Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/29514
Title in Portuguese: Padrão respiratório ineficaz em crianças com cardiopatias congênitas: construção e validação por juízes de uma teoria de médio alcance
Title: Ineffective respiratory pattern in children with congenital heart defects: construction and validation by judges of a medium-range theory
Author: Souza, Nayana Maria Gomes
Advisor(s): Silva, Viviane Martins
Keywords: Diagnóstico de Enfermagem
Cardiopatias
Estudos de Validação
Issue Date: 21-Dec-2017
Citation: SOUZA, N. M. G. Padrão respiratório ineficaz em crianças com cardiopatias congênitas: construção e validação por juízes de uma teoria de médio alcance. 2017. 165 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017.
Abstract in Portuguese: Para compreender a dinâmica do Padrão respiratório ineficaz em crianças com cardiopatias congênitas, é necessário aprofundar o estudo em torno de seus fatores causais, atributos essenciais e indicadores clínicos, além de entender como eles se relacionam entre si. Uma ferramenta útil para realizar esse tipo de análise é a Teoria de médio alcance (TMA). Mediante isto, este estudo tem como objetivo verificar a validade da estrutura do diagnóstico de enfermagem Padrão Respiratório Ineficaz (PRI) em crianças com cardiopatias congênitas pela realização de duas etapas, a saber: construção de uma teoria de médio alcance (TMA) e análise por juízes. A primeira etapa do estudo foi desenvolvida com base no modelo proposto por Lopes, Silva e Herdman (2015). A construção da Teoria de Médio Alcance para o diagnóstico de enfermagem Padrão respiratório ineficaz em crianças com cardiopatias congênitas foi embasada à luz do Modelo de Adaptação de Roy (MAR), de uma revisão integrativa da literatura e da taxonomia da NANDA Internacional, Inc. (NANDA-I). A revisão integrativa concretizou-se por meio de uma ampla busca na literatura a partir de quatro bases de dados (SCOPUS, CINAHL, PUBMED e Web of Science). Após aplicação dos critérios de inclusão e exclusão, foram selecionados 50 estudos que fundamentaram a construção da Teoria de médio alcance. Após leitura e análise dos referenciais teóricos, identificaram-se 10 estímulos do diagnóstico PRI, dos quais seis não apresentam correspondência com os fatores relacionados reportados na NANDA-I; 21 comportamentos foram encontrados dos quais cinco não constam no rol de características definidoras da NANDA-I. Os estímulos e os comportamentos foram incorporados à estrutura do diagnóstico. Em seguida, foram desenvolvidas definições conceituais e operacionais para cada estímulo e comportamento. Foram descritas proposições que explicassem a relação entre PRI e seus componentes estruturais, bem como estabelecidas as relações de causalidade do diagnóstico. Para sintetizar as proposições e relações causais, um pictograma foi criado. A segunda etapa do presente estudo contou com a participação de 23 juízes especialistas em terminologias de enfermagem e/ou com prática clínica. Os mesmos julgaram os estímulos e comportamentos da TMA, bem como suas definições conceituais e operacionais com base nos critérios de relevância, clareza e precisão. A proposta final do processo de validação incorpora nove estímulos, a saber: aumento da resistência das vias aéreas, redução da complacência pulmonar, aumento na concentração de dióxido de carbono, aumento na concentração de hidrogênio, posição do corpo que inibe expansão pulmonar, deformidades da parede do tórax, esforço físico,ansiedade e dor. Com relação aos comportamentos, todos foram considerados como relevantes, a saber: uso de músculos acessórios à respiração, alterações na profundidade respiratória, taquipneia, mudanças no ritmo respiratório, dispneia, ortopneia, hipóxia, hipoxemia, cianose, distúrbios respiratórios do sono, fadiga da musculatura respiratória, fase de expiração prologada, batimentos de asa de nariz, bradpneia, excursão torácica alterada, pressão expiratória diminuída, pressão inspiratória diminuída, ventilação minuto-diminuída, respiração com os lábios franzidos, diâmetro antero-posterior aumentado e assumir posição de três pontos. Com exceção do estímulo idade menor que dois anos, as definições conceituais e operacionais construídas para os estímulos e os comportamentos apresentaram índice de validade de conteúdo diagnóstico superiores a 0,9. Considera-se que processo de validação da estrutura do diagnóstico de enfermagem Padrão Respiratório Ineficaz (PRI) em crianças com cardiopatias congênitas subsidiou o refinamento e o aprimoramento desse diagnóstico e de seus componentes. É imprescindível à enfermagem apropriar-se desse diagnóstico no contexto do cuidado da criança cardiopata. Sugere-se que um estudo de validação clínica seja conduzido para avaliar os componentes de PRI ainda não incorporados à NANDA-I, bem como para verificar a validade das proposições e relações de causalidade apontadas na TMA.
