Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2863
Título: Entre o forte e a aldeia: estratégias de contato, negociação e conflito entre Europeus e Indígenas no Ceará Holandês (1630 – 1654)
Título em inglês: Between the fort and the aldeia: strategies of contact, negotiation and conflict between Europpeans and Indians in Dutch Ceará (1630 – 1654)
Autor(es): Martins, Guilherme Saraiva
Orientador(es): Silva, Marilda Santana da
Palavras-chave: Ceará - Hstória
Ceará - Historia - Período Colonial
Ceará - Colonização Européia (1637-1654)
Companhia das Índias Ocidentais Holandesa
Data do documento: 2010
Editor: www.teses.ufc.br
Citação: Martins, G. S.; Silva, M. S. (2010)
Resumo: Este estudo explora as relações estabelecidas entre os povos indígenas e os colonizadores europeus, no Ceará, na primeira metade do século XVII, especialmente no período de ocupação desta capitania pela Companhia das Índias Ocidentais Holandesa, entre 1637 e 1654. Argumenta-se que a capitania do Ceará neste período, devido à sua condição periférica no Brasil Colonial, possuía uma dinâmica particular de relativo equilíbrio de forças entre a população indígena nativa e o elemento colonizador, fazendo com que desenvolvesse-se uma série de estratégias de contato, por parte dos índios e dos europeus, para lidar uns com os outros. Essas estratégias incluíam a troca de mercadorias e presentes pelo trabalho ou pela colaboração indígena em alguma empreitada, promessas de defesa mútua, ameaças veladas ou explícitas, entre outras. Explora-se como a situação de guerra entre Portugal e a Companhia das Índias Ocidentais influenciou as relações entre europeus e índios nas capitanias do norte do Brasil e, especialmente, como os índios do Ceará posicionaram-se em relação às forças beligerantes. Estabelece a revolta indígena de 1644, na qual a guarnição holandesa do Ceará é massacrada, como resultado das tensões existentes entre a Companhia e os povos indígenas locais, geradas pela exploração dos índios como trabalhadores e soldados, e como representativa de uma crise geral no relacionamento entre os povos indígenas e a Companhia no Brasil Holandês de modo geral.
Abstract: This paper explores the relations established between indigenous peoples and European colonists, on Ceará, during the first half of the XVII century, especially during the period of occupation of this captaincy by the Dutch West Indies Company, between 1637 and 1654. It argues that the captaincy of Ceará at that time, due to its condition on the periphery of Colonial Brazil, had a particular dynamic of relative equilibrium between the native indigenous population and the colonizing element, which prompted the development of a series of strategies of contact, between the Indians and the Europeans, to deal with one another. Those strategies included the exchange of goods and gifts for labor or indigenous collaboration in some enterprise, promises of mutual defense, veiled or explicit threats among others. It explores how the state of war between Portugal and the Dutch West Indies Company influenced the relations between Europeans and Indians on the northern captaincies of Brazil and, specially, how the Indians from Ceará positioned themselves toward the warring factions. It establishes how the Indian rebellion of 1644, when the Dutch garrison in Ceará was massacred, was the result of tensions between the Company and the local indigenous peoples over the exploitation of Indians as laborer and warriors, and how it was representative of a general crisis between the indigenous peoples and the Company in Dutch Brazil as a whole.
Descrição: MARTINS, Guilherme Saraiva. Entre o forte e a aldeia: estratégias de contato, negociação e conflito entre europeus e indígenas no Ceará Holandês (1630 – 1654). 2010. 182 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Ceará, Departamento de História, Programa de Pós-Graduação em História Social, Fortaleza-CE, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2863
Aparece nas coleções:PPGH - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_dis_gsmartins.pdf1,77 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.