Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/29
Título: Caracterização da macrofauna bentônica de bancos areno-lamosos dos estuários dos rios Pacoti e Pirangi
Autor(es): Silva, Aline
Orientador(es): Barreira, Cristina
Palavras-chave: Fauna marinha
Macrofauna bentônica
Data do documento: 2006
Citação: SILVA, A. F. (2006)
Resumo: A distribuição dos organismos em relação ao seu habitat é de importância central para a ecologia. A natureza dessa distribuição fornece visão inicial sobre os tipos de processos ecológicos que regulam as assembléias e populações. O presente trabalho tem como objetivo caracterizar e comparar a estrutura da macrofauna bentônica, correlacionando-a com as condições ambientais de bancos arenolamosos nos estuários dos rios Pacoti e Pirangi, Ceará. Em fevereiro de 2005, foram coletadas 45 amostras em cada estuário e preservadas em formol, lavadas em água corrente, coradas com rosa bengala, triadas com o auxílio de microscópio eletrônico e os organismos identificados ao menor nível taxonômico possível. Os parâmetros temperatura, matéria orgânica, CaCO3, cascalho, areia e finos apresentaram diferenças significativas (p<0,05) entre os dois estuários. No Pacoti, a espécie Laeonereis culveri (Annelida: Polychaeta) apresentou maior densidade (10422,98 ind/m2) e, no Pirangi, Tagelus plebeius (Mollusca: Bivalvia) com 910,35 ind/m2. A análise apontou forte correlação negativa entre a abundância média com a matéria orgânica e argila no estuário do Pirangi e uma forte correlação positiva entre a riqueza com média do grão, matéria orgânica, silte e correlação negativa com a areia no estuário do rio Pacoti. A abundância média foi mais elevada no Pacoti, porém riqueza, equitabilidade e diversidade foram mais elevadas no rio Pirangi. No rio Pacoti, a análise de agrupamento revelou um banco areno-lamoso altamente homogêneo, com elevado grau de similaridade entre os pontos. Já o Pirangi mostrou-se mais heterogêneo com menor grau de similaridade. A análise do BIOENV discriminou seleção do grão, carbonato de cálcio e teor de matéria orgânica como os fatores abióticos que melhor explicaram a estrutura da macrofauna bentônica do banco areno-lamoso do rio Pacoti e a porcentagem de cascalho e de finos no banco areno-lamoso do rio Pirangi
Abstract: The distribution of organisms regarding their habitat plays an important role in ecological studies. The nature of this distribution provides an initial view on the types of ecological processes regulating the assemblages and the populations. The present study aims to characterize and to compare the benthic macroinfauna community structure, correlating it with the environmental conditions at the muddysand flats at the Pacoti and the Pirangi estuaries. In February 2005, 45 samples were collected in each estuary, sample were preserved in formol, passed through a 0,3mm mesh, dyed with rose, sorted and the organisms identified. The amount of shingle, sand, silt, and clay presented significant differences (p<0,05) between the two estuaries. At Pacoti estuary, Laeonereis culveri presented the highest density (10,423 ind/m2) and, at Pirangi estuary, Tagelus plebeius was the dominant species with a density of 910.35 ind/m2. Analysis pointed out a strong negative correlation between the average abundance and the organic matter, and between the average abundance and clay at the Pirangi estuary. At the Pacoti estuary, a strong positive correlation was observed out between the richness and several parameters such as the mean grain size, organic matter, and silt. A negative correlation between the richness and the amount of sand was also evidenced at the same estuary. The average abundance was higher at Pacoti, whereas richness, equitability, and diversity were higher at Pirangi. At the Pacoti estuary, the cluster analysis revealed a highly homogeneous muddy-sand flat, with strong similarity among samples. On the other hand, Pirangi was more heterogeneous with a lower similarity degree. The BIOENV analysis discriminated grain selection, CaCO3, and the amount of organic matter as the abiotic factors that best explain the structure of benthic macroinfauna communit’s in the muddy-sand flat at Pacoti. At the Pirangi estuary, the relevant abiotic factors were the shingle and fine sediment percentage.
Descrição: SILVA, Aline Ferreira da; BARREIRA, Cristina de Almeida Rocha. Caracterização da macrofauna bentônica de bancos areno-lamosos dos estuários dos rios Pacoti e Pirangi. :Ceará, Brasil. 2006. 72 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/29
Aparece nas coleções:LABOMAR - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2006_dis_afsilva.pdf696,61 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.