Abstract: To understand the dynamics of the ineffective breathing pattern in children with congenital heart disease, it is necessary to deepen the study around its causal factors, essential attributes and clinical indicators, besides understand how they relate to each other. A useful tool to perform this type of analysis is the Middle Range Theory (MRT). Therefore, this study aims to verify the validity of the structure of nursing diagnosis Ineffective breathing pattern (IBP) in children with congenital heart defects by performing two steps: construction of a middle range theory and analysis by experts. The first step of the study was developed based on the model proposed by Lopes, Silva and Herdman (2015). The construction of the Middle range Theory for the nursing diagnosis Ineffective breathing pattern in children with congenital heart defects was based on the Roy Adaptation Model (MAR), an integrative review of the literature and the taxonomy of NANDA International, Inc. (NANDA-I). The integrative review was accomplished by means of an extensive literature search from four databases (SCOPUS, CINAHL, PUBMED and Web of Science). After applying the inclusion and exclusion criteria, 50 studies were selected that supported the construction of the middle range theory. After reading and analyzing the theoretical references, 10 stimuli of the IBP diagnosis were identified, of which six do not correspond to the related factors reported in NANDA-I; 21 behaviors were found, of which five are not included in the list of NANDA-I defining characteristics. Stimuli and behaviors were incorporated into the diagnosis structure. Conceptual and operational definitions were then developed for each stimulus and behavior. Were described propositions that explain the relationship between IBP and its structural components, as well as establishing the causal relationships of the diagnosis. To synthesize propositions and causal relationships, a pictogram was created. The second step of the present study counted on the participation by 23 experts in nursing terminology and / or clinical practice. They judged the stimuli and behaviors of the MRT, as well as their conceptual and operational definitions based on the criteria of relevance, clarity and precision. The final proposal of the validation process incorporates nine stimuli: increase in airway resistance, reduction of lung compliance, increase in carbon dioxide concentration, increase in hydrogen concentration, position of the body that inhibits lung expansion, chest wall deformities, physical effort, anxiety and pain. With respect to the behaviors, all were considered as relevant: use of accessory muscles for breathing, alterations in respiratory depth, tachypnea, changes in respiratory rhythm, dyspnoea, orthopnea, hypoxia, hypoxemia, cyanosis, sleep respiratory disorders, respiratory muscle fatigue, prolonged expiratory phase, bradypnoea, altered thoracic excursion, decreased expiratory pressure, decreased inspiratory pressure, decreased minute- ventilation, pursed lip breathing, increased anteroposterior diameter, and assuming a three-point position. With the exception of the stimulus age less than two years, the conceptual and operational definitions constructed for the stimuli and the behaviors presented index of validity of diagnostic content superiors to 0.9. It is considered that the process of validation of the structure of nursing diagnosis Ineffective Respiratory Standard (PRI) in children with congenital heart diseases subsidized the refinement and improvement of this diagnosis and its components. It is indispensable e for nursing to appropriate this diagnosis in the context of the care of the child with congenital heart disease. It is suggested that a clinical validation study be conducted to evaluate the components of PRI not yet incorporated into NANDA-I, as well as to verify the validity of the propositions and causal relationships pointed out in the TMA.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/29514
Appears in Collections:DENF - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_dis_nmgsouza.pdf2,32 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.