the NOTIVISA system are important for the safety and quality of hemotherapy assistance. The objective of this study was to analyze the transfusion incidents in the Haemovigilance System at the Hemocentro Coordinator and in the transfusion agencies of Teresina, from January 2012 to July 2015. This is a retrospective epidemiological, observational and qualitative study. The data were obtained through the notifications made by the hemotherapy services (HC and AT's) in the NOTIVISA System and analyzed through the Microsoft Office Excel 2013 program, represented in charts and tables with a total of 181657 transfusions and 186 notifications in the four years of the analysis, with red cell concentrate being the most used, predominantly males with an age group above 40 years. The type of hemocomponent that presented the greatest number of reactions was the red cell concentrate with (84.95%), in relation to the time of onset of the reactions, the immediate ones were the ones with the highest incidence, totaling 98.38%, regarding the diagnosis the non-hemolytic febrile reaction was prevalent with (45.16%), and the most frequent clinical symptoms were fever, chills and urticaria. The study points to a high underreporting rate to the NOTIVISA system in the area of haemovigilance in the analyzed services, compared to that recommended by the current legislation and based on the scenario of the haemovigilance system of France where three transfusion reactions are estimated for each thousand transfusions, because of the number of transfused blood components, 544 RTs are estimated. It is hoped that this work will be able to subsidize both the health services that provide hemotherapy assistance and the professionals who work in this area, with the implementation and implementation of continuing education programs, hospital transfusion committees, to assist in hemotherapy, safety minimizing the risks inherent in the therapeutic use of blood and blood components by preventing and reducing them in order to improve transfusion quality and safety throughout the blood cycle from donor to recipient.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/28624
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DFIFA - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_dis_lrcchaves.pdf1,82 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.