Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/29698
Title in Portuguese: Construção e validação de checklist para transfusão sanguínea em crianças
Title: Construction and validation of checklist for blood transfusion in children
Author: Bezerra, Carolina Martins
Advisor(s): Cardoso, Maria Vera Lúcia Moreira Leitão
Keywords: Transfusão de Sangue
Criança
Lista de Checagem
Enfermagem Pediátrica
Segurança do Paciente
Issue Date: 21-Jul-2017
Citation: BEZERRA, C. M. Construção e validação de checklist para transfusão sanguínea em crianças. 2017. 113 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2017.
Abstract in Portuguese: A transfusão de sangue é comumente realizada em hospitais, sobretudo, em unidades cirúrgicas e de terapia intensiva, ocorrendo frequentemente na população pediátrica. É um processo com várias etapas interligadas que envolvem profissionais da saúde de categorias variadas, dentre eles o enfermeiro que se destaca favorecendo a segurança e o sucesso transfusional de pacientes. Objetivou-se construir e validar um checklist para transfusão sanguínea em crianças. Estudo metodológico, realizado entre novembro/2016 e maio/2017, desenvolvido em duas etapas. A primeira constituiu-se de revisão integrativa, guiada pela pergunta norteadora: quais os cuidados de enfermagem para realização sanguínea em crianças? A coleta de dados dessa fase ocorreu de novembro/2016 a janeiro/2017, nas bases de dados LILACS, Cochrane, CINAHL, Portal PubMED e Scopus por meio do cruzamento dos descritores blood transfusion AND nursing care AND child, nas bases de dados de idioma inglês e transfusão sanguínea, cuidados de enfermagem e criança, nas do idioma português, resultando em nove artigos após aplicação dos critérios de inclusão e exclusão. Dos dados da revisão, identificaram-se os itens que compuseram o checklist, os quais foram divididos em cuidados de enfermagem pré-transfusional, transfusional e pós-transfusional. Na segunda etapa, correspondendo à validação de conteúdo entre enfermeiros especialistas, participaram catorze juízes. Os dados foram avaliados conforme o Índice de Validade de Conteúdo (IVC) e discutidos de acordo com a literatura, organizados no Excel, utilizando-se a estatística descritiva. Estudo aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Ceará, conforme parecer 1.615.716. O checklist foi composto por 17 itens e 61 subitens, na primeira versão do instrumento. Após a etapa de validação e mediante as sugestões dos juízes, ocorreram modificações no conteúdo, e a versão final constituiu-se de 14 itens e 56 subitens: etapa pré-transfusional com quatro itens (orientações de enfermagem pré-transfusional, conferência do hemocomponente, identificação da criança e pré- medicação); etapa transfusional permaneceu com os mesmos seis itens da versão inicial; etapa pós-transfusional com quatro itens (verificação dos sinais vitais, verificação dos sinais vitais uma hora após o término da transfusão, registros e monitorização da criança por 24h após término da transfusão). Ressalta-se que 58,82% dos itens avaliados individualmente foram tidos como adequados, com IVC maior ou igual a 0,8, demonstrando conteúdo adequado para os cuidados de enfermagem para crianças submetidas à hemotransfusão. Na avaliação dos itens quanto à clareza, pertinência e relevância dos cuidados de enfermagem à criança transfundida, pôde-se perceber alto nível de concordância entre os juízes. Acerca da avaliação global, o conteúdo foi considerado válido, IVC de 0,87, com modificações. Dentre as modificações sugeridas, houve exclusão, substituição e acréscimo de termos. Desta forma, o checklist para transfusão sanguínea em crianças foi considerado tecnologia com conteúdo válido para ser utilizado no ato transfusional desempenhado por enfermeiros. Concluiu-se que, com o checklist, o enfermeiro pode contribuir com a segurança transfusional no momento da instalação da transfusão em crianças, porém é indicado que sejam realizados outros tipos de validação para que possa ser usado na prática clínica.
Abstract: Blood transfusion is commonly performed in hospitals, particularly in surgical and intensive care units, often occurring in the pediatric population. It is a process with several interconnected stages that involve health professionals of varied categories, among them the nurse who stands out favoring the safety and transfusion success of their patients. The objective was to build and validate a checklist for blood transfusion in children. Methodological study carried out between November/2016 and May/2017 developed in two stages. The first one consisted of an integrative review guided by the guiding question: "What nursing care for blood performance in children?" The data collection of this phase occurred in the period from November/2016 to January/2017 in the databases LILACS, Cochrane, CINAHL, PubMED Portal and Scopus through the cross-referencing of the descriptors blood transfusion AND nursing care AND child, in the English language and blood transfusion databases, nursing and child care, in the Portuguese language, resulting in 9 articles after application Inclusion and exclusion criteria. Data from the review identified the items that composed the checklist divided into pre-transfusion, transfusion, and post- transfusion nursing care. In the second stage, corresponding to content validation among specialist nurses, fourteen judges participated. The data were evaluated according to the Content Validity Index (CVI) and discussed according to the literature, organized in Excel using descriptive statistics. This study was approved by the Research Ethics Committee of the Federal University of Ceará under opinion 1.615.716. The checklist consisted of 17 items and 61 sub-items, in the first version of the instrument. After the validation stage and through the judges' suggestions, the content was modified, and the final version consisted of 14 items and 55 sub-items: pre-transfusional stage with four items (pre-transfusion nursing guidelines, blood component conference , child identification and pre-medication); transfusion stage remained with the same six items of the initial version; post-transfusion stage with four items (vital signs check, vital signs check one hour after the end of the transfusion, records and monitoring of the child for 24 hours after the end of the transfusion). It should be noted that 58.82% of the individually evaluated items were considered adequate with IVC greater than or equal to 0.8, demonstrating adequate content for nursing care for children undergoing blood transfusion. In the evaluation of the items regarding the clarity, pertinence and relevance of nursing care to the transfused child, a high degree of agreement between the judges was observed. About the overall evaluation the content was considered valid with IVC of 0.87 with modifications. Among the modifications suggested, there was the exclusion, substitution and addition of terms. Thus, the checklist for blood transfusion in children was considered a technology with valid content to be used in the transfusional act performed by nurses. It is concluded that, with the checklist, nurses can contribute to transfusion safety at the time of transfusion in children, but other types of validation need to be performed before it can be used in clinical practice.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/29698
Appears in Collections:DENF - Dissertações defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_dis_cmbezerra.pdf3,73 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.