Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/28757
Title in Portuguese: A metamorfose humana no mundo da vida: reconstruções epistemológicas da perspectiva de identidade na psicologia social crítica
Author: Souza Filho, José Alves de
Advisor(s): Lima, Aluísio Ferreira de
Keywords: Identidade-Metamorfose-Emancipação
Fenomenologia
Teoria Crítica
Mundo da Vida
Identity-Metamorphosis-Emancipation
Lifeworld
Issue Date: 2017
Citation: Souza Filho, J. A.; Lima, A. F. (2017)
Abstract in Portuguese: Na presente dissertação reconstruímos as discussões entre a perspectiva de identidade humana, postulada como uma metamorfose na Psicologia Social Crítica, e as intersecções da Teoria Crítica da Sociedade de Habermas com as vertentes histórico-sociais da Fenomenologia. Esta problematização é relevante por aprofundar teoricamente, por meio de uma investigação epistemológica, os enunciados explícitos e implícitos nas discussões sobre a constituição das identidades nos processos de construção de suas metamorfoses no Mundo da Vida. Nossa pesquisa empreendeu uma reconstrução, por um lado, do processo de criação e solidificação do sintagma Identidade-Metamorfose-Emancipação, dentro da Psicologia Social Crítica, e, por outro lado, da proposição de Habermas sobre o Mundo da Vida em sua Teoria da Ação Comunicativa (2012a e 2012b) a partir de suas leituras sobre o pensamento histórico-social da Fenomenologia de Husserl, Schutz, Berger e Luckmann. Nossas fontes de pesquisa foram livros, artigos, teses, dissertações e manuscritos dos referenciais teóricos e epistemológicos acima descritos. As discussões encontram-se estruturadas em: “Prólogo”, uma explanação da intersecção defendida por Ciampa, Almeida e Lima entre as metamorfoses humanas e o mundo da vida, além de uma apresentação do percurso de reconstrução enquanto método; o capítulo “O Sintagma Identidade-Metamorfose-Emancipação”, no qual analisamos, por uma construção histórica e epistemológica, o processo de formação, evolução e solidificação do construto da metamorfose humana como busca de emancipação, enquanto teoria de identidade na perspectiva da Psicologia Social Crítica; no capítulo “Acepções sobre o mundo da vida” reconstruimos a teoria social do Mundo da Vida de Habermas a partir de uma análise e uma discussão sobre os alcances das leituras habermasianas sobre a Fenomenologia de Husserl, Schutz, Berger e Luckmann. Por fim, no “Epílogo”, apresentamos acepções fenomenológicas para a construção de discussões críticas sobre os processos de significação das identidades, a partir de condições subjetivas e intersubjetivas do mundo, que vislumbrem processos emancipatórios de (r)existência.
Abstract: In this dissertation, we rebuild the discussions between the perspective of human identity, postulated as a metamorphosis in Critical Social Psychology, and the intersections of the Critical Social Theory by Habermas with the historical-social aspects of the Phenomenology. This problem is relevant because it theoretically deepens, through epistemological research, the explicit and implicit statements in the discussions about the constitution of identities in the processes of construction of their metamorphoses in the Lifeworld. Our research includes, on the one hand, a reconstruction of the process of creation and solidification of the Identity-Metamorphosis-Emancipation syntagma, within the Critical Social Psychology; and, on the other hand, of Habermas's proposal about the Lifeworld in his Theory of Communicative Action (2012a and 2012b) from his own readings on the social-historical thought of the Phenomenology by Husserl, Schutz, Berger and Luckmann. Our sources of research were books, articles, theses, dissertations and manuscripts of the theoretical and epistemological referents described above. The argument is structured in: “Prologue”, an explanation of the intersection defended by Ciampa, Almeida and Lima between human metamorphoses and the Lifeworld, and a presentation of the path of reconstruction as a method; the chapter “The Identity-Metamorphosis-Emancipation syntagma” is a historical and epistemological construction, the process of formation, evolution and solidification of the construction of human metamorphosis as a search for emancipation, as a theory of identity in the perspective of Critical Social Psychology; the chapter “Meanings of the Lifeworld”, in which the social theory of Habermas’s Lifeworld is reconstructed from the analysis of a discussion about the scope of the Habermas reading about the Phenomenology of Husserl, Schutz, Berger y Luckmann; and finally, the “Epilogue”, in which we present phenomenological meanings for the building of critical stories about the processes of meaning of identities, starting from the subjective and intersubjective conditions of the world, that glimpse the emancipating processes of (re) existence.
Description: SOUZA FILHO, José Alves de. A metamorfose humana no mundo da vida: reconstruções epistemológicas da perspectiva de identidade na psicologia social crítica. 2017. 145f. – Dissertação (mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Centro de Humanidades, Programa de Pós Graduação em Psicologia, Fortaleza (CE), 2017.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/28757
Appears in Collections:PPGP - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_dis_jasouzafilho.pdf1,31 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